História Pellozo School Adventures - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adventures, Pellozo, School
Visualizações 7
Palavras 2.519
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu sei que eu disse que postaria dia 02, mas porque fazer dia 02 o que eu posso fazer hoje? q

Em minha defesa eu passei esse tempo vendo porn... Fazendo atos saudáveis, porque a saúde é tudo.

Fico pensando, o que eu vou fazer quando terminar isso...

A única coisa que eu garanto e que terá mais uma OVA, focada no passado.

E aqui terminamos essa poha de história que eu nem lembro porque começou.

Eu já tinha dado spoilers de como eu imaginava esse capítulo, nem veio na mente um jeito de mudar e trollar todo mundo... Então perdão se ficar sem graça.

Ah, e eu mudei o capítulo do Bundinho para um capítulo normal, pois ele não é bem um OVA, o conteúdo dele meio que foi muito importante pra história. Então ele agora é um capítulo normal, e por isso a numeração desse é IX, não VIII.

Capítulo 9 - Capítulo IX - Novo Mundo


Correndo na velocidade do Light correndo de um Negão chamado L, o grupo então chega na quadra. Robertinha e Vanessa começam a segurar o portão, porém um rato consegue passar por entre o vão, Robertinha mete uma bicuda nele, o qual voa em direção de Vanessa e essa sufoca o rato entre suas tetas e o portão.

Bundinho, agora viadão fica escondido cagado de medo dos ratos atrás de Matheias. Matheias ainda carregava o braço contaminado de Onoião, e este então oferece a Bundinho.

(#Os poderes do Traveco Note são muito poderosos, uma pessoa transformada por ele é mais Homossexual que o próprio deus da Homossexualidade#)

- Faz alguma arma com isso!

- A não, eu que não vou encostar nisso.

- Droga, você é muito fresco.

- Ta achando ruim kerida? Faz você.

Matheias então começa a perceber o inegável. Transformar Bundinho em Homossexual foi um erro, e possivelmente todos morreriam por isso...

- Então, eu faço. Mas to com as mãos cheias, segura isso. – Matheias então oferece o Traveco Note para Bundinho.

Bundinho então pega o Traveco Note, com a mão de metal, Matheias joga o braço de Onoião no chão, e rapidamente pressiona os dedos metálicos por cima da palma de Bundinho, então o poder da Realidade é liberado, e este acaba por modificar o Traveco Note. Era difícil saber o que aconteceria já que não era Matheias que podia controlar e escolher a transformação. Tudo dependia do desejo interior de Bundinho, e Matheias sabia, que se Bundinho realmente quisesse voltar a ser Hetero, assim o faria.

Bundinho realmente merecia o cargo de Deus da Heterossexualidade, mesmo sendo transformado em Veadão pelo Traveco Note, ainda possuía o desejo interior de voltar a ser Hetero, e mesmo que inconscientemente, esse acabou por fazer exatamente o que Matheias queria.

Bundinho acabou de mudar os efeitos do Traveco Note. Agora ele era um caderno Vermelho, e com figurinhas da Tinker Bell... E o lugar, onde antes, estava escrito ‘Traveco Note’... Agora se lia ‘Transudo Note’.

Matheias não podia perder tempo, abriu o Transudo Note e escreveu novamente o verdadeiro nome de Bundinho.

Não demorou tanto para que Bundinho mais uma vez se retorce-se, e então ele mudou novamente.

Os Ratos invadiram, Robertinha e Vanessa que seguravam o portão foram empurrados contra a parede, agora ficando presos.

Centenas deles viam correndo, se aproximavam de Biancão, que segurava o corpo de Onoião, Alísson era a única capacitada a enfrenta-los. E então mais uma vez empunha seu chicote, e se prepara para as ondas de ataque. Mas então algo acontece.

Centenas de gotas de bosta de pombo choviam o sobre os ratos, os quais acabam por ficarem cegos em meio desta chuva e começavam a cair uns sobre os outros, desorientados.

Então todos olham para o que estava acontecendo atrás deles naquele momento.

Bundinho estava em pé, sua armadura agora novamente refletia o tom azulado fluorescente, Em sua mão estava o braço de Onoião o qual ia aos poucos sumindo.

Bundinho estava transformando cada célula daquele braço, em uma célula nova, e através do processo da Mitose, as células se multiplicavam, e delas surgiam pombos.

Pombos mutantes e radiotativos, e com o auxilio do DNA Funkeiro de Onoião, eram todos Pombos Funkeiros.

