História Perdição - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Biber
Visualizações 36
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nunca peça carona à um estranho, pois ele pode ficar com medo da tua feiura.😂😘

Capítulo 25 - Um desconhecido


Fanfic / Fanfiction Perdição - Capítulo 25 - Um desconhecido

Justin 

-Emma,acorda,vamos meu amor acorde,você não pode me deixar aqui...por favor.-Emma estava desacordada no meu braço,sua respiração estava fraca e eu quase não sentia seu pulso.

-Mãos na cabeça.-O homem alto de terno preto estava com a arma apontada para minha cabeça.Olhei em seus olhos e senti uma raiva imensa me invadir,aquele desgraçado havia atirado na mulher que eu amava e eu sem dúvida não ia ficar ali sem fazer nada.

-Ela vai morrer se não receber ajuda,sei que você esta aqui por minha causa,mas ela não tem nada haver,então me deixe ajuda-lá.

-Sinto muito,mas se ela morrer vai ficar muito mais fácil as coisas para minha patroa.

-E quem é sua patroa? -Perguntei tentando destrai-lo para conseguir pegar a arma que estava embaixo de Emma.

-Eu não sou pago pra conversar com minha carga,agora vamos,antes que a polícia apareça.

-Carga? Eu gostaria de receber um apelido melhor.-Peguei a arma debaixo de Emma e antes que o homem fizesse algo eu atirei no lado direito de sua barriga,ele caiu inconsciente no chão.-Vamos Emma,não podemos ficar aqui.-Peguei ela no colo e a coloquei dentro do carro e a levei para o hospital.


Eu entrei correndo no hospital com Emma no colo pedindo ajuda,logo enfermeiras apareceram para socorre-lá.

-Senhor,sinto muito mas não pode entrar aqui.Ela levou um tiro de raspão na cabeça  e vai precisar fazer uma cirurgia.-Minhas pernas gelaram e meu coração parecia que estava na boca.

-Mas ela vai ficar bem,não vai?

-Eu lamento,mas só vamos saber depois da cirurgia.-A enfermeira entrou na sala,onde Emma havia desaparecido e me deixou sozinho.Fui até a recepção e pedi para uma moça deixar eu fazer uma ligação.

Los Angeles 

Violet 

Eu corri para o escritório,onde Lisa estava trabalhando.

-Lisa...-Minha respiração estava ofegante,Emma notou o meu olhar e logo uma onda de preocupação tomou conta de seu rosto.

-O que houve?-Ela perguntou se levantando e vindo até minha direção.

-Onde estar o Jasper?

-No quarto dele,por que o que aconteceu?

-Emma...

Califórnia 

Justin 

Depois de algumas horas o pessoal chegou até o hospital.

-Onde ela está?-Jasper correu até minha direção.

-Na cirurgia,estou sem notícias desde então.-Abracei Violet tentando reconfortala.

-O que aconteceu?-Lisa gritou com raiva.-Por que não a protegeu?

-Calma Lisa,ele não teve culpa.-Violet tentou me defender e acalmar Lisa.Mas um médico apareceu antes e enterrompeu nossa discussão.

-Vocês estão com a Emma Benet?-Acenti que sim com a cabeça e ele continuou.-Ela foi baleada na de raspão na cabeça,mas acabou atingindo um nervo-nervoso e tivemos que operala,mas ela já está estável.

-E podemos vê-la?-Jasper perguntou com esperança.

-Ainda não,ela está descansando por conta da nestesia,mas mais tarde vão poder.Tem mais um problema,ela levou um tiro e eu tive que avisar a polícia,regras do hospital.

Todos nós nos entreolhamos e pude sentir uma tenção,mas não me importei muito porque Lisa daria um jeito.

Ela já estava acostumada a resolver situações com a polícia, essa era a especialidade dela,arrumar a bagunça da gente.

Uma hora depois a polícia já havia aparecido,Lisa inventou uma história sobre um assalto.

Contei o local a onde havia atirado no homem,mas a polícia disse que não havia ninguém lá. 

-Vai ficar tudo bem.-Violet tentava me consolar,mas ela não sabia ainda que eu e Emma estávamos juntos,nenhum deles sábia.

-Ela acordou.-A enfermeira apareceu nos informando,eu não pensei duas vezes e corri para o quarto de Emma,com Lisa,Jasper e Violet atrás de mim.

Entrei no quarto e meu coração acelerou,Emma estava sentada na cama do hospital encarando uma gelatina verde.

-Aí meu Deus,você quase me matou de susto mi amore.-Jasper passou por mim abraçando Emma,seguido das meninas.

-Quanta preocupação!-Ela disse rindo,ainda não havia notado minha presença.

-Você não viaja mais sem a gente.-Lisa disse parecendo uma mãe.

-Que bom que você está bem,estava tão preocupado.-Disse fazendo todos olharem pra mim.Ela me encarou por um segundo então fez meu coração gelar.

-Quem é você?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...