História PENTAGON - Short fics e Imagines - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pentagon (PTG)
Personagens E'Dawn, Hong-seok, Hui, Jin-ho, Kino, Personagens Originais, Shin-won, Woo-seok, Yan An, Yeo One, Yuto
Tags Drama, E'dawn, Hongseok, Hui, Imagine, Jinho, Kino, Pentagon, Ptg, Romance, Shinwon, Wooseok, Yan An, Yeo One, Yuto
Visualizações 54
Palavras 1.639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


One shot inspirada na letra de 'Pentagon' :)

Capítulo 3 - You're my universe - E'Dawn


Fanfic / Fanfiction PENTAGON - Short fics e Imagines - Capítulo 3 - You're my universe - E'Dawn

S/N Diário – letra normal

E’Dawn bilhetes e pensamentos – letra itálica

 

~~Domingo, 17:00~~

Bom, já escrevi neste diário sobre isso inúmeras vezes, mas minha mente está sendo borbulhada com novas coisas sobre o assunto então...

Dawnie e eu sempre fomos amigos. Todo mundo sabe disso. Ele foi o primeiro garoto a me incluir na roda de alunos quando me mudei pra Coreia aos 12 anos, foi meu único amigo por muito tempo. Hyo não se importava se eu era estrangeira, se estava aprendendo o coreano ou se era a única garota ‘diferente’ na sala de aula, ele apenas era meu amigo. É assim até hoje, ele sempre está ali quando preciso, pronto pra me ajudar ou consolar. Nós dois ficamos tão próximos quanto se fossemos irmãos de sangue e eu adoro poder conversar com ele ou gastar tempo fazendo coisas inúteis em sua casa.

Infelizmente, temos nos encontrado bem menos nos últimos tempos. Daniel é um namorado muito ciumento. Estamos juntos há quase um ano, desde que nos conhecemos naquela festa do colégio, mas parece que ele nunca confia em mim o suficiente. Digamos que ele tem bastante ciúmes de E’Dawn, mesmo que eu diga que não existe nada entre a gente que não seja amizade. Aliás, digo isso por mim... Porque sei que não posso afirmar por Hyo. Eu sei que ele gosta de mim e há pelo menos alguns meses em que ele vem me deixando pistas e sinais óbvios sobre isso. Mas continuo fingindo não saber de nada.

Eu e Daniel brigamos muito; mais do que eu queria que acontecesse. Ele às vezes me deixa sobrecarregada demais com seus ciúmes excessivos e paranoias. Talvez ele também saiba que Dawnie... Bom, que ele gosta de mim. Os dois são totais contrários e nunca conseguiram se aturar, o que me deixa um tanto dividida. Dani pode ter seus defeitos, mas eu ainda gosto muito dele, não a toa somos namorados. Mas hoje ele me fez escolher entre os dois e foi bem desagradável. Eu estava com Hyojong tomando um sorvete quando Daniel começou a me ligar incessantemente até que eu o atendesse. Ele ficou possesso quando soube que eu estava com meu AMIGO e me disse coisas terríveis, basicamente me obrigando a ir embora antes que ele mesmo aparecesse ali.

“Ao seu lado ele nunca foi até o fim

não pode proteger você

Você é muito preciosa para mim

Você não é a única para ele”

Tive que deixar meu descolorido preferido sozinho na sorveteria e voltar pra casa. Daniel está me decepcionando tanto nos últimos dias, mas tenho esperanças que isso seja apenas por seu stress de período de provas e mudanças e que isso passe com o tempo. Eu quero que nosso namoro dure e que possamos ser felizes juntos por mais muito tempo. Mas também quero manter minhas amizades; e não sei se vou conseguir as duas coisas. Pensar nisso me deixou bem triste hoje. Eu já sinto que Hyo tem se afastado de mim e não quero que isso aconteça, mas sinto que estraguei tudo hoje.

Droga!

~~Segunda-feira, 11:00~~

Sim, saí mais cedo das aulas e o motivo é o mesmo pelo que estou deixando essa página molhada. Eu chorei tanto, tanto antes de conseguir sentar aqui e escrever. Minha letra ainda está horrível porque minhas mãos estão trêmulas, mas eu precisava escrever para me livrar um pouco desse peso. E o resumo de hoje é o mesmo... Daniel e E’Dawn.

Como em toda segunda, eu e Ed nos encontramos nos corredores do colégio pra conversar antes da primeira aula. Hoje, entretanto, não tive tempo de falar com ele como costumo, já que Daniel estava me pressionando pra que pudéssemos conversar sobre o papelão que ele havia me feito pagar no dia anterior. Até o encontrei no mesmo corredor e ele estava mais sorridente que o normal, parecia ansioso pra alguma coisa. Mas antes que pudesse me contar, Dani apareceu e tive que sair. Dawnie me entregou apenas um envelope branco misterioso e pediu pra que eu o encontrasse depois das aulas. Assenti e disse que iria.

