História Perdidos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Comedia, Eutobemlokamesmo, Jikook, Mpreg, Namjin, Yaoi, Yoonseok
Exibições 61
Palavras 1.629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii, gente! <3 Queria agradecer pelos favs e os coments do cap anterior! Vocês são demais. <3 Eu demorei um pouco para trazer o capítulo, mas eu prometo que não demorarei tanto da próxima vez.
Dedico o cap à Margô meu mozao e a Larissa <3 espero que gostem, meninas, assim como todos que lerão minhas noias.


Boa leitura~!

Capítulo 2 - Dois


- Iremos para a floresta menos conhecida de Daegu! - dei um grito, vendo os outros finalmente calarem as malditas bocas.

Eles me encaravam com pontos de interrogação nos olhos, até mesmo os filhos de Jungkook ficaram quietos.

- Por que uma floresta? - Taehyung foi o primeiro a interrogar.

- Eu acho divertido... Algo diferente é sempre legal. - Namjoon apoiou a minha ideia e eu acabei sorrindo, nos dávamos bem em quase tudo, afinal.

- Eu acho terrível! - Taehyung levantou do sofá, colocou as mãos na cintura e me olhou com nojo. - Você quer nos enfiar no mato? E os meus perfumes irei usar aonde? Minha maquiagem nova eu vou estrear para os mosquitos? - Taehyung passou a ter seus ataques de loucura, e felizmente saiu da sala resmungando que os esquilos comeriam seus produtos de beleza.

Limitei-me a revirar os olhos e encarar os outros que pareciam pensativos.

- Eu apoio sua ideia, hyung, mas não podemos levar os gêmeos. - Jimin apontou para os filhos e Jungkook concordou, já se levantando para ninar Haemin em seu colo que estava pegando no sono.

- Graças à Deus. - Yoongi soltou, sentando-se ao lado de Hoseok que deitou a cabeça em seu ombro enquanto traçava linhas aleatórias com a caneta no mapa.

- Eles não podem ficar com a sua mãe, Jimin? - perguntei.

- Eles não vão conseguir ficar longe da gente por uma semana.

- Então leve eles juntos. - Namjoon disse como se fosse óbvio, Jimin e Jungkook eram um casal muito lento para tomar decisões rápidas.

- Para o meio do mato? - Jungkook bufou.

- Então vocês ficam aí cuidando das crinaças. - esqueci de mencionar que Namjoon era um pouco meio que sem paciência para enrolações.

- Ok, ok, sem discussões! - levantei-me. - Temos até amanhã para pensar se Haemin e Jaemin vão conosco ou não, tudo bem? - o casal concordou com a cabeça. - Pretendo sair daqui no fim da tarde e pegar estrada.

- Não vamos de ônibus? - Hoseok manifestou-se, levantando a cabeça do ombro de Yoongi que o fez deitar novamente.

- Bom, eu pretendo pegar a minha caminhonete. Há sempre postos de gasolina na estrada, então acho que não precisamos nos preocupar muito. - expliquei.

- E também podemos nos revezar no volante, todos aqui sabem dirigir.

- Menos o Kook. - Jimin lembrou, então Taehyung brotou na sala com uma maça em mãos.

- Claro, com dois filhos pra criar, quem é que vai ter tempo de tirar uma carteira de motorista? Sendo uma criança ainda? - alfinetou e eu me segurei para não beslicar seu braço, visto que ele estava do meu lado.

Jungkook limitou-se a mostrar o dedo do meio para Taehyung enquanto terminava de ninar o filho adormecido nos braços.

Yoongi ria escandaloso do veneno que Taehyung soltara, o que fez Hoseok resmungar que era para ele parar de se mexer.

Resolvi ignorar a discussão que se iniciara entre eles e chamei Namjoon para me ajudar a arrumar os colchões na sala para os meninos dormirem - sim, eu dividiria minha cama com Namjoon pois ele não via maldade alguma nisso. Já eu...

Depois de arrumarmos tudo, todos tomaram banho enquanto eu preparava a janta. Comemos em meio à risadas e piadas idiotas de Hoseok e Yoongi e acabei percebendo o olhar de Hoseok toda vez que encarava Yoongi, e vice-versa.

Eu podia estar vendo coisas onde não haviam, mas qualquer um que olhasse de fora poderia dizer que estão apaixonados ou até mesmo namorando.

Depois disso fui o último a tomar banho - pra variar -. Saí do banheiro praticamente caindo de sono e fui até a cozinha pegar um copo de água, vendo Jimin secar a louça enquanto Namjoon lavava e Jungkook preparava a mamadeira dos gêmeos.

- Pode deixar o resto aí, deixa que eu lavo - falei cansado, colocando a mão no ombro de Namjoon que virou somente o rosto em minha direção, continuando a lavar os pratos.

- Vá descansar, Jin. - então ele secou rapidamente as mãos no guardanapo que Jimin usava e virou-se para mim, puxando-me pela cintura ao depositar um selar em minha testa. O que claro, fez meu corpo todo tremer de nervoso. - Durma bem, tá? - sorriu e eu assenti, sem conseguir falar mais nada.

Fui para o quarto com o coração na mão, e acabei escutando um comentário de Jimin que me deixou atordoado.

- Vocês parecem um casal, assim como Yoongi e Hoseok.

¥

No dia seguinte meu celular despertou às 6h da manhã. Levantei-me e deixei Namjoon dormindo, fiz minha higiene matinal e dei uma passada rápida na sala, vendo Jungkook acordado amamentando Jaemin.

