História Peculiar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Justin Bieber, Purple_ninjas2, Sexo
Exibições 1.035
Palavras 1.701
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores! Eu não ia postar essa Fic hoje, mas eu realmente estava ansiosa demais com ela pra deixar passar mais um dia, então espero que gostem!
Avisos:
★ Fanfic da minha total autoria, sem plagio.
★ Todas as frases do inicio do capítulo são da minha autoria.
★ Comentários são totalmente bem vindos, sinta-se a vontade <3
★ Não terei dias certos para postar, e tentarei atualiza-la todas as sextas ou sábados junto com minhas outras Fanfics.
Antes de qualquer coisa, eu queria dizer que estou dedicando essa Fanfic a Carol, que basicamente enlouquecia a cada noticia dessa Fanfic, e que provavelmente ela só esta saindo porque ela pediu muito! Então, meu amor, espero que você goste <333
Boa leitura <3

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Peculiar - Capítulo 1 - Prólogo

"Eu sou como um livro, a cada página, um novo acontecimento, um novo sentimento plantado na pagina de quem o lê, a única diferença é que posso tornar sua imaginação, realidade".

 

— Me disseram que você era boa em administração, meu filho mais velho está na faculdade, seu último ano e está tendo algumas dificuldades com a matéria, você poderia ajudá-lo?

A morena analisou a feição do mais velho, tinha algo a mais não dito pelo mesmo.

— Tenho os sábados livres, Senhor. Não seria incomodo ajudá-lo.

— Muito bem, espere por uma quantia a mais na sua conta bancária no final do mês, querida.

Melanie precisava de dinheiro, pretendia comprar um apartamento e deixar o aluguel de lado, qualquer trabalho extra que pudesse aceitar, estava de bom tamanho.

— Obrigada, Senhor Bieber.

Ela deixou sua sala em passos calmos, movendo o quadril para ambos os lados de maneira graciosa, sabia do quanto podia deixar qualquer homem salivando por ela sem muitos gestos, qualquer olhar mais intenso, um sorriso de lado e uma mexida no cabelo já pareciam ser motivos ótimos para se ter um homem em suas mãos.

Melanie era perigosa, ela usava seu corpo ao seu favor, algo que qualquer mulher como ela seria capaz de fazer, mas ela era pior, ela jogava sujo quando queria algo.

Justin por outro lado, era seu extremo oposto, com sua concentração sempre levada aos estudos, nunca sai aos finais de semana e depois da faculdade, seu único passatempo era ficar a tarde inteira sobre os livros, mas não fora o suficiente, ele estava sentindo-se confuso com a matéria, ainda mais tendo a prima mais nova no seu encalço, perturbando-lhe as horas vagas enquanto debochava do seu jeito quieto e calmo.

Ele não era um fracassado como todos os seus colegas de classe diziam, mas diferente de todos ali, ele realmente queria terminar a faculdade sabendo algo, mesmo que isso ocupasse sua cabeça tão inteiramente para esquecer-se dos prazeres mais simples impostos pelo homem.

Justin não precisava de ajuda somente com sua matéria da faculdade, definitivamente, não.

...Melanie Carter Point Of View…

— O que ele pretendia? — Miranda expressou sua curiosidade ao me ver sentar no local de sempre, respirei fundo, inflando os pulmões para enchê-los com o máximo de ar necessário.

— O filho mais velho precisa de ajuda com algumas matérias da faculdade, apenas.

— Você é maravilhosa com administração ou qualquer outra coisa, terminou a escola dois anos antes!

— Pelo meu provável histórico de CDF, ele me pediu ajuda — dei de ombros, Miranda ainda me encarava de maneira atônita. — O que foi?

— Isso só torna ainda mais verídico sobre aquele assunto do qual já conversamos.

Revirei os olhos, a mais de dois meses Miranda tinha posto em sua cabeça que Jeremy tinha olhado a minha bunda enquanto eu servia uma xícara de café para mim na recepção.