“Você está sempre do meu lado, comigo

Você sempre será capaz de fazer meu coração bater

Você é a única para mim, meu destino

Você não pode ir com ele, é perigoso”

Naquele momento fiz a enorme besteira de guardar o envelope dentro da bolsa sem sequer tê-lo aberto e ir pra minha sala. Eu estava com pressa e sequer imaginava que pudesse ser algo tão importante pra ele. Não nos encontramos mais nem no intervalo, não o vi andando pela escola nem recebi mensagens de texto dele como acontecia na maioria dos dias. Estranhei, mas deixei passar. Daniel me encheu de desculpas e foi muito carinhoso, acabamos nos acertando. Eu o fiz prometer que deixaria Hyo em paz, mesmo tendo que prometer em troca que não me encontraria tanto com ele dali pra frente. Eu só queria evitar mais brigas ainda com Daniel então aceitei o que ele pediu.

“Baby, eu sei

Sobre as lágrimas que você escondeu,

até mesmo suas feridas mais profundas

Vou apagar tudo, então se apoie em mim agora”

Mas quando a penúltima aula do dia começou, notei a falta de Dani e seus dois amigos mais íntimos na sala de aula. Pensei que com certeza estariam matando aula pelo colégio. O que seria até que compreensível, já que o assunto estava realmente chato. Aproveitei o ócio e pensei em ler o que Hyojong havia me entregado. Mas quando fui pegar o envelope em minha bolsa ele não estava mais lá. Revirei minha mochila e meus cadernos e não o encontrei. Da minha carteira mesmo encarei o assento vazio de Daniel e, por cima de seus livros estava o envelope branco que eu havia recebido. Naquele momento tive um tremendo pressentimento que algo de errado estava acontecendo.

Saí correndo da sala e, mesmo sem saber o que tinha no envelope, eu tinha certeza que Dani deveria estar hiper irritado por eu te-lo recebido de E’Dawn, de quem ele já morre de ciúmes. Não havia ninguém nos corredores, nem os encontrei nas salas ou perto dos banheiros. Mas, ao contrário do meu pequeno alívio naquela hora por pensar que fosse coisa da minha cabeça, realmente havia coisa errada. Meu Deus, eu me ceguei demais! Aqui vai uma pequena descrição da cena:

Ouvi umas vozes vindas da parte de trás do prédio em que temos aulas, com certeza eram garotos. Tive certeza que uma das risadas era de Daniel então corri para onde ele deveria estar pra descobrir o porquê havia saído da aula. Dani e seus dois amigos estavam rindo de alguma coisa. De longe só pude ver os três em pé e algumas coisas jogadas em volta – papéis e materiais. Dei poucos passos até notar que os três estavam batendo em alguém. E esse alguém era Hyojong.

Por que estavam batendo nele daquele jeito?

Me desesperei e corri ainda mais rápido, entrando no meio da briga. Fiquei tão assustada. Seu rosto já estava tão machucado e ele precisou da minha ajuda até pra conseguir se sentar. Meu coração ficou apertado e, ao mesmo tempo, cheio de mais dúvidas. Daniel era meu namorado, mas E’Dawn era meu melhor amigo e ele realmente cuida de mim sempre. Ele nunca me fez mal pra que Dani desconte sua raiva nele. Comecei a chorar ali mesmo. Meu namorado começou a gritar comigo e só não se aproximou mais de Hyo porque eu o estava protegendo – ele jogou vários pequenos papeis que eram como bilhetes pelo ar e aí vi que era o que meu amigo havia me entregado mais cedo.

“Eu vou te proteger, então não me deixe ir embora

Até o mundo gira em torno de você

Você é meu universo”

Agora já li todos. São mais lindos, profundos e sinceros que qualquer palavra já dita por Daniel pra mim. São mais apaixonados que qualquer coisa que ele já tenha me escrito ou prometido. São algo que eu sequer esperaria de Hyojong, meu amigo sempre doido e descolado estava realmente apaixonado por mim e tudo que ele queria era me demonstrar isso de forma bem clara. Por isso queria conversar comigo no fim das aulas. Mas Daniel descobriu antes e resolveu tomar suas próprias decisões.

Dani me puxou pelo braço depois de discutirmos por minutos enquanto eu ainda chorava atrás do prédio das aulas. Pelos primeiros instantes eu cedi a ele e o segui, não sei o que acontecia com meu cérebro, mas era como se eu esperasse alguma justificativa que fosse aceitável. Quando olhei pra trás, porém, minha ficha caiu. Olhei pra trás e o cara que sempre gostou de mim de verdade, cuidou de mim e quis me proteger, estava com o rosto sangrando, tentando recolher tudo que era seu pelo chão e sendo humilhado por outros dois. Por minha culpa. E eu sabia que ele sequer choraria na minha frente.

“Congelado no frio, eu suspiro

Você continua defendendo o coração dele

Eu tenho um também”

Naquele momento olhei no fundo dos olhos de Daniel e parecia que tudo que eu via antes sumira. Ele parecia um estranho pra mim. Me soltei de suas mãos e corri de volta pra Hyojong. O abracei o mais forte que pude e prometi cuidar dele. Daniel ficou irritado e deve até ter inventado novos xingamentos pra usar contra nós dois, mas eu não liguei. Chega! Ele passou dos limites!

Bom, foi assim que meu namoro terminou hoje.

Foi assim que Dawnie veio parar no sofá da minha sala – ele pegou no sono depois que o ajudei com os machucados – e descobri que ele também é uma criaturinha fofa quando está dormindo.

E foi assim que, depois de ler tudo que ele me escreveu, sinto que meu coração estava me direcionando ao lado errado por todo esse tempo...

 


Notas Finais


*Itálico - letra de "Pentagon - Pentagon"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...