História Perdição - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Zayn Malik
Visualizações 128
Palavras 1.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, sou eu listras, a criadora das fanfics:
Psicopata
Vizinho
Autista
Desejo
Sexy militar
Escravo
Give me love
Sonhos eróticos
O chefe
Insano

Enfim...

Se você le alguma delas por favor leita até o Final, eu perdi tudo todas minhas forças e idéias, alguém denunciou maldosamente minhas histórias e o social spirit me baniu, eu perdi mais de mil amigos, 300 seguidores, 9 historias, mil capítulos e meus leitores que eram tudo pra mim!!! Estou tentando voltar e se vc foi ou era meu leitor pelo amor de Deus não me abandone eu irei tentar postar novamente tudo que perdi, comecei esta fanfic hoje e que vai abortar um tema bem proibido, eu espero mesmo que gostem e por favor não deixem de comentar favoritar e me apoiar se gostarem!

Capítulo 1 - Prólogo



Todas as noites aquela menina que já era chamada de mulher por agora estar casada sentia um pouco da solidão tomar conta de seu corpo, ou talvez de sua alma, era como se uma vida a dois fosse vivida apenas por um enquanto a mesma vivia presa entre as paredes da sua própria casa, a base de remédios que estimulavam o sono e o apetite, fazia tanto tempo que a pobre moça não sentia se acalentada, não se sentia desejada ou então amada pelo seu próprio marido, aquele que jurou a ela amor e companheirismo eterno, e que por ironia só lhe dava o oposto do prometido. 



" Veja bem, você é linda demais para ele querida, esperta jovem e carismática demais para um homem como este, você não precisa dele para muita coisa, tem uma carreira brilhante com sua beleza, olhe para você, você é uma modelo, quantas não queriam Ser assim? Ter o que você tem? Vai deixar que um homem assim tire seu valor? Tive sua viscosidade e seu brilho? 

- Eu o amo, sei o jeito que ele tem mas podemos concertar isso não podemos? Nem tudo é separação ou divórcio e eu não quero meu nome exposto com uma separação precoce ao segundo ano de casada, eu sei dar conta e posso mudar isso, tudo que construí não foi em vão.


- O que construiu ao lado deste homem? Alguma coisa que trouxe sua felicidade? Ou construiu uma relação forcada? Uma relação onde você finge estar bem e ele realmente está bem? Saindo por ai sem você e sabe lá Deus o que, fazendo. 


- É uma fase, casamento não pode ser desconstruído assim, sem nem tentamos...


- Abra os olhos, só quem esta tentando algo é você e tá tudo bem pra ele, é claro que esta, faz o que quer, na hora que quer e depois volta pra casa porque sabe que vai te ter ali, fazendo favores pra ele e o ajudando a fingir ser o marido ideal, aposto que nem culpa ele sente por agir desse modo.

- Ele se importa comigo, sei que se importa...


- Me prometa abrir os olhos, você é jovem demais para sofrer por algo ruim... "


Enquanto aquele diálogo voltava a ser passado pela mente da menina um barulho de chave no apartamento escuro se faz presente, era ele chegando tarde de algum lugar, só poderia ser ele com alguma desculpa na ponta da lingua.

- Onde você esteve? Eu te esperei o dia todo...  - A mulher falou se dirigindo até a porta do imóvel mas para sua surpresa não era seu esposo parado ali, era um homem de aparência magra e totalmente desconhecido. 


- Olá, por favor não se assuste, sou Zayn Malik. - O homem moreno estendeu as mãos para a mulher, Malik, era o mesmo sobrenome de seu marido. - Eu sou irmão do Steven, nós não nos conhecemos mais eu deduzo que você seja mulher dele.

- Ele não falou de mim?

- Bom, tudo que ele falou foi que eu podia vir pra cá, ele me deu as chaves do apartamento e o endereço, pediu para eu ir na frente porque tinha assuntos a ser resolvidos no escritório, eu sinto muito chegar assim... Eu só vim porque não tenho onde ficar, a única pessoa que pode me acolher é meu irmão, por mais distante que somos ele ainda é meu irmão... Eu sinto muito atrapalhar, ter entrado assim... Eu só pretendo ficar aqui por alguns dias até acertar tudo.

- Não, não precisa de desculpar, você é o irmão do Steven, é da familia também Zayn, a casa é sua. - A mulher sorriu e Zayn sorriu de volta. - Sou Anne.

- Você é linda Anne, Steven é um homem de sorte... - O moreno de sorriso lindo beijou a face da mão da menina. 

- Você não se parece nada com Steven, nem nos traços e muito menos no jeito. 

