História Pequenina - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Estrupo, Incesto, Morganna, Mpreg, Pequenina
Exibições 43
Palavras 795
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Aquele imbecil


Eu fiquei sentada em uma das cadeiras de frente pra enorme janela do aeroporto, divagando sobre como luke pode ser perfeito quando quer, até ver seu avião partindo, e levando o amor da minha vida com ele. Logo me levanto e chamo um taxi pra me levar de volta pra casa do meu irmão, ele não é meu irmão de verdade, mas fomos criados praticamente juntos, desde sempre eu o chamo de irmão, ele é um ano mais velho que eu, tem a aparência praticamente igual a minha, ele tem até o mesmo sobrenome que eu, e a teimosia que só um Garcia tem,  então é meu irmão sim, e se alguém se opuser leva um soco na cara.

Quando cheguei fui direto tomar banho, eu estava atrasada, tinha que buscar um trabalho na casa da minha outra “irmã”, fui correndo pra lá, e quando chego me deparei com a cena mais aterrorizante da minha vida: Paulo está jogando no sofá com a cabeça apoiada nas pernas de Cat, está com os braços, pernas e rosto todos cortados e roxos, além de estar chorando e soluçando.

Paulo e Cat são meus melhores amigos, assim como João, meu irmão, nós todos fomos criados juntos, como irmãos, minha mãe até chamava eles de filhos, quando ela ainda era viva, depois que minha madrinha Cecília veio morar comigo ela até tentou nos separar, mas nós somos irmãos e irmãos não se separaram.

Paulo, o que aconteceu com você?? Quem fez isso?

Eu não sei, ele não fala nada desde que chegou aqui - Catharina falou e Paulo soluçou mais forte - parece que ele levou uma surra

Sim isso eu sei, mas QUEM deu uma surra nele? - eu perguntei e Paulo se levantou do colo de Cats

Foi o Kauan, ele que me bateu, disse que queria terminar cmg e quando eu tentei discutir ele me jogou no chão e me bateu  - Kauan era o namorado de Paulo, eu sempre odiei aquele idiota

Certo, eu vou sair rapidinho e já volto, JP sabe onde estão as chaves do carro ??? - disse pegando minha bolsa

O que você vai fazer sua maluca?? Não vai até a casa dele vai? - Paulo levantou do sofá e foi em minha direção 

Talvez, Cats? Vc sabe? Alguém sabe onde estão as chaves do carro?? - disse me esquivando de Paulo 

Estão em cima da mesa, mas vc nao tem carteira pra dirigir - Cats disse com uma cara meio preocupada e meio com raiva 

E aquele idiota não tem permissão pra quebrar meu irmãozinho - pequei as chaves e entrei no carro 

 A casa de Kauan fica a 30 mins daqui. Assim que cheguei lá toquei a campainha e uma garota mais alta que eu (novidade) atendeu a porta usando uma blusa do idiota do Kauan e um shorts mais curto que a minha calcinha (Puta). Com a minha melhor cara de anjinho eu pedi pra ela chama-lo. Ela subiu a escadas e logo depois Kauan desceu

Que surpresa, não está com aquele viadinho do seu irmão?? - eu sequer esperei ele terminar de falar, deu um soco em seu rosto, ele caiu no chão e alisou a bochecha, onde havia ficado uma marca das minhas unhas, ele levantou e veio em minha direção, me deu um tapa e me jogou no sofá, ficando por cima de mim

Você é muito burra, acha mesmo que vc com essa sua estatura de 1,60 vai me vencer? Eu sou muito maior e mais forte do que você - Assim que ele falou isso dei uma joelhada no meio de suas pernas, ele fez uma careta de dor mas ainda assim não me soltou - Sabe, você fica bem sexy nessa posição - ele falou apontando pra mim com o queixo, eu estava em baixo dele com os pulsos presos acima da minha cabeça por uma das suas mãos, uma das pernas dele estava entre as minhas, ele passou a mão livre pelo meu rosto e quando eu ia morde-la escutei uma voz do andar de cima

Amor, vem pra cá, eu estou no banho - (Puta) ele me soltou e foi em direção a porta

Já estou indo amor, só vou me despedir da minha amiga - ele abriu a porta pra mim e, quando eu estava passando por ela ele puxou meu braço e disse

Dessa vez você fugiu, mas da próxima eu vou aproveitar tudo o que eu sei que você tem pra dar - ele falou com uma cara de safado

Você é nojento Kauan, eu tenho vergonha te um dia ter confiado o meu irmãozinho a um imbecil como você - falei enquanto passava pela porta 

Entrei novamente no carro e dirigi ate a casa da Cat


Notas Finais


Oq acharam???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...