Os Pombos usavam óculos espelhado, boné da QuikSilver, Calção com estampa do Bob Marley, seus bicos possuíam aparelho em Azul claro, e carregavam um cigarrinho.

Eles voavam como anjos, e cagavam sem parar.

Tudo aparentava estar certo, os ratos agora não conseguiam mais enxergar, tudo o que eles faziam era ficar no chão se contorcendo. Porém algo muda, os ratos começam a se levantar, se tornando bípedes, amarram uma faixa preta nos olhos e em cada mão seguram um bastão.

E Então começam a correr novamente. A Bosta dos pombos, cegou o ratos, mas por ser bosta radioativa, deu poderes de percepção aumentada a todos os atingidos.

Bundinho e Matheias percebem que não adiantou nada criarem os pombos Funkeiros.

Matheias segura o braço de Bundinho, e os dois desaparecem. E depois novamente retornam, mas agora com o exercito de Bundinho, Milhares de Terry Crews de sunga surgem, um agarrados ao braço do outro, para que se teleporta-sem juntos.

Bundinho estala os dedos, os pombos descem em direção ao exercito de Terry Crews e eles começam a mudar, o ânus de cada ave salta para fora e os bicos encolhem, os pescoços ficam maiores e dobram para baixo. Cada Terry Crews segura o pescoço de um pombo com a mão direita e as patas com a esquerda. Os Pombos-Funkeiros se tornaram metralhadoras.

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA O MEU COMERCIAL

E então na velocidade de um UNO da telefônica o Terry Crews partem pra cima dos ratos ninjas.

Matheias se teleporta resgatando os membros que estavam separados, reunindo-os atrás dos Terry Crews que agora lutavam contra os Ratos.

- Por que você está ajudando? – Pergunta Vanessa ao Bundinho, que agora havia voltado ao normal.

- Do que adianta brigarmos por isso? No fim só existirão ratos, a menos que a gente se ajude.

- Nós precisamos derrotar aquele homem, é ele quem comanda todos os outros ratos.

- Então, Vão. Eu cuidarei daqui de cima.

Bundinho fechou a mão em volta do Transudo Note, transformando-o em sua velha espada luminosa. A Transformação destruiu o Transudo Note, de uma vez por todas, mesmo que Bundinho não tenha dito isso, estava claro que aquela era sua intenção.

Bundinho apertou sua bainha e entrou em meio aos Terry Crews, e na velocidade de um Viserion Zumbi cortou ao meio dezenas de ratos.

Cada rato cortado ao meio por Bundinho se transformava, cada metade virava um novo Terry Crews. A cada Rato morto por Bundinho, dois Terry Crews nasciam no lugar.

Matheias retornou, ele havia levado Onoião para a base do P.E.L.L.O.Z.E.R.S e agora de volta, em meio ao grupo, todos juntos se teleportaram, de volta. Para vencer a pessoa que havia causado tudo isso...

O Grupo reapareceu, o pátio da Pellozo School agora estava mais vazio, mas ainda tinham muitos ratos lá. Mas este não era o grande problema, o Rato Espadachin gigante ainda estava lá.

E esse, gritou para os menores, e esses vieram em direção ao grupo.

Matheias foi muito rápido e se teleportou pegando cada um deles e levando-os ao céu, fazendo com que eles caíssem e morressem ao atingir o chão.

Matheias caiu exausto no chão.

- A onde é que eu to.

- Pellozo School – Respondeu Robertinha com pressa, o Rato Gigante estava olhando pra eles com a cara do Paulo Guina.

- Estou sem saber onde estou.

Robertinha então percebeu a situação atual de Matheias, ele estava Full Drogas.

Vanessa já sabendo da solução, se aproximou de Matheias para reabastecer o motor do Deus da Homossexualidade.

Porém o estoque de cocaína de Matheias, havia acabado.

- Será que eu to em Alogoinha?

- Ele é inútil agora...

Vanessa foi interrompida pelo barulho de mil capivaras banguelas com peste negra correndo ao som de sweet dreams em cima de esteiras no bagageiro de uma camionete 4x4 enquanto escovam os dentes com creme dental da Tandy sabor morango as duas da madrugada de uma noite quente e nevada de páscoa em pleno junho no interior do Texas da Alemanha Asiática.

O ‘HAHAHAto’ estava vindo na direção do grupo com sangue nos olhos.

Alísson e Biancão se responsabilizaram por cuidar dele, enquanto Vanessa e Robertinha correram.

Começa a tocar uma música épica... A Abertura de My Little Pony.

