História Perfect Disaster - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Zayn Malik
Personagens Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Drama, Possessão, Romance, Violencia, Zayn Malik
Exibições 36
Palavras 1.575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Até que não demorei pra postar né? Eu tento postar com mais frequência mas a preguiça muitas vezes não permite akzkkaka boa leitura!

Capítulo 9 - Yaser


Fanfic / Fanfiction Perfect Disaster - Capítulo 9 - Yaser

  No capítulo anterior :

- Eu sofro de...

- Precisamos conversar Marie Lucie - paralisei ao ouvir a voz de Zayn e ter certeza de que agora fudeu!

Marie Lucie POV

Virei minha cabeça para trás quase que em câmera lenta com medo da bronca que estava por vir, e pior, de Zayn ter escutado algo que com toda a certeza, não era para ele saber.Ele estava encostado no batente da porta de braços cruzados e me olhando quase com um ponto de interrogação em cima de sua cabeça,de tão nítida a sua expressão.Me senti fraca e fiquei calada,não teria condições de formular alguma desculpa convincente o bastante ao ponto dele acreditar,mas Trisha acabou com o silêncio e excerceu esse papel por mim :

- Ela está conversando comigo Zayn - ela dizia calma porém repreensiva - coloque a educação que eu lhe dei em prática e espere!

- Mãe,não começa com esses sermões desnecessários,por favor né! - Zayn disse revirando os olhos e entrando no cômodo - vamos garota,para o meu escritório,agora! - ele dirigiu a palavra a mim,duro e autoritário

- Eu disse que ela está conversando comigo,garoto - Trisha usou o substantivo para provocá-lo - eu sou sua mãe e você me deve respeito,agora sai! - ela se levantou apontando o dedo para a porta

- Mãe,com todo o respeito,mas EU trouxe essa garota pra cá,então eu faço o que eu quiser com ela,quando bem entender! - ele só pode estar de brincadeira...

- Ela não é um objeto,seu moleque! Ela é uma mulher,e não vai ser manuseada por você só por a ter trazido pra cá.

- Vai sim! Ela me deve e eu estou cobrando!

- Perto de mim não...Você não vai usar essa menina Zayn! Não vai! - Trisha já perdia o controle da altura da voz

- Tá mãe...tá - Zayn passava os dedos por suas têmporas,parecia estar cansado daquela discussão

- Agora saia,você não foi chamado - Trisha o empurrava para a porta

- Mãe eu...

- Vá logo Zayn! - ela já dizia irritada

Ele me olhou irritado e bufou alto,saiu em passos fortes como uma criança que acabara de ser contrariada,era realmente muito hilário! Confesso que me senti surpresa pela atitude de Trisha ao enfrentar Zayn,por mais que ele fosse seu filho,todos tinham medo do ar autoritário e rigoroso dele.Preciso me lembrar de ficar perto dela por mais tempo,Trisha é o meu perfeito escudo para a bomba Zayn :

- Então... onde paramos, querida? - ela voltou ao ar doce e gentil,se sentando ao meu lado novamente

Zayn Malik POV

Merda! Minha mãe não tinha nada que me diminuir daquele jeito na frente daquela garota,agora ela vai achar que está livre e protegida,basta ir atrás de Trisha.Mas não,eu não facilitar,não vou mesmo! Ela vai me pagar cada centavo que estou gastando com ela,ah se vai! De um jeito ou de outro,nem que eu precise pegar muito pesado com ela.

Sai do corredor e desci as escadas indo em direção a varanda,eu precisava pensar e agir com calma.Tirei do bolso o resto do maço de cigarro que ainda tinha e retirei um levando á boca,peguei o esqueiro e o acendi,dando uma longa tragada.Logo veio a sensação prazerosa e calmante que só essa merda me traz,mas ainda sim eu precisava dar meus passos com cuidado.Lucie não é uma garota fácil e eu já percebi isso,eu preciso tirar logo o meu proveito de tudo isso,levá-la aos holofotes,trazendo poder e status para mim,ela parece ter um toque especial ao atuar,ela faz algo muito "cinema",mas é claro que eu nunca vou admitir isso em voz alta,até porque ela não precisa saber.Preciso domá-la e fazê-la me obedecer a qualquer custo,e essa é de longe a mais fácil de todas.Sai de meus desvaneios ao sentir pequenos braços envolvendo minha cintura :

- Mas que diabos? - virei-me assustado me deparando com Safaa - ah que susto!

- Nossa,eu sou tão feia assim? - ela perguntou brincando,eu espero

- É a mais linda de todas pra mim - a peguei no colo - Nossa! você não é mais o bebê que eu pegava no colo com apenas uma mão

- Está me chamando de gorda? - começou o drama da pré-adolescência...

- O que? Não! - garotas são muito complicadas,ainda nem sei porque eu tento - Você cresceu neném,é só isso - a coloquei no chão

- Hum,sei - ela revirou os olhos - vamos dar uma volta?

- Sorveteria? - sugeri

- Sorveteria!

Safaa era uma menina inteligente,e apesar de ter apenas 14 anos,já tinha uma opinião muito forte e era muito persistente nas coisas que queria.Nós temos uma ligação muito forte e somos muito apegados,isso faz com que ela sinta um medo súbito de me perder ou ser trocada por Walihya ou Doniya e até mesmo mamãe,mas por mais que eu quisesse,nunca deixaria minha pequena sozinha,nunca!

