História • Pequena Nerd • - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 105
Palavras 839
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 20 - 20° voltar é o que eu mais quero


Mas... Como ele volto, como ele passou a segurança, só a outra Beca pode cuidar dele, como sempre, imprevisível.

Beca: Olha só quem volto, como vai?

Renan: Olá Beca, vou bem, obrigado por perguntar, como você está?

Beca: Melhor impossível, que tal você me contar o por que de você estar aqui, hum?

Renan: Há, só vim fazer uma visitinha, nada demais, soube que os paparazzis estão no seu pé, você pode muito bem cuidar disso.

Beca: Disso eu posso resolver mais tarde, mas agora preciso cuidar de uma certa pessoa. -disse e depois, peguei no pescoço dele e empurrei na cama ameaçando enforca-lo.-

Renan: Vejo que ficou mais forte, mas você não gostaria de saber o por que de eu vir pra cá?!

Beca: Desembucha, não tenho tempo pra você.

Renan: Ele quer que você volte, disse que você foi a melhor pra ele.

Beca: Se ele quer que eu volte por que ele não veio aqui. Seria mais fácil acabar com isso com minhas próprias mãos. -dei um aperto no pescoço dele.-

Renan: Ele disse que vai matar seus pais, inclusive estão viajando a casa, por isso entrei, um ponto cego.

Beca: Ele não pode matar meus pais, tenho um segredo muito valioso dele, se ele tentar algo contra alguém próximo, pode-se dizer, tchau.

Renan: Não tenho nada com isso, só sou o mensageiro.

Beca: Caiu de cargo foi?! Nada mais justo.

Dei mais alguns recados pra ele passar e mandei ele embora, vocês não devem estar entendendo nada, bom deixe-me explicar, antes quando não tinha controle sobre minhas duas personalidades eu me envolvia com coisas erradas, uma delas foi entrar pra uma facção, sim, sempre fui uma encrenca, eu era a parceira do chefe, quando comecei a me controlar mais, eu saí por que não era meu tipo, desde então eles me querem de volta.

Eu queria voltar, mas pode dar merda, eles não sabem que sou instável, tenho muito a perde, mas também muito a ganhar.

Você não queria voltar, você quer voltar, mas não admite pra você mesma, eu posso realizar seu sonho, me deixa fazer isso?

Agora escuto com mais clareza ela falando, acho que não tenho muito a perde, se eu cair, levo todos juntos, tenho provas suficientes pra levar todos pro buraco, sim, eu vou entrar, vou voltar pra eles.

Algumas horinhas depois.

Neste exato momento, estou sentada no sofá recebendo um sermão dos meus pais, por que? Se você pensou que eles descobriu sobre eu não estar tomando os remédios, você está errado, eles viram eu fumando, na pista de skate, e eles sabem muito diferenciar o cigarro normal, do com remédio, eles não achavam ruim por que não tinha nicotina, mas fazer o que né?!

Mamãe: BECA, VOCÊ ESTÁ ME OUVINDO??

Beca: To, eu já entendi tudo, posso subir pro meu quarto?! Obrigada, de nada.

Subi ignorando eles, não que eu esteja odiando eles, mas eles sempre põem pilha na minha cabeça, eles querem que eu erde a empresa deles, mas... eu sou só uma adolescente, eu não quero isso por enquanto, e eles sabem que eu não preciso me esforçar tanto, eu tenho potêncial, eles só precisam crer em mim.

Fiquei uns minutos pensando, tipo, boiando, vegetando na minha cama, mas sério, meus pais botão muita pressão em cima de mim. Enfim, vamos continuar o dia, não posso mudar o que eu decidi, agora que eu lembrei, tenho que ligar pro Renan avisando que voltei, realmente não me imaginei fazendo isso.

Ligação:

Renan:
Alô, quem tá falando?

Beca:
Sou eu fuinha, eu queria botar um assunto em dia.

Renan:
Ho que ótimo, mas qual seria?

Beca:
Sobre eu voltar pra facção, eu aceitei, fala pro chefe que eu voltei.

Desliguei, com eles eu sou arrogante só pra deixar claro, mas vamos ver o que vai acontecer depois disso.

Chegou uma mensagem, essa pessoa poderia ter me ligado mas não tem problema eu quero me distrair mesmo.

Mensagem:

Girafa doida:
Oi pequena, queria saber se vc está bem (: e tbm, pq vc teve aquela crise lá na escola.

Beca bipo facção:
Há, eu tô bem ss, e vc? E quanto a crise, eu tinha esquecido de tomar o remédio, mas já resolvi isso.

Girafa doida:
Tô bem ss, na próxima nn esquece, podem fazer algo contra ti, eu fico preocupado :/

Beca bipo facção:
Nn se preocupe babe, ninguém me fará mal.

Girafa doida:
Tudo bem, babe, sua sogra tá mandando eu passear com o cachorro, tenho q ir ;-;

Beca bipo facção:
Tudo bem.

Beca bipo facção:
Perai, sogra?

Beca bipo facção:
Danilo volta aqui..

Beca bipo facção:
Eu gostei, fala pra sogrinha q eu mandei bj.

Sai do celular e fui pro computador, tenho que ver o que a facção tá fazendo, enquanto eu estava fora, posso usar isso ao meu favor também, pera aí, se eles tão monitorando minha casa, isso significa que eles estão vendo e ouvindo minhas conversas e ligações.

Haaa, mas eles estão fudidos, vão comer na minha mão.

To be continue.


Notas Finais


Capítulo pequeno mas eu vou fazer o próximo maior, tentar, mas eu sei que consigo, bom ate a próxima beijoos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...