História Perdidos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Echo, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes
Tags Bellamy Blake, Bellarke, Clarke Griffin, Linctavia, The 100
Visualizações 25
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oooi amores, hoje o capítulo demorou um pouco mais pra sair, me perdoem 💔 viajei no final de semana e foi complicado escrever...

Capítulo 3 - Novos inimigos


Fanfic / Fanfiction Perdidos - Capítulo 3 - Novos inimigos

Aquela tarde, depois do almoço, foi amena. Octavia estava certa: a lanchonete era muito boa. Elas passaram o almoço conversando, falando de assuntos triviais como o clima e a festa de recepção dos calouros dali dois dias. Octavia era simpática, apesar da primeira impressão meio assustadora. Clarke teve um sentimento de acolhimento ali, faziam poucas horas que conhecia a colega de quarto e já sentia que tinha uma amiga. 

As duas passaram a tarde arrumando suas malas, colocando as roupas no armário e fazendo suposições sobre o paradeiro da terceira colega de quarto que até então não havia dado as caras. 

Já eram 18:30 quando o quarto tomou um formato de lar, tudo estava no lugar quando Octavia anunciou:

- Tô oficialmente exausta.- ela se jogou na cama- Só quero dormir por no mínimo 10 horas...

- Acho que vou dar uma volta pelo Campus - Clarke se olhou no espelho, arrumando os cabelos levemente desgranhados num coque. - Esse lugar é enorme, tô curiosa pra ver tudo.

- Não vou mentir, admiro sua coragem, Clarke Griffin. - Octavia simulou uma continência. 

Era começo do outono, o frio começava a dar as caras em forma de vento gelado. Clarke pegou um casaco leve e saiu em direção à área completamente arborizada do lado de fora. 

Ela passou pelos prédios acadêmicos e pelos espaços de convivência dos alunos, indo além, até uma área isolada da universidade, perto de um tipo de mata, floresta, ela não saberia dizer. Talvez estivesse tentando esvaziar a cabeça da saudade que sentia de seu pai. Como ele ia amar esse momento, pensou. Talvez procurasse um lugar calmo, longe da euforia do primeiro dia, aquele clima nunca foi o seu. Se perguntava se seu pai havia passado por aqueles caminhos, que ele teria feito ali e nunca seria capaz de contar para a filha? 

Clarke sentiu a melancolia da perda do pai lhe falhar as pernas, ela nunca se deixava levar pelos sentimentos, mas ali ela estava sozinha. Que mal tem chorar um pouco? Pensou. E deixou as lagrimas rolarem soltas, não tentou conte-las pela primeira vez em muito tempo. Era um choro silencioso, denso. Apenas lágrimas descendo pelo seu rosto e sendo secadas pelo vento frio. 

O lugar ainda era iluminado, apesar de ser completamente isolado do resto do campus. Não havia ninguém ali. Ela avistou um banco dentre as árvores, mas antes que pudesse sentar-se, ouviu uma voz perigosamente perto. 

- Não é meio tarde para perambular por essa parte do campus?- Encostado numa árvore um tanto perto dela, estava um jovem alto, cabelos e olhos muito escuros e ombros largos. Ele não falava em tom ameaçador. Na verdade ele não parecia se importar muito com a presença da garota, não se preocupou em olhar de volta quando ela se virou assustada. 

- Q-quem é você? - Ela nem tentou esconder o espanto.

- Alguém que queria fumar seu cigarro em paz e acabou de perder um momento sozinho nesse campus. - Ele jogava a bituca de seu cigarro no chão, com desprezo. - Bellamy Blake, prazer. - O tom do rapaz não era nada amigável. 

- Blake? Você é irmão da Octavia? Nós somos colegas de quarto...

- E isso quer dizer que você é Clarke, suponho...- Como o estranho desconhecido sabia seu nome?  - Recebi uma mensagem da minha irmã hoje mais cedo, dizendo que ela tinha feito uma amiga nova, colega de quarto, sei lá, e que era pra eu ficar longe dela. - Ele riu sem um pingo de humor. 

- Bom, você tá fazendo um bom trabalho, ficando longe do campus todo. - Ela se sentou no banco. - Me diga, Bellamy Blake, por que tão longe?

- Eu não deveria estar perguntando isso pra você, princesa?

Princesa? Oi?

- Eu perguntei primeiro.- Ela nem disfarçou a irritação pelo apelido. 

- É, perguntou. Mas eu não devo informações a você, princesa. - Ele reforçou o apelido, vendo as narinas da garota bufarem. 

- Você não é nada amigável, não é mesmo? - Ela colocou uma mecha de cabelo atrás da orelha.

- A questão aqui é que eu não faço questão nenhuma de ser seu amigo ou qualquer coisa do tipo. - Ele descolou as costas da árvore atrás de si, caminhando em direção a garota. Ela provavelmente mentiria sobre, mas naquele momento teve medo. - Que fique claro, nós não somos amigos. 

Ele havia se aproximado dela ao ponto de ser sentido o cheiro de cigarro e chiclete de menta que ele exalava. Clarke paralisou ali. Não tinha expressão nenhuma, não tinha resposta. 

A afirmação do moreno havia sido tão impactante, havia alguma coisa ali. Ela nem soube digerir as palavras direito até ouvir sua voz grossa outra vez. 

- Um conselho amigável, antes de ir: esse lugar não é seguro depois das 8. Favor não ser sequestrada dentro do campus, vai atrasar as aulas do semestre. 

Depois disso ele partiu, deixando uma Clarke completamente desarmada para trás. Ela levaria alguns minutos até se sentir apta a caminhar até o dormitório. 

Mal havia chegado na universidade e havia feito inimigos? Muito bem, Clarke Griffin. Seu pai estaria orgulhoso.


Notas Finais


Finalmente, nosso mozao apareceu.
Pode entrar bellamy! Pode entrar bellarke!
Por que será que bellamy já odeia Clarke?
Comentem!
Vamos descobrir nos próximos capítulos 🤔🤔🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...