História Perdendo a inocência - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Exibições 157
Palavras 803
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Perdendo a inocência - Capítulo 1 - Capítulo 1

Lauren filha acorda está tarde?

Mãe não ainda tá cedo!

Lauren levanta essa bunda da cama antes que eu te derrube dela, você já tem 15 anos, então pare de fazer bira e levanta daí.

Eram 6:00 da manhã às aulas começam as 7:00 hoje e o primeiro dia de aula no ensino médio não conheço ninguém naquela escola então pra que pressa. Acorda pela manhã com erecao matinal e ruim para mim afinal que menina teria um problema assim, só mesmo uma estranha intersexual como eu. Levantei para ir ao banheiro já estava nua mesmo, gosto de dormir sem roupa e mais confortávelesmo porque vou ter que passar o dia usando o short de compressão, fis minha higiene matinal coloquei uma calça azul clara cintura alta e um cropede branco que mostrava um pouco da minha barriga, passei um batom vermelho nos lábios e um deixei os cabelos um pouco bagunçados, não é porque tenho um pau que vou ser menos feminina pois adoro me arrumar.

Mãe, quem vai me deixar no colégio? falo ao descer as escadas e encontrar com minha irmã Taylor e meu pai Michel tomando café na mesa.

Sente se lolo papai vai nos deixar na escola. Falou Taylor enquanto mordia uma torrada.

Vou sim filha e terminem logo pois não quero chegar atrasado no escritório. Falou ao se levantar e caminhar para a garragem para retirar o carro.

Sabe pai eu deveria ter um carro.

Quando você fizer 16 anos e tirar a carteira pode ter um meu amor. Disse minha mãe beijando minha cabeça.

Agora toma logo o café para não chegar atrasada no primeiro dia de aula.

Ao chegar no colégio eu não tive a melhor das sensações vi uns meninos arremessando outro em uma lata de lixo e umas meninas se agarrando com uns caras que pareciam bem mais velhos que elas. Adentrei no colégio procurando a secretária para pegar meus horários das aulas, graças a Deus não tive nem um problema. Ao chegar na secretaria ouvi uns gritos e derepente uma mulher passou por mim quase me jogando ao chão. Quando olhei para a porta da diretoria de onde a mulher sairá um homem alto de cabelos parcialmente brancos de traços fortes saiu apressadamente mais parou ao me ver ali.

Olá está perdida ou quer alguma coisa? Perguntou ele olhando fixamente em meus olhos.

Eu vim ver meus horários das aulas.

Tudo bem posso te ajudar com isso, me siga.

Entrei em sua sala e peguei meus horários verificando qual era a sala quando alguém esbarra em mim e nos duas vamos ao chão. Me levanto pegando minhas coisas, quando ela olha para mim fixamente em meus olhos ela era bonita cabelos claros pele branca olhos castanhos.

E me desculpe, eu estava distraida, falou ela desviando sua atenção de mim e recolhendo as coisas que caíram no chão.

Tudo bem eu também estava distraida, prazer Lauren, Lauren jauregui. Falei enquanto estendia a mão para ela se levantar.

Lucy, Lucy vives, bem eu só novata aqui estou meio perdida.

Eu também sou novata então acho que vamos ter que descobrir juntas mesmo.

Acabou que eu e Lucy tinhamos quase todas as aulas juntas e a professa de inglês que informaram ser uma novata não deu aula então tivemos um horário vago com isso. Lucy demonstrou ser uma pessoa legal e divertida e fizemos amizade naquele dia.

Quando cheguei em casa minha mãe falou que Cris iria jantar em casa com sua nova namorada que estava trazendo para apresentar a família. Cristopher era 8 anos mais velho que eu, ele tinha 23, trabalhava no escritório de advocacia com o papai e morava em seu próprio apartamento . Era uma cara muito certinho e rígido, minha mãe dizer que ele estava trazendo uma namorada para apresentar a família era como dizer que seria a futura nora dela. Subi para tomar um banho e retirar o short de compressão. Cabei pegando no nosso.

Acordei com minha mãe batendo na porta e me pedindo para descer pois Cris logo chegaria com a suposta namorada.

Desce as escadas sem multa vontade coloquei um vestido branco de alças soltinho e um cordão com uma cruz no pescoço que sempre gostei de usa, sentei no sofá enquanto Taylor ajudava minha mãe a ajeitar a mesa. Meu pai descia as escadas quando a campainha tocou com certeza era eles. Meu pai abriu a porta e Cris entrou como sempre muito sério abraçou o meu pai e em seguida eu quando uma figura magra um pouco menor que apareceu nos cumprimentando ela era linda cabelos castanhos corpo definido e um boca pequena ela sorria e quando sai do meu pequeno transe A cumprimentei. 

Olá eu sou Lauren jauregui.

E um prazer conhecer Lauren eu me chamo Camila Cabello.

Bem vamos entrando meu pai abriu espaço asim como eu, minha mãe e irmã também apareceu os cumprimentando. Logo que terminaram as apresentações fomos para a sala de jantar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...