História Perdido• - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Família/ Empresa/ Poder
Exibições 10
Palavras 807
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá...
bem não é a primeira vez que escrevo !!!

Mais a cada historia.. para mim é sempre a primeira vez ^^^
espero que gostem desse novo mundo que estão preste a embarcar..

Que possamos ser amigos,,
boa leitura +

Capítulo 1 - Meu Recomeço


Como começar uma nova vida a partir do zero  ?

Arrumar um emprego, ter uma grana e reconstruir minha vida,  é até que parece fácil, mas... Não basta apenas colocar tudo isso em uma lista e dizer que tudo ira melhorar mais nunca vai. Tentei de tudo, tudo mesmo para conseguir um emprego.

PASSEI EM LOJAS, ESCOLAS, EMPRESAS, JORNAIS, BANCAS, FARMÁCIAS, ATÉ BABÁ EU TENTEI.

Mais a unica coisa que consegui mesmo foi trabalhar das 13:00 ás 19:30 atrás de um balcão de uma cafeteria. Pelo menos  iria receber 900,00 por més, Já era alguma coisa.

Eu tinha acabado de chegar em Seul, não morava com meus pais e nem irmãos... na verdade já não os via a 5 anos. Sai de casa para estudar com 15 anos em um colégio interno. Tinha acabado de fazer 20 anos foi quando a escola me libertou, para seguir minha vida me deram uma passagem para voltar para minha antiga cidade. É eu sei, eu ainda me pergunto.  Minha família tinha me abandonado, para sempre ?.

Ninguém ligou ou disse que estava me esperando na estação, mais eu já esperava isso deles.. todos eles são iguais e se tratam da mesma maneira.

JIMIN ... VOCÊ TEM  QUE SER FORTE ! .

Cheguei hoje as 10:00 horas a cidade parecia a mesma de 5 anos atrás as pessoas como sempre, eram ocupadas com os seus trabalhos, a unica coisa era que não se via mais pessoas sorrindo e muito menos crianças correndo nas ruas, a alegria havia desaparecido .  A escola havia me dado algum dinheiro para que eu não precisasse morar na rua. Com o dinheiro deu para pagar 2 meses de um apartamento bem caído, com a vista para uma parede de tijolos vermelhos, lá em baixo era possível admirar um senhor bem sujo que dormia com ratos e vasculhava o lixo. O banheiro era bem horrível o chuveiro não funcionava direito, a água mal cobria a meu corpo, a banheira estava toda manchada uma cor de ferrugem, não me atreveria a encostar minha bunda naquela porcelana suja era bem possível contrair uma DST. Não é exagero não, aquilo estava uma nojeira só estava com medo de encostar em qualquer coisa que se mexesse ou que tivesse a cor estranha. A cama era bem vagabunda e o travesseiro parecia pedra. Em fim, tinha pegado no sono depois de muito esforço até acordar ás 4:00 da manhã com o maldito trem que passava ao lado  do apartamento. As paredes só faltavam cair, a mesinha com as pernas raspadas e roídas por ratos, tudo tremia e o teto por um momento achei que ia desabar sobre minha cabeça.

- DROGAAA, Não é possível, daqui a pouco vou ter que pegar latinha para sobreviver.

- Não é tão ruim assim, pegar latinha parece uma boa ideia..vai ser melhor do que ficar aqui esperando o teto cair sobre você.- disse um garoto que estava parado sobre a porta do único cômodo. Ele parecia mais velho e seus olhos escuros eram refletidos sobre a luz que atravessava as janelas trincadas.

 

- O que você esta fazendo aqui eu não tenho nada aqui para roubar.- perguntei a ele.

- Calma não sou um ladrão.- soltou um pequeno sorriso em meio a escuridão.- Eu moro aqui com meus pais e pedirão para ver como esta o novo hospede, na sua primeira noite no inferno.

- A-ah me desculpe, eu não sou acostumado a ver homens entrar pela porta do meu quarto ás 4 horas da manhã.- respondi a ele e vi que soltou um pequeno riso.- Mais enquanto a pergunta, estou tentando sobreviver ao primeiro dia no inferno.

- Aceita um vinho.- ele colocou a mão para dentro e acenou com uma garrafa de vinho tinto nas mãos. - Não posso beber dentro de casa meu pai me mataria.

- É P-pode, mais eu não bebo.

Ele pegou dois copos no armário caído e disse alguma coisa mais não ouvi direito, pois outro trem começou a passar. Se sentou do meu lado na cama e sussurrou no meu ouvido.

- Bom saber que o trem passa as 4 horas e as 4:30.

- Ata obrigado.- respondi a ele.

Ele pegou um dos copos e colocou um pouco de vinho fez o mesmo com o outro.

- Toma.- disse.

- Eu não bebo.

- Vai só hoje, por mim.- ele me ofereceu o copo de novo.

- Por você ? Eu nem te conheço.

- Me chamo Jung-Kook.- ele sorriu.- Tenho 19 anos, e odeio morar com meus pais, e você ?

- Sou Park Jimin, tenho 20 anos desde uma semana atrás, e não odeio morar com meus pais porque não moro com eles.

- Pronto agora a gente se conhece, agora beba.

ENTÃO EU BEBI. E FICAMOS ATÉ O SOL NASCER CONVERSANDO SOBRE NOSSAS VIDAS.

 


Notas Finais


ENTÃO ?
espero que estejam gostando, pelos menos quem estiver ai lendo.
desculpe pelos erros, não tive tempo de revisar, acabei de terminar agora o capitulo.

estarei esperando vocês no comentário... kissus de paçoca !!!

até o próximo capitulo........fuiiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...