História Perdida nas Sombras - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Tags Eldarya, Guarda Sombra, Nevra, Romance, Shadow, Sombra
Exibições 77
Palavras 365
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


EU SEI QUE EU DEMOREI, DESCULPA
Eu tinha esquecido da fic *corre*
Lembrando que, se vocês me matarem, não tem continuação ❤

Capítulo 3 - Capítulo 2 - Olhares e insinuações


Ótimo, já estou em uma das guardas e já até ganhei meu mascote. Entretanto, ainda não sou boa o suficiente, pelo visto. Ezarel é um idiota, fez de tudo para que eu fosse embora. Parece que seu plano deu errado, pois acabamos descobrindo que eu, de certa forma, faço parte desse mundo, e agora ficarei presa aqui. Eu realmente desejava voltar para o meu mundo, mas tudo possui um lado bom; o ponto positivo da minha estadia aparentemente fixa neste mundo tem nome e uma sensualidade inegável: Nevra.

Não que ele tenha ficado do meu lado e me defendido; contudo, não consigo parar de sentir arrepios quando ele está por perto. Não tenho motivo algum para sentir isso; deveria odiá-lo, assim como os outros. Mas não posso, é simplesmente mais forte do que eu. Sei que é algo clichê, mas é a verdade. Além disso, toda hora nos encontramos. Posso estar ficando louca, mas parece que uma força maior pretende nos unir.

Quando fugi da prisão, a primeira pessoa a me ver foi ele. Notei um olhar voraz, de desejo. Ainda teve a audácia de me perguntar se a hora do almoço tinha sido adiantada. Mandei que se afastasse, mas meu real pensamento não era bem esse. Antes de realizar o teste dos mascotes, encontrei-o no corredor. Ele me assustou, chegou a desconfiar de que eu estava tentando fugir e sorriu para mim, me fazendo ficar vermelha. Ao final do teste, quando revelei que estava em sua guarda, não me pareceu muito contente, mas Ezarel acabou revelando que ele estava apenas fazendo "charme" para mim. E quando fui à caça do mascote do Mery, ele julgou necessário me acompanhar, por achar que o exterior do QG era perigoso. Chegando bem perto da minha orelha e me fazendo arrepiar, disse em meu ouvido: "Quem sabe eu não sou ainda mais perigoso?"

Nós tivemos muitos encontros, e cada vez que eu o via, sentia uma onda de calor percorrer meu corpo. Ele se insinuava para mim o tempo inteiro, e precisei me manter forte para resistir à tentação. Eu ainda não posso fazer tudo o que desejo com ele, mas é questão de tempo, pode ter certeza.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...