(#Eu até digitaria a música aq agora, mas tenho q ir pro bagulho da Aline#)

(#Sim, no dia que escrevi isso, ainda era dia 03, hoje é dia 05#)

(#Ah, e eu n digito agora, pq eu não quero mesm¬¬#)

O HAHAHAto veio com tudo, dando socos as cegas. Era uma máquina de destruição, ele cortava o vento com seus punhos terríveis da mesma forma que o Bundinha corta as meninas no vôlei.

Alísson e Biancão não podiam fazer nada, se não ficarem se esquivando.

Ficaram correndo em círculos em volta do rato satânico.

(#Esse trecho eu escrevi na praia, dia 07 INDEPENDÊNCIA DO BRASIL KRL, PEGAR UM FUSQUINHA E SAIR NA RUA TOCANDO HINO NACIONAL NO TALO... DECEPÇÃO QUE NINGUÉM TEM ESSE IDEIA ALÉM DE MIM, E EU NÃO TENHO UM FUSQUINHA E NEM NET PRA ME COMUNICAR COM O MUNDO EXTERIOR#)

Robertinha e Vanessa então chegaram enfim finalmente onde estava a pessoa que havia causado todo esse imprevisto. E então olharam no fundo daqueles olhos de lagartixa em conserva de colégio americano dos filmes da Sessão da Tarde.

(#Só Espero que nenhum professor chegue a ler isso#)

O Misterioso homem então deu um sorriso, revelando seus dentinhos frontais tortos.

Não foi preciso de mais nada. Vanessinha-san, assim como a terra em dias de chuva, ficou umedecida e os peitinhos de elefanta com down de Robertinha ficaram mais durinhos que os de qualquer garota quando você chega no ouvido dela e fala bem baixinho: ‘OMAE WA MOU SHINDEIRU’.

- Por que você fez isso? – Questionou Robertinha

- Apenas eu querer já é motivo suficiente – Respondeu o sábio homem.

(#Dia 12 aq, Aline é cruel velho#)

- Ta, mas como você fez isso?

- Misturei Creme Gostoso na comida da escola, e isso transformou todos os que comeram em ratos, e os que não comeram foram contaminados pelos outros.

(#Dou 1 real pra quem me dizer e acertar de que desenho eu tirei esse ‘Creme Gostoso’, antes de eu lançar o... OPS... SPOILER#)

(#Acho que to colocando muita conversa paralela no meio... tchau#)

O HAHAHAto continuava avançando tentando pegar Biancão e Alísson que corriam na velocidade de uma bola indo em direção do cabeção do Robert. (#E cá estou, dia 15#)

O HAHAHAto então enfim consegue acertar um socão bem socado, para dar mais impacto no Biancão, porém algo muito estranho aconteceu. A Mão do HAHAHAto se dissolveu ao entrar em contato com Biancão, e esse não sofreu dano algum.

Perceberam então, que o HAHAHAto não possuía defesa nenhuma, que nem meu Ladino em WoW.

Biancão então assoprou, e o HAHAHAto foi  empurrado pelo vento, caindo no chão, se tornando pó.

O Homem então percebeu a derrota do seu rato mais forte, ele estava sozinho, todos os ratos que restaram estavam agora lutando com Bundinho. Então ele, assim como o Pica-Pau se preparou para cometer um crime de ódio, tirou do seu bolso um frasco contendo um creme rosa.

Ele tirou a tampa e como se fosse um danoninho deu várias lambidas sexy no frasco.

De repente o corpo dele começou a mudar, ele começou a crescer e a ficar mais Alpha. Seu rosto envelheceu e nele surgiu um lindo bigode que faz qualquer homem questionar a Heterossexualidade. Suas roupas mudaram também, se tornaram um terno.

O Homem, agora gigante olhou para baixo, focando nos rostos de Robertinha e Vanessa e então apontou um dedo.

- MÔ VIADÃO

- O Tyrion não pode ser rei, porque ele é anão – Responde Robertinha automaticamente.

O Homem ficou puto e começou a tentar pisotear os dois. E com isso, começou a destruir a Pellozo School.

Os dois grupos se encontraram correndo em meio aos destroços que caiam.

- E agora? – Perguntou em desespero Vanessinha.

- Vamos chamar o Pellozord – Respondeu Biancão.

O Grupon então cruzou os braços, formando um coração, uns com os outros, e começou a magicamente tocar o tema da Abertura de Winx.

