História Perfect Attraction!. (Camren) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Amor, Camren, Desafios, Drama, Ganançia, Homossexualidade, Hot
Exibições 211
Palavras 1.628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Muito obrigado pelos favoritos e pelos comentários, amei e por isso resolvi postar o outro hoje. Espero que gostem desse segundo e continuem assim, tô cada vez mais pegando gosto pela fic Obrigadoo mesmo
Boa leituuraa
BJO BJO.

Capítulo 2 - Cafeteria


Fanfic / Fanfiction Perfect Attraction!. (Camren) - Capítulo 2 - Cafeteria


CAPÍTULO 02
CAMILA ON 
-O que acha de uma baladinha hoje à noite, Mila?- Falou Dinah toda empolgada enquanto saíamos da sala. 
-Pode ser, amiga. Vamos na de sempre?
-Sim, pode ser nela, eu amo aquela balada, sem falar que as bebidas são super baratas.
-Senhorita Cabello- Falou a senhora Adams quando eu cheguei na porta da sala 
-Pois não, senhorita Adams?- Falei indo em direção sua mesa e fiz sinal para que Dinah me esperasse do lado de fora
-Você já concluiu seu trabalho de conclusão de curso? 
-Ainda não, por quê?
-Eu sei que você se forma no final do ano e suas notas são as melhores de todas as turmas e de todos os turnos, então quis adiantar pra você que teremos uma palestra com uma das empresárias mais conhecida de todo o país, ela falará sobre diversos temas e entre eles estará a forma mais prática de administrar empresas de grande porte, acho que seria bom pra você assitir pro caso de decidir administrar a empresa de sua mãe. 
-Pode ser que isso aconteça, mas não no que depender de mim, Senhora Adams. De qualquer forma, estou atrasada, irei sair com as minhas amigas para uma balada, qualquer coisa, falo com a senhora. 
-Tudo bem, mas não deixe de aparecer na palestra. Será amanhã às 16 horas
-Aparecerei. Tenha uma boa tarde, senhora Adams.- Falei saindo de sua sala e dando de cara com Dinah, Rayssa e Brittany 
-O que ela queria?- Perguntou Dinah vindo em minha direção
-O de sempre. Tentar me convencer à administrar a empresa da Sinuh.- Sinuh era a mulher que me deu à luz, apenas isso. 
-Uma hora ou outra você vai ter que falar com ela, Mila. Sabe disso. 
-Eu não quero falar sobre isso, Chan. Não agora
-Tudo bem, Chee. Vamos logo pra casa, a gente se arruma lá. 
-Na minha casa ou na sua? 
-Pode ser na sua. Tio Alejandro é mais tranquilo que minha mãe com essas coisas. 
-Tudo bem então. 
-Meninas, eu vou em casa pegar minha roupa e depois vou pra casa da Chee. Quando a gente terminar de se arrumar, nós ligamos pra você, ok?- Perguntou Dinah para as meninas
-Ok- Falaram em uníssono. Nos despedimos das meninas e fomos em direção ao meu carro.  
A casa da Dinah não era tão longe da faculdade então chegamos rapidamente, e depois de passarmos por um interrogatório enorme dos pais dela conseguimos sair de lá.
-Nossa, eles estão cada vez mais criteriosos com essas coisas.- Falei sobre os pais de Dinah
-E como estão, eles só deixaram eu ir hoje porque você ia também, porque senão, eu não iria 
-Eu sei que sou foda, me ame eternamente- Falei mandando beijo no ar
-Não se ache, Cabello. Acelera isso aí e vamos logo para sua casa. 
-Eu tô com fome, Chee. Vamos passar no café, por favor. Preciso comer alguma coisa e sinto que o senhor Alejandro não fez nada para o café da tarde. 
-Deixe ele. Ele é muito ocupado
-Você defendendo meu pai, como sempre. Se eu não soubesse que você tem alergia a homem, diria que você dá para o meu pai.
-Me respeita, vadia. Tio Alejandro é bem gostoso, mas não curto o que ele tem e você sabe disso.- Falou rindo 
-Você é uma vadia mesmo. Vamos logo comer e poupe-me dessa sua vida colorida. 
-Tudo que é colorido, é mais divertido, Chan. Aceita isso.- Falou Dinah piscando o olho pra mim
-Desista. Eu não curto mulheres
-Você nunca provou pra saber. 
-E nem quero. 
-Quando provar, Chan. Não vai querer outra coisa, te digo isso por experiência própria.  
-Você não vale nada.
-Posso não valer nada, mas aproveito o quê há de melhor no mundo... Mulheres-Falou e não deixei de bufar, sempre caímos nesse assunto, Dinah não se conformava com o fato de eu não querer nem ao menos ficar com uma outra mulher.  
-Que saco! Vamos comer logo. - Falei ligando o carro e indo para o café que era próximo lá de casa. Demoramos cerca de 20 minutos já que a casa da Dinah não era tão perto da minha.- Finalmente
-Vamos logo. Já são 17:30 e temos que tomar banho para nos arrumar ainda 
-Tá.- Estacionei o carro na vaga bem em frente e descemos para ir comer. 
-Minhas pequenas, que bom que vieram. Temos uma celebridade aqui, vocês precisam conhecê-la, pode ser que ajude vocês na faculdade. 
-Oie, Bru- Falamos eu e Dinah juntamente.-Quem que está aqui? 
-Sentem-se no canto de vocês, vou providenciar o pedido de vocês. É o de sempre, né?- Apenas assentimos e fomos em direção ao nosso canto de sempre. Desde novinha que nós vínhamos aqui no café, foi grande parte da nossa vida. Eu e Dinah nos conhecemos aqui e desde esse dia, nunca mais nos desgrudamos e nunca deixamos de vir aqui sempre.  
