História Pelada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Tags Um Amor Proibido
Visualizações 17
Palavras 414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Um amor proibido


Um amor proibido 

Capítulo 2 pelada

Sem reação demorei uns 5 segundos pra voltar a si, comecei gritar ele é xingalo estava desesperada me enrolei na toalha e mandei ele sair da minha casa, ele pedia desculpas mas n queria ouvir ele, ele tentava fazer com oq eu parece de gritar mas estava com tanto medo que comecei a bater nele ele me segurava para parar, quando derepente eu escorrego no chão molhado ele tenta me segurar mas não tem jeito caímos com tudo não chão minha toalha tinha caído fiquei nua em cima dele no chão, ele me encarou com aqueles olhos azuis lindos, queria beijalo mas n podia pós era bem mas velho que eu e era  casado não podia fazer isso ele estava com as mão na minhas costas nossa que delicia mas não podia rolar nada,então rapidamente levanto e me enrolo na toalha ele levanta todo sem graça tímido pedindo desculpa, então mando ele descer e ficar lá em baixo. Assim q ele desce me tranco no quarto e começo me tocar nossa foi a primeira fez que tinha feito isso foi ótimo pois tinha perdido minha virgindade aos 12 quando fui estrupada pelo meu próprio tio foi uma época difícil, passei por muitos exames e consulta MS superei ele está preso hoje. 

Mas voltando a história...  tomei outro banho me arrumei bem e desci pra falar com ele pra pedir desculpa assim que desco ele está no sofá sentado falando com esposa dele 

:Oi diana não seii a hora que vou pra casa pois tiver um imprevisto com meu paciente eu sei diana calma. E desliga o celular. 

:Oi Ana não  ti vi aí. 

:Oi Maurício olha me desculpe por ter falado aquelas coisas pra você 

:tudo Bem Ana eu estou errado pois deveria ter batido antes de entrar. 

Ficamos conversando um tempo até que o telefone toca era minha mãe dizendo que Laura tinha ficado enternada estava em coma. Como assim mãe?  Ela está em coma? Minha mãe responde chorando muito. Ana ela bateu a cabeça e não responde a nada está nos aparelhos. Entendi mãe vocês já estão vindo?  Não Ana vamos ficar aqui hoje com ela seu pai está abalado. Ele pediu pra que você servisse o Maurício e deixa ele dormi ai ok meu amor amanhã a noite estamos em casa. Ok mãe. Desligo o celular o Maurício pergunta oque aconteceu então explico tudo. Então vamos almoçar já era tarde e estávamos com muita fome. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...