- Bom dia - falei baixo, e ele me retribuiu, seguindo-me até a cozinha e deixando os outros meninos esparramados nos colchões. - Já tomou café? - perguntei um pouco mais alto por já estarmos na cozinha.

- Ainda não, estava esperando você acordar.

- Deve ser uma mão cuidar de duas crianças. - comentei e ele deu de ombros, terminando de amamentar a criança que voltou a dormir em seus braços.

- Depois de um tempo você acostuma.

Preparei o café, enchendo a mesa de comida - pois eu só tinha amigos esfomeados -, e aos poucos todos foram acordando pelo cheiro das torradas. Entravam na cozinha parecendo uns zumbis.

O dia passava rapidamente. Jimin e Jungkook decidiram que deixariam os gêmeos com as avós e então todos voltaram para as suas casas para arrumar as próprias malas. Marquei um horário para que eles estivessem em frente a minha casa e passei a limpar a caminhonete e deixá-la mais confortável por dentro, arrumei todos os alimentos em uma bolsa térmica, garrafas d'água, e tudo o mais que achei necessário para passar uma semana em uma floresta totalmente desconhecida por nós sete.

Minha caminhonete preta era enorme, tinha exatamente sete lugares - comprei-a pensando nos meus "filhos", e o porta-malas era bastante espaçoso, cabendo tudo o que eu achei necessário e mais as malas dos meninos.

Tranquei toda a casa, não esquecendo de checar antes enquanto os meninos iam se acomodando dentro do carro. Namjoon sentou-se na frente comigo, atrás de nós sentaram Hoseok, Yoongi e Taehyung, e atrás deles os pais de primeira viagem que chegavam a suspirar de alívio sem os filhos por perto.

- Podemos ir então? - eles confirmaram e então eu finalmente dei partida.

Já estávamos a quase três horas na estrada e eu já estava cansado de ficar com a mesma postura dentro do carro ouvindo a maldita voz da mulher do GPS falando para onde eu deveria ir. A estrada desértica já era bastante visível, as diversas árvores já começavam a aparecer por todos os lados e eu resolvi abrir as janelas, aspirando o cheiro sem poluição da cidade, enquanto as estrelas já brilhavam no céu iluminado pela lua.

- Está cansado? - ouvi Namjoon perguntar preocupado.

- Mais ou menos. - respondi.

- Posso dirigir no seu lugar, Jin? - Yoongi se ofereceu e eu apenas aceitei, jogando o carro para o acostamento e trocando de lugar com Yoongi.

Nem tinha percebido que os meninos haviam dormindo, pois quando acordaram, começaram a encher o saco dizendo que Yoongi acabaria metendo todo nós numa fria. Mas eu confiava na capacidade do meu amigo, ele não era tão imbecil como Taehyung estava falando que era.

- Ou ele vai trocar de pista sem querer e vamos acabar sendo esmagados por um caminhão que estará vindo direto para nós, ou quem sabe vamos ir pelo caminho errado - Taehyung falava e ninguém mais aguentava ouvir a sua voz, Yoongi já estava nervoso no volante pois a mulher do GPS também não calava a boca.

- E você por acaso é vidente? - Yoongi pronunciou-se pela primeira vez contra as investidas de Taehyung.

- Não precisa ser vidente para saber o quão burro você é. 

- Olha, meu querido, pelo menos eu me ofereci para ajudar. E você que tá aí reclamando da vida e agindo feito uma velhinha inútil?

- Velhinha é sua mãe, e se eu reclamo é porque é verdade. Vamos nos perder ou morrer.

- Não gostou? Por que não vem aqui e faz melhor então?

- Pelo menos eu confesso que não sei dirigir bem no escuro e não me meto a fazer uma coisa que pode dar errado.

- Gente, por favor, menos - pedi enquanto os outros riam da discussão imbecil.

- Mas eu estou tentando, diferente de você que não faz nada pra ajudar a humanidade. Só ocupa espaço no mundo. - Yoongi passou a olhar para trás para discutir com Taehyung.

- Agora você vai precisar tomar cuidado pois há três direções para irmos. - Namjoon comentou, mas a essa altura Taehyung e Yoongi já gritavam dentro do carro um com o outro.

- Presta atenção na estrada, Yoongi! - Namjoon tentou chamar atenção do garoto que nem ao menos deu ouvidos para si.

Acabamos entrando em uma das ruas que por um momento apagou as estrelas com as diversas árvores que transformavam a estrada em um túnel. E saímos por um lado estranho, muito estranho...

A caminhonete começou a tremer por conta das pedras no chão e o horizonte já se podia ver mais estrelas que o normal. Era como se tivéssemos entrado em outra dimensão, mas era somente um lugar que não havia no mapa. Um lugar muito bonito e vazio.

- Ops... - Yoongi soltou e de repente tudo se tornou silencioso.

- Onde estamos? - Jungkook perguntou.

- Sabe que eu não sei... - foi a resposta de Yoongi.

Estávamos perdidos na estrada de chão batido naquela imensa escuridão e silêncio, onde somente os faróis do carro iluminavam a pista e nossas respirações desesperadas podiam ser ouvidas.

Estávamos perdidos no meio do nada, e tudo por culpa da discussão de Yoongi e Kim Taehyung! 


Continua...


Notas Finais


E então? Comentários para me deixar feliz e animar para att? :3
Gente, confesso que sou apaixonada pelo Haemin e Jaemin <3

Bom, até o próximo cap. ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...