História Pensamentos de uma adolescente em crise - 1° temporada - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Ficção Adolescente, Romance
Exibições 18
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


( ignorem o segundo menino, é só pra representar, okay ;) )

Capítulo 5 - Capítulo 5 - Aonde cabem três, cabem quatro.


Fanfic / Fanfiction Pensamentos de uma adolescente em crise - 1° temporada - Capítulo 5 - Capítulo 5 - Aonde cabem três, cabem quatro.

"Momentos mais importantes da minha vida:

* Quando brinquei de soco, soco - bate, bate com 11 anos;

*Quando fui sociável quando entrei no pré;

*Quando parei de jogar meu ódio gratuito em certas pessoas."

Vou explicar um pouquinho mais sobre meu grupinho, que antes era trio mas depois virou quarteto.

A primeira com que fiz amizade foi a Emma, já temos dez anos de amizade (é realmente faz um certo tempinho que estamos juntas) e eu à conheci quando comecei no pré. Não lembro direito como foi o nosso início de amizade ( também, faz tempo pra caralho e eu não tenho memória de elefante) mas acredito que tenha sido como duas crianças normais (sim, eu ainda era normal nessa época, acredite) se falam.

Então fiquei amiguinha dela e da prima dela Sofia, nós eramos grudadas, principalmente eu e Sofia, e não, eu não era melhor amiga da Emma nessa época, éramos eu e Sofia.

Aí o tempo passou, fomos ficando cada vez mais amigas ( eu e Sofia, evolui minha amizade com a Emma também) e quando completei o segundo ano, tive uma surpresa: minha mãe tinha me mudado pra manhã e quanto a Emma e Sofia, (Já falei que elas eram primas? Se sim, só pra relembrar, se não, elas eram primas) ficariam a tarde.

Os primeiros dois anos de manhã foram anos difíceis e bem isolados, falo isso porque eu era bem ante social nessa época, então eu não falava com ninguém que não viesse falar comigo ( tudo bem que outro nome pra isso é cuzona, mas eu sou cuzona até hoje, a diferença é que eu converso com a minha sala inteira) e o que me rendeu um ano sozinha e outro ano com apenas uma amiga: Anna.

Pra ajudar nessa sala tinha um grupinho de garotas super metidas( um grupinho até que bem grandinho) que eu odiava e a líder delas era a Lavínia, a minha sorte é que quando completei o Fundamental I não tive mais que olhar na cara dela, até que terminado o 4°ano, reencontrei a Emma na igreja, lógico fiquei super feliz, e nossas mães eram amigas e minha mãe convenceu a dela de muda-la pra manhã.

As férias de janeiro passei praticamente dormindo na casa dela e fiquei sabendo que a Sofia ía pra manhã também, estava tudo perfeito.

Então o ano passou e bem não foi solitário como os outros.

Terminado o Fundamental I, mudei de escola e não consegui vaga pra manhã, no começo fiquei puta( puta de brava) com isso, mas a medida que o ano passou, eu conheci novas pessoas e gostei de ficar à tarde, até que meu nome ( que estava na fila de espera pra manhã) foi chamado, eu neguei a vaga, foi quando eu comecei a por meus amigos acima das coisas, o Bruno quis me matar, o sonho dele era ir pra manhã e eu tinha, segundo ele, jogado minha chance de ser feliz fora.

Depois das férias de julho desse mesmo ano a Mel entrou na minha sala e ficou sentada atrás da Anna (que a proposito foi a primeira BFF da Mel quando ela entrou na escola) e bem fomos todas falar com ela e em pouco tempo lá estávamos nós brincando de soco,soco - bata,bate, pode até não parecer muita coisa, mas foi assim que nos aproximamos e eramos fodonas brincando disso, fazíamos na velocidade que qualquer um desafiasse, no começo as pessoas ficaram tipo "affs, que brincadeira de criança" mas depois todos foram entrando na onda, e foi assim que eu e a Mel viramos melhores amigas, já ela e Emma ficaram juntas na recuperação e a Emma estava pulando em cima da Mel que estava segurando um copo de leite e a Mel disse pra ela parar senão ela ía jogar o leite nela e ela pulou de novo e a Mel jogou o leite que acertou a cabeça da Emma, e foi assim que o trio.

Um ano depois a Mel mandou a cadeira do pé do Rapha sem querer e ele começou à chama-la de Mel- esmaga pé e assim eles começaram a conversar e bem, evoluíram pra melhores amigos, a minha aversão a ele no começo você já sabe, até que no meio do ano a Mel pediu pra eu parar de ser cuzona com ele porque ela queria que os dois melhores amigos dela se dessem bem e fiz isso por ela, e eu e o Rapha ficamos amigos, agora em 2016, descobri que estudei com a Mel e com o Rapha no pré, e que o Rapha estava na minha sala no 5°ano, e o pior é que eu não lembro dele.

Enfim, estamos juntos a tanto tempo e nem sabíamos, mas no próximo ano a tendência é nos separarmos, afinal vamos para o colegial e eu e a Mel queremos fazer um curso de administração, junto ao Ensino Médio e o Rapha e a Emma querem fazer informática, então vão passar o dia inteiro no prédio, enquando eu a Mel vamos pra escola normal a tarde, só vamos vê-los no primeiro intervalo ( somos fodonas, vamos ter três intervalos!) mas estamos animadas, temos vários planos para o próximo ano e acho que só vamos desabar quando o último dia de aula chegar, mas até temos umas duas semanas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...