- Você acha? Bom, isso é ótimo então. - Riu. - Eu e Steven sempre tivemos gostos diferentes e por isso idéias diferentes, ele é chato então fico feliz por não me parecer com ele. Ele sempre foi o mais certinho, o que gostava de se gabar na mesa do jantar que tinha as melhores notas sabe? Não que eu fosse ruim, mas ele fazia questão de ter o ego cheio de superioridade e eu deixava, eu nunca me preocupei em mostrar que era o melhor em algo, eu vivia e vivo pra fazer o que eu gosto e ser feliz.


- Isso é tão lindo Zayn, sério, esse seu jeito de pensar... Você tem toda razão no que diz. - Anne concordou pensando na frase " Viver pra ser feliz. " Ela sempre teve vontade de fazer isso. 

- Enfim, eu estou aqui porque as coisas não deram muito certo na outra cidade para mim, mesmo assim isso não me abate, tudo vai se resolver, é só eu querer e ir atrás. - Anne se permitiu sorrir com a positividade do rapaz, as palavras que ele dizia animava e dava um pouco de esperança a ela também.

- Com calma tudo se ajeita, você é família do Steven tenho certeza que ele vai poder te ajudar, pode contar comigo também.
- Você é tão doce. - Zayn sussurrou fitando a mulher em sua frente. - Tão doce e delicada, estou feliz por te conhecer Anne.

- Igualmente. -Sorriu. - Vem, eu vou te mostrar o quarto de hospedes.


- Qualquer lugar que dê pra mim dormir eu durmo, sem frescuras, é sério.


- Outra coisa que não puxou ao Steven, ele é um nojo quando quer. - Anne confirmou e Zayn riu. 

- Você trabalha? - O moreno perguntou.


- Eu sou modelo, não modelo de passarela, sou modelo de roupas e em especial modelo de uma academia... Por causa do meu...


- Do seu corpo, óbvio. - Ele disse analisando o corpo delineado que ela tinha.


- Mas eu dei um tempo, Steven não aprova muito essa ideia...

- Não acredito que ele interfere no seu trabalho. - Malik disse se arrependendo segundos depois. - Perdão, eu não quis me meter nisso. 

- Bom, o quarto é este, ao lado do nosso quarto, você vai gostar, acabamos de reformar.

- É lindo, pra mim esta perfeito. - Sorriu grato. 

- Não trouxe as malas?

- Não, na verdade eu deixei tudo para trás Anne, é uma longa história.

- Tudo bem, amanhã nós vemos isso, já esta tarde eu vou deixar que descanse, boa noite Zayn.

- Boa noite linda. - Ele sussurrou vendo a menina se virar. - Ah, Anne não espere Steven acordada, descanse é melhor. - Zayn tentou alerta lá.

Anne sorriu pela simpatia do rapaz certamente em tempos não conhecerá alguém tão feliz e positivo por ali, ele sem dúvida alguma era diferente de seu marido rancoroso e sério que deixava um clima pesado e cheio de problemas por onde passava, Zayn Malik não, ele era diferente, era leve e alto astral, ele era do tipo que incentivava e não derrubava, Anne estava feliz por ter alguém assim em seu lar, talvez o moreno mudasse um pouco do ambiente porque era disso que ela precisava tendo tanto stress por lá, mudanças positivas.
" Eu nunca me preocupei em mostrar que era o melhor em algo, eu vivia e vivo pra fazer o que eu gosto e ser feliz."
 


Notas Finais


Olá, eu perdi as nove histórias que escrevia e resolvi recomeçar, espero que você goste e acompanhe está historia com Zayn Malik chamada insano:



O amor patológico é uma doença que causa dependência como se fosse uma droga, só que nesse caso, a droga não é um produto químico ou álcool, é a pessoa pelo qual o indivíduo está obcecado, chega a um ponto que o amor fica obcecado e a pessoa deixa a sua vida para viver a do outro ou não permite que o parceiro tenha vida própria, muita das vezes a vítima é forçada e em casos mais extremos é sequestrada pelo indivíduo incontrolável, ele segue e vigia seu alvo incessantemente. É uma sensação química e quando o amor passa a ser doentio a pessoa tem crises se está longe ou sem a pessoa tem sentimentos de culpa. É como se fosse uma droga que não se pode ficar sem. A pessoa doente torna impulsiva e compulsiva devido ao vício. O amor se transforma em um sentimento destrutivo e que em alguns casos pode ocasionar tragédias como crimes e suicídios. O obcecado se torna insano, louco e compulsivo, seus atos o tornam violento e ameaçador.


- Você é minha Ellie, só minha. - O moreno roçou o nariz na pele da garota. - Você é minha escolhida e ninguém vai te tirar de mim.


Zayn conseguia ser pior que aquilo, ele era insano e capaz de tudo, qualquer pessoa que estivesse em seu caminho estava fadado a esse destino de loucura.


Aqui ta o link da fanfic : https://spiritfanfics.com/historia/insano-9939394


Por favor de uma olhada eu garanto que é uma história bonita e complexa!

Muito obrigada pela atenção viu? Espero te ver lá


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...