Andamos até o estabelecimento,já que ficava apenas algumas quadras de casa.Nós sempre vínhamos aqui quando queriamos conversar ou apenas passar o tempo,depois de Walihya,Safaa é a irmã com quem eu mais tenho intimidade.De uns tempos para cá tem se tornado a primeira,já que Waly está passando um tempo no Canadá :

- Z,você vai querer de que? - Safaa me perguntou e então eu me dei conta que já estávamos em frente ao balcão

- Pistache com calda de chocolate - respondi olhando para o atende que nos encarava com tédio e anotava tudo

- Morango,por favor - ela fez seu pedido

- 7 euros - o atende se manifestou

- Zayn,a carteira - Safaa era tão mandona que me envergonhava as vezes,onde já viu um cotoco de gente mandar em mim dessa forma?

Tirei o dinheiro sobre o balcão e nos direcionamos á mesa do canto,como sempre,e aguardamos nossos pedidos enquanto ela me contava como a escola era chata e os pivetes que andavam dando em cima dela,vou ter mesmo que espantar esses babacas? Sério Safaa?

Marie Lucie POV

Me senti como se tivesse tirado um elefante de minhas costas ao finalmente compartilhar isso com alguém,foi um alívio enorme ao ver que Trisha estaria ali me apoiando apesar de tudo,ela é uma maravilhosa mulher.Em nenhum momento tive que lidar com críticas ou xingamentos,ou até mesmo ofensas que eu estava tão acostumada a ouvir,principalmente de meu pai.Eu finalmente me senti como uma mulher normal,que apenas precisa de ajuda, e essa ajuda de Trisha melhorará as coisas em 100%.

Mesmo com receio e contra a minha vontade,fui atrás de Zayn,que essa hora deve estar totalmente furioso por ter sido contrariado e por finalmente,seguir uma regra que não fosse ditada por ele mesmo.Desci as escadas e encontrei a sala e o corredor vazios,sem nennhum sinal de Zayn ou Safaa,fui até a cozinha e nada também,abri a porta que dava acesso á piscina e a área verde e os chamei :

- Zayn,você está aí? - eu falava alto e andava pela grama que eu ainda não tinha acabado de cortar

- ZAYN! - gritei na tentativa de obter alguma resposta e,nada

- Zayn e Safaa saíram para tomar sorvete - ouvi a voz grossa de alguém atrás de mim

Olhei para trás e me deparei com um homem alto e moreno, vestido com um macacão sujo de tinta e gracha,mas não aparentava estar sujo,tinha cabelos escuros e lisos,barba rala por fazer,provavelmente ele está em seus 45 á 50 anos de idade,ele era tão...tão...Zayn?

- Quem é a moça bonita? - ele perguntou sorrindo

- Eu sou Marie Lucie,aluna da Mantrish - sorri de volta - e quem é o moço simpático? - retruquei a brincadeira

- Eu sou Yaser,zelador da casa - ele apertou minha mão em forma de cumprimento - e o que te trás aqui?

- Zayn tem me ajudado muito,e eu estou aqui para retribuir o favor - eu não aguentava mais responder á essa pergunta

- Muito bem,espero que ele esteja lhe recendo da melhor forma Marie

- Pode me chamar de Lucie.

- Eu prefiro Marie - nós dois demos risada e concordamos

- Tudo bem então - respondi cessando a risada - á propósito,o senhor sabe se eles vão demorar?

- Nada de senhor,só Yaser - ele me repreendeu e logo sorriu - eu acredito que não,eles só foram dar uma volta

- Está bem,foi um prazer de conhecer Yaser - sorri para ele e fui andando para dentro

- Foi um prazer te conhecer,Marie - ele acenou para mim e voltou para o quartinho de madeira,que provavelmente era o "quarto das tralhas"

Entrei em casa e fui em direção ao quarto em que eu estava hospedada,tranquei a porta e me despi afim de tomar um banho relaxante.Hoje é domingo então amanhã começará tudo de novo,os ensaios,as falas,as olhadas frias de Liza para mim,as cantadas de Andrew,tudo.Fui para debaixo do chuveiro e lavei meus cabelos,meus pensamentos só focavam agora em como Yaser lembrava Zayn,os traços,o rosto,são realmente muito parecidos,chega a ser patética a semelhança entre os dois,até parece que...será que eles são?...Não...não pode ser...Trisha não deixaria seu companheiro ser um simples zelador em sua própria casa,com o tanto de dinheiro que essa família tem,ela não faria isso,né?

Saí do banheiro meio confusa ainda com essa possibilidade e peguei um pijama qualquer e o vesti,passei um pouco de creme em meus cabelos e os prendi em um rabo de cavalo bem alto,um velho truque para não amassar os cachos.Me deitei e logo adormeci com meus pensamentos e principalmente,minhas dúvidas.

Continua...

   


Notas Finais


Se ficou curto,eu não sei,mas se caso ficar,me perdoem! Vou fazer ao máximo para deixar os capítulos maiores,bjs e até o próximo!


twitter : @fkziamaloley


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...