-Che, vou ao banheiro, estou muito apertada
-Pra variar- Falou revirando os olhos- Mesmo você saindo da minha casa resolve que tem que ir ao banheiro sempre que chega em algum outro canto. 
-Não reclama. 
-Longe de mim, já acostumei.- Olhei feio pra ela e levantei indo ao banheiro. Fiz minhas necessidades, lavei minhas mãos, arrumei o cabelo e saí do banheiro até que senti meu corpo se chocar em alguém
-Ain, você não olha por onde anda, garota?- Falou uma mulher com cabelo preto tão escuro quanto a noite, seus olhos eram de um verde lindo e deslumbrante, estava de calça jeans e uma blusa cinza com botões acompanhada de uma jaqueta um tanto formal para estar em um café de esquina. 
-Oi? Você que se esbarrou em mim.- Falei defendendo-me, pois ela que havia aberto a porta de uma vez sem nem esperar pra ver se alguém estava saindo do banheiro. 
-Você sabe quem eu sou, menina?- Falou ajeitando a postura
-Na verdade, eu não faço ideia de quem é você.- Falei e pude notar um susto em sua expressão quando eu disse que não a conhecia.  
-Eu sou Lauren Jauregui, dona da empresa mais conhecida de todo o país. 
-Prazer, Lauren. Eu sou Camila Cabello, estudante de administração e  humilde, como todos deveriam ser, independente de sua classe social- Falei com um sorriso falso no rosto e dei de costas para ela indo direto para minha mesa. Que mulher escrota! 
-Iih, o que aconteceu, Mila? Que cara é essa? 
-Uma louca de nariz em pé se esbarrou em mim na saída do banheiro e veio falar merda. Odeio gente assim.  
-Relaxa, Chan. Você não viu a Lauren lá no banheiro? 
-Quem é Lauren? 
-A tal celebridade que Bru disse que ia nos apresentar.
-Como sabe que ela foi ao banheiro? 
-Ela tava aqui, estávamos conversando. Ela é incrível, Mila. Só foi ao banheiro porque disse que estava apertada e já voltava 
-Entendi. E por quê esse sorriso no rosto em? 
-Porque ela é linda, Chan. Porra, ela é maravilhosa. Tem o cabelo preto, a pele bem branquinha e aquela roupa, noossa, que mulher sexy. 
-Hey, cuidado pra não ter um orgasmo aí, Chee
-Aquela mulher me faria chegar lá em questão de segundos, só precisaria daquele olhar para isso
-Credo- Falei rindo
-Lá vem ela. Seja natural
-Acho que você que precisa seguir seu próprio conselho, Cheechee- Falei rindo e quando virei para a tal Lauren bufei de raiva, era a garota do banheiro. 
-Ela é incrível, Dinah?- Perguntei e Lauren com toda certeza ouviu porque se meteu antes mesmo da Dinah responder. 
-Essa é a sua amiga, Dinah?- Perguntou e pude notar um tom de repulsa em sua voz, aquilo me deu nos nervos, mas antes que eu pudesse falar algo Bru chegou 
-Aqui está a comida de vocês meninas. Vejo que estão se dando bem, fico muito feliz, as 03 são muito importantes pra mim.- Droga. Pensei.
-Sim, estamos- Falou Lauren com um sorriso no rosto, B.
As duas pareciam ter bastante intimidade o que, de certa forma, me assustou, Bru não costumava ter amizades com pessoas tão superficiais e petulantes como Lauren.  
-Bru, pode colocar nossa comida para a viagem? Vamos ter que sair hoje à noite. 
-Posso sim- Falou Bru saindo 
-Nós podemos comer aqui, Chan. Tenos bastante tempo 
-Eu não quero ficar do mesmo ambiente dessa madame aí não- Falei séria e ouvi a risada de Lauren invadir meus ouvidos, confesso que arrepiei com o som de sua risada. Lauren era o tipo de pessoa que tinha tudo o que queria e não desistia fácil.  
-Para com isso, Camila. 
-Aqui está, meninas- Falou Bru vindo até nós com a comida já dentro da sacola. 
-Coloca na conta que amanhã venho e pago tudo- Falei pra Bru que assentiu vindo me abraçar, abraço esse que fiz questão de retribuir com todo meu carinho. Aquela mulher tinha sido a mãe que eu nunca tive e eu a amava muito. 
-Foi muito bom te conhecer, Lauren.- Falou Dinah abraçando a vaca petulante.  
-Também adorei te conhecer, Dinah. Tomara que nós possamos nos encontrar outras vezes para conversar
-Sim, ia adorar- Falou Dinah retribuindo o sorriso de Lauren 
-Lauren, meu amor, por quê você não vai com as meninas para essa saidinha? Poderiam se conhecer melhor e quem sabe, serem grandes amigas.- Falou Bru toda empolgada. 
-O carro está cheio, Bru. Não tem como a gente levá-la. - Falei rapidamente.  
-Onde vocês vão?- Perguntou para Dinah que respondeu toda empolgada. - Pode deixar, eu aparecerei lá neste horário e, Camila, acho admirável sua preocupação, mas tenho o meu carro, irei nele. Mas agora tenho que ir, irei organizar as coisas da empresa pra poder sair mais cedo e ir para a baladinha com vocês- Falou com um sorriso idiota no rosto e então deu de costas saindo. Vaca petulante do meu ódio! 
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Comentem, favoritem, façam críticas, estou aberta à isso
Até o próximo.
Bjo bjo
Twitter: @CarolinaPonte18


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...