Eu sabia que apesar de sério e profissional, Jeremy não era tão fiel quanto dizia ser, vez ou outra sua secretaria deixava o escritório arrumando a saia ou a blusa, mesmo que não pudesse ouvir a intensidade dos seus gemidos, Lilian sempre me pareceu rouca demais depois das sessões de relaxamento do Senhor Bieber, aquele fora o nome mais engraçado que Miranda encontrou para tal ato, e eu o acabei aderindo também.

— Não importa qual seja sua intenção comigo, Miranda. Ele é meu chefe e vai continuar da mesma maneira. Jeremy não faz o meu estilo de homem — ela revirou os olhos, bufando e batendo as mãos com demasiada força em sua mesa de vidro.

— Ele é podre de rico!

— Eu não vou me jogar pra cima dele feito uma vadia, eu não sou tão fácil assim, okay? — mesmo com discordância, a ruiva concordou.

Voltei ao meu trabalho, fazendo algumas transferências bancárias durante boa parte da manhã, fazendo depósitos e planilhas de preços.

Só encontraria Miranda na hora do almoço, ou como costumo dizer, na hora da sua escolha diária sobre homens para mim, todo e qualquer restaurante que íamos ela tinha esse hábito de tentar encontrar um cara que estivesse solteiro para conversar comigo, Miranda era definitivamente intrometida quando o assunto eram os meus relacionamentos e talvez seja por isso que nenhum dos caras que ela tenha arranjado, deram certos.

— Melanie? — ergui a cabeça vendo Lilian adentrar a minha sala, ela era uma bela morena de seios fartos, Jeremy nunca a desperdiçaria, ainda mais tendo-a tão próximo a sua sala.

— Oi.

— Jeremy me pediu para deixar esse endereço com você — analisei as palavras do bilhete com um pouco de atenção, obviamente era um condomínio fechado.

— Obrigada — sorri para a morena, mas ela não o devolveu, continuou encarando-me da mesma forma.

— Tenho a impressão de que você não gosta de mim.

Arregalei os olhos, eu nunca tinha falado com Lilian mais do que um “Bom dia” não era antipatia ou algo parecido, só realmente não tínhamos nada a ser dito.

— Lilian, nunca conversamos, não posso tirar conclusão precipitada com alguém a menos que você já tenha me provado isso, o que não aconteceu.

A morena relaxou, olhou sobre os ombros e se aproximou mais.

— Pode me contar o porque de Jeremy ter lhe dado esse endereço?

Era óbvio o quanto ela tinha se deixado levar por aquele relacionamento prazeroso entre ambos, Lilian estava apaixonada por quem não deveria estar em hipótese alguma.

— Vou ajudar o filho mais velho dele com algumas dificuldades das matérias da faculdade — dei de ombros, fazendo-a encolher os ombros de maneira envergonhada.

— Me desculpe ser tão invasiva, eu…

— Tudo bem — sorri fraco, e ela respirou aliviada.

— É melhor eu não atrapalhar seu trabalho, licença.

A porta fora fechada com calma, pude relaxar o corpo e encarar o bilhete entre os meus dedos.

— Eu espero que isso não me traga problemas.

. . .

Depois de remarcar todo e qualquer compromisso que eu tinha no sábado a tarde, decidi que era hora de começar a trabalhar.

Peguei um táxi mais próximo e indiquei o endereço ao motorista, o local era um pouco longe, o que fez a corrida custar mais de 50 dólares.

Avistei o portão do condomínio e me aproximei.

— Eu sou Melanie Carter, funcionária do Senhor Bieber.

— Ele já tinha dito para deixá-la entrar quando chegasse, é a última casa.

Concordei com a cabeça e segui meu caminho, tentei não me encantar com cada casa pelo qual passava ou ficaria metade da tarde apenas fazendo isso.

A casa do Senhor Bieber era ainda maior do que imaginei, era tudo rústico por fora, mas algo de moderno a preenchia em alguns pontos.

Toquei a campainha, ajustando a saia preta que usava antes da porta ser aberta, revelando dois grandes olhos azuis que eu já tinha visto antes, Senhora Bieber.

— Oh, bem vinda! — exclamou, dando-me mais espaço para entrar.

Apertei sua mão quando a morena fechou a porta e me senti engasgar quando a figura de Jeremy apareceu na minha frente, ele tinha um sorriso duplamente cafajeste nos lábios, o que me deixou apreensiva, justo no dia em que eu tinha deixado o spray de pimenta sobre a bancada da cozinha.