E então no Acre, os 4 maiores símbolos da viadice no mundo: Jean Willys, Pablo Vittar, O Filho da Gretchen e o Hiago Tomaz; Começam a correr que nem na abertura 3 de Attack on Titan.

E chegam no Pellozo, em cerca de 5 segundos de frente do grupo e então começam a se transformar na coisa mais viada que existe: O Professor Diógenes. (#Desculpa#) E o Pellozord cresce e o grupo sobe por uma escadinha entrando em certos lugares do Pellozord.

Agora, os dois gigantes se olharam nos olhos. O Pellozord fechou os olhos e se preparou para o combate...

- E-Essa é a mi-minha es-escola, e eu quero qu-que vo-você sa-sa-saia.O Misterioso Homem foi humilhado, ele jamais poderia vencer algo como isso.

- Allahu Akbar – E então o Misteriosos Homem explodiu, morrendo.

E enquanto isso o Pellozord se virava de costas, com a explosão ao seu fundo.  

O Grupo, agora já fora do Pellozord, se reuniram. Bundinho estava no chão, aguardando-os e ao seu lado, estava Matheias.

- Como você está bem? – Perguntou Vanessinha para Matheias.

- Pó de Giz. É bem melhor que cocaína.

- Ta, mas e agora? A Pellozo School está destruída. – Perguntou Robertinha, tentando ocultar um sorrisinho safado.

Bundinho fechou a mão, e o seu exercito, agora maior, que estava atrás dele todos começaram a se transformar, e a escola foi ressurgindo ao redor do grupo.

Robertinha se entristeceu, mas não transpareceu esse sentimento.

- eae brow? qual vai ser o esquema agora? tu traiu o bonde? – Quem perguntou foi Onoião que com a reconstrução da Pellozo School, conseguiu sair do lugar em que estava preso.

- Bundinho e eu, chegamos a uma conclusão... – Respondeu Matheias.

- ...Não deveria existir isso de Hetero/Homossexualidade. No fim, quando uma ameaça maior surge, lutamos juntos, Não importa a cor ou o sexo, somos todos humanos, somos todos iguais. – Terminou Bundinho, encostando a mão no rosto de Vanessinha, transformando-a de volta em benino.

Vanessa não esperava por aquilo, ela ficou surpresa e agradeceu a Bundinho, que agora fazia o mesmo com Robertinha.

Porém algo muito diferente estava acontecendo, Robertinha estava voando! E brilhando em um azul dourado.

- NÃO, NÃO, NÃO... – Gritava Robertinha, suas tetinhas murchavam e seu cabelo encurtavam.

Depois dela ter voltado ao normal, ela começou a cair lentamente em direção do chão, até que fica-se uns 90 centímetros dele, e então caiu de vez, batendo o bumbum no chão.

Ela estava chorando.

- Pra mim você ainda é um alazão – Alegrou-o Vanessinha, segurando um chapéu preto com uma pena laranja, que nem Deus sabe donde ela tirou.

(#PUTA MERDA, ISSO ME DEU UMA BOA IDEIA. PODIAMOS DANÇAR/CANTAR “Livin’ La Vida Loca” A MÚSICA DO FINAL DO SHREK 2#) (#OU QUALQUER MÚSICA DO SHREK, PORQUE MANO, SÓ TEM MÚSICA BOA. POR ISSO, PARA MIM, ESSA É A MELHOR ANIMAÇÃO JÁ FEITA#) (#”I Need a Hero”, Também é do Krl, Também é do Shrek 2#).

Depois de Robertinha, Bundinho caminhou em direção de Onoião.

- Teremos que sair, porém não podemos deixar a Sexualidade do mundo sem cuidados, por isso, você se tornará o Deus da Sexualidade. De ambas, não importa qual for.

Bundinho, então arranca o próprio braço metálico e o entrega para Onoião. O braço como um imã se conecta no cotoco de Onoião e se ajusta, ao seu tamanho.

- E o que vocês farão agora? – Perguntou Vanessa.

- Vamos tomar um café, e depois duelar – Respondeu Matheias

- Sim, uma luta de Espadas – Completou Bundinho.

(#Minha sanidade pede socorro#)

Os Dois então desapareceram, juntos.

- E o que fazemos agora? – Perguntou Biancão.

- Vamos construir – Respondeu Vanessa.

- Construir o que? – Perguntou Robertinha.

- Um Novo Mundo – Repondeu Alísson.

- pode pá

(#Chorei... “Eles crescem tão rápido”#).


Notas Finais


“acabo” -Estrela, Patrick.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...