História Pedidos Feitos para um Dente de Leão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 3
Palavras 637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Aproveitem!

Capítulo 1 - Pedido n 1


Olá!

Talvez essa não seja a melhor maneira de começar uma história, mas, como isso é apenas algo escrito sem razão nenhuma de fama, vou continuar por aqui.

Eu não me chamo assim (infelizmente...) mas, peço que me chame de Hana,ou Nana. Porque eu realmente não gosto quando me chamam pelo meu nome completo. Tenho 15 anos, meu signo é escorpião e, na verdade, não tem muita coisa para falar sobre mim...

Uma coisa interessante sobre mim é que eu sou uma colecionadora de desejos. Eu estou sempre pedindo algo para as estrelas ou para um dente de leão... Isso me faz lembrar, que eu comecei a colecionar desejos por causa de um garoto... Eu realmente gostava dele, e toda vez que via um dente de leão, fazia o mesmo pedido sempre: “Quero que ele me ame.”

Hoje, eu percebo como “amar” é uma palavra forte demais para uma garota de seis anos.

Bem, de qualquer maneira, meu pedido não se realizou. Mas eu não desisto de fazer pedidos o tempo inteiro. Hoje, o garoto que eu gostava continua na minha sala, mas eu não gosto mais dele. Afinal, o  tempo passa. Talvez até rápido demais...

Sobre o assunto “amor” eu tenho bastante história para contar...

Quando eu era pequena, teve esse garoto de que eu gostava. Eu gostei dele até o sexto ano, quando me declarei para o mesmo, mas não fui correspondida, deixando ele para lá.  No terceiro ano do fundamental, eu lembro que havia um menino que gostava de mim. Ele me sempre dava uma flor na saída da escola, mas eu sempre arrancava as pétalas. Eu não tinha olhos para ele, apenas para o menino que nunca me notou... Eu lembro que o garoto que gostava de mim (vou chamar ele de neko), era muito meu amigo. A gente se beijava escondido no jardim que ficava atrás do pátio. Eu lembro tão bem, ele dava um beijo na minha bochecha e eu dava um beijo na dele. Sempre passava pela minha cabeça um dia em que iríamos errar a bochecha um do outro e acabar encostando nossos lábios. Mas, mais um pedido não realizado. Até o quarto ano eu acho, neko e eu íamos para o jardim “namorar” escondido. Mas ele era muito ciumento (ainda é, aliás), então eu não podia ficar com as minhas amigas. A gente então acabou “terminando”.  Mas continuamos amigos até hoje. Tenho muitas histórias com ele, aliás.

Lembro muito bem da minha reputação com os garotos da minha sala quando eu era pequena (ainda um pouco hoje em dia)... No primeiro ano, um garoto me pediu em casamento para meu pai no meu aniversário... Foi engraçado...

Na minha sala, os garotos nunca duraram muito na verdade... Vários já estudaram lá, mas sempre saíam no final. Os únicos que eu convivi minha vida toda, foram o que eu me declarei no sexto ano (vamos chama-lo de ex senpai) e o neko. Eles me irritavam muito no segundo ano, mas pararam agora. Eles crescem rápido...

Eu me lembro de uma vez, eu estava no segundo ano e era hora da saída. Na minha escola, nós levantamos a cadeira para facilitar para quem for limpar a sala. Depois de levantar a cadeira, nós cumprimentamos o professor, com um aperto de mão e um “boa tarde”, todos em fila. Lembro que, teve um dia, que eu me atrasei com a arrumação e o ex senpai me ajudou a levantar a cadeira. Depois disso ele disse: “Mais alguma coisa madame?”. Eu fiquei tão vermelha, foi tão fofo. Ele era, literalmente um príncipe. Bonito e cavaleiro. Quando o neko me perguntou por que eu gostava dele eu disse: “Ah, ele era bonito e cavaleiro...”, ele riu muito. “Totalmente...” disse ele, em tom sarcástico. Foi divertido.

Meu primeiro pedido: “Quero que ele me ame também...”

 


Notas Finais


Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...