— Você quer beber algo, querida?

— Não, Sra. Bieber, obrigada — forcei um sorriso, me sentia extremamente deslocada com Jeremy por perto e odiava isso, a sensação de empoderamento que ele tinha sobre mim, era a que eu gostava de ter sobre os outros.

— Boa tarde, Senhor — apertei a sua mão, tentando soar o mais educada possível, eu não gostava da forma como seus olhos encaravam a mim, era como se pudesse despir cada parte do meu corpo com tamanha intensidade, isso porque sua esposa ainda estava no mesmo cômodo que nós dois, o que só tornava o meu rubor das bochechas, algo ainda mais intenso.

— Justin costuma estudar em seu quarto — concordei. — Eu vou chama-lo.

Me permiti respirar mais aliviado quando Jeremy deixou a sala, subindo as escadas que pareciam ter uma infinidade de degraus.

— Jeremy comentou sobre você ter concluído a escola alguns anos antes e ter conseguido bolsa integral em várias faculdades de grande porte — Senhora Bieber sentou no sofá, um que definitivamente custaria a compra do meu apartamento alugado.

— Oh, sim — eu me sentia orgulhosa de mim agora, algo que não aconteceu quando concluíram que eu não precisava fazer algumas séries na escola, ou como quando o meu pai gabava-se por ter uma filha pronta para ir a faculdade tão jovem. — Eu espero poder ajudar o seu filho, mesmo tendo certeza de que ele deve ser esforçado nos seus objetivos — seus olhos azuis brilharam com o que eu disse, antes que Pattie pudesse falar algo, passos na escada de mármore chamou a atenção de ambas.

Dessa vez, nem mesmo Jeremy e seu jeito desinibido foram capazes de me tirar a concentração do garoto logo atrás dele.

— Esse é Justin, meu filho, e essa é Melanie, ela trabalha com a parte administrativa da empresa, filho — por trás dos óculos gigantes, Justin tentava não me olhar nos olhos, ele me parecia tímido, já que suas bochechas estavam tão coradas feito um morango.

Justin usava um conjunto de moletom cinza, os olhos cor de mel ocultos por um óculos grande enquanto a língua contornava os lábios várias e várias vezes por minuto, deixando-os ainda mais rosados.

Ele era absurdamente lindo, mesmo com toda a sua timidez e constrangimento, Justin era uma presa fácil e indefesa.

— É-É um… Prazer, conhecê-la — murmurou, a voz rouca e baixa quase não saia dos seus lábios, tive de dar um passo a frente para escutar o que tinha duto.

Suas pintinhas no rosto foram alvos dos meus olhos avaliadores, a cada segundo aquele homem se tornava ainda mais lindo aos meus olhos, era inacreditável.

Ergui a mão direita, esperando por um cumprimento, Justin encarou o pai e em seguida, levou sua mão até a minha, diferente de como pensei que agiria, com um simples aperto de mão, o loiro inclinou-se, curvando as costas e selando os lábios no dorso da minha mão.

Aquilo fora algo que nunca tinha acontecido comigo em toda a minha vida!

Eu estava boquiaberta, recolhi minha mão quando ele a soltou, definitivamente desconfortável pela forma como estava agindo e pensando na frente de alguém que possivelmente nunca tinha visto uma boceta na vida.

— O prazer é meu, Justin.


Notas Finais


NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SUA OPINIÃO OKAY <3

Pra quem quiser acompanhar minhas outras Fanfics recentes:
Porn Star: https://spiritfanfics.com/historia/porn-star-6952203
Sex, Love And Lies: https://spiritfanfics.com/historia/sex-love-and-lies-7055885
Essa última tem uma temática que lembra um pouco HIG então se você curte esse tipo de Fanfic, corre lá!
Faça parte do meu grupo do whatsapp:
https://chat.whatsapp.com/invite/5kZNkunTmEc6ijIaaxndat
Caso esse esteja lotado, tente o segundo:
https://chat.whatsapp.com/invite/1sRv5gAEMBi0ZOlrIpam0a

Um beijo suas lindas! <333333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...