História Perfect ( Harry Styles) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Amigos, Drama, Faculdade, Harry, Niall, Ramonce, Zayn
Exibições 53
Palavras 1.663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente esse capitulo vai ser de bad... por que eu acho que ela esta muito feliz, e eu preciso inventar coisas para acontecerem nessa fanfic... eu espero que gostem...

bjssss

Capítulo 14 - Capitulo 14- Lembranças


Fanfic / Fanfiction Perfect ( Harry Styles) - Capítulo 14 - Capitulo 14- Lembranças

Ontem a noite foi um dia muito legal com Luke, mesmo que tenha durado 2h, mas foi bom. Hoje já são umas 1h da tarde e eu ainda trancada no meu quarto, não to afim de mais, só quero ficar aqui vendo Netflix o dia todo, mas como vocês podem imaginar o meu dia não vai ser bem assim, ele pode ser bom ou pode ser ruim , isso nos vamos ver.

Sabe as vezes eu fico pensando como será perde alguém, sabe eu nunca perdi ninguém da minha família, não sei qual o sentimento, comecei a pensar nisso por causa do filme de guerra que estava vendo. Um soldado vai pra guerra e morre como todos os outros, uma morte rápida e sem sentir muita dor, mas imagina a dor da família de saber que o seu filho, pai, marido, ou sei la  que esta morto, se foi, você nunca mais vai velo, isso me faz parar para pensar por que ainda assisto esse tipo de filme, são tristes. Saiu do quarto chorando e vou para a cozinha comer algo, afinal eu preciso comer antes de assistir outro filme, dessa ve vai ser sobre cachorros.

 

Meu irmão esta lá sentando sozinho comendo, que dó. Chego e abraço ele de costas, ele sorri e eu começo a fazer minha comida me sento na mesa junto com ele,  ele fica me olhando, ele sabe que eu chorei, mas esta tentando descobri que filme foi. Quando éramos menor cada vez que assistia um filme triste ele tentava adivinhar qual era, claro que ele não acertava todas.

 

    - Você estava assistindo filme de cavalo?

 

     - Nãooo.

 

     - Então era de baleia...- ele diz com tanta certeza, mas é uma pena que ele errou.

 

    - Era de guerra?- ele pergunta e eu balanço a cabeça e ele fica feliz em saber que acertou. – Você nunca assiste filme de guerra.

 

    - Decide inovar hoje.- digo indo pegar a minha comida.

 

     - E então como vocês esta indo por aqui? Anda tudo bem?- ele realmente parece preocupado comigo.

 

    - Esta tudo bem, por que?- pergunto, ele levanta os ombros, deve ser só preocupação de irmão.

 

     - Já que você esta aqui, queria de convidar pra ir na corrida de hoje.

 

    - Você também esta correndo?

   

    - Claro que não, você sabe que eu sou péssimo dirigindo.

 

    - Ainda bem que você sabe. – digo rindo, me lembro de quando ele foi aprender a dirigir, ele quase matou eu e meu pai, mas no final foi hilário. Foi assim: a gente entrou no carro, ele ligou o motor, e pisou no acelerador. Antes disso tudo meu pai tinha perguntado se ele sabia qual era o acelerador e o freio, e ele disse que sabia, sendo que ele não sabia. Quando estávamos em linha reta estava tudo bem, quando chegou em uma pequena descida, não sei o que deu nele que ele acelerou, e o carro começou a ir mais rápido na descida, e nisso tudo ele não estava mais conseguindo ter o controle do volante. Resumindo nós batemos em um poste, e ele teve que levar ponto na testa. E até hoje meu pai não sai de carro com ele.

 

    - Cala boca, agora eu estou melhor.

 

    - Ainda bem né. Mas então quem vai correr?

 

    - Harry e Zayn. Ai eu queria que você fosse comigo.

 

    - Quem vai?

 

    - Eu, Louis e Niall.

 

    - Beleza eu vou.

 

    - Tão fácil assim.

 

    - Eu gosto desses meninos, mesmo eles não falando muito, e sendo um pouco estranhos.  Tenho umas teorias sobre eles.

 

    - Olha eu nem quero ouvir a sua teoria, tenho certeza que ela é maluca. Esteja pronta as 7h.

 

    - Falou igual a mamãe me mandando ir pra escola.

 

Saiu da cozinha e volto pro meu quarto, bom temos um tempo ainda, então volto a ver os meus filmes tristes. Acho que vai ser bom eu sair um pouco com o Brad desde que cheguei eu e ele não fazemos mais as mesmas coisas, ele tem as coisas dele e eu tenho as minhas. 6H eu começo a me arruma, fico pronta as 6h30, então desço as escadas e vou para a sala, onde os meninos estão vendo futebol. Olho para Harry faz tempo que eu não vejo ele, bom desde ontem, ele me olha mas logo vira o rosto, é melhor assim. Olho para Zayn que esta sorrindo para mim, vou ate ele e me sento ao seu lado, faz tempo que não falo com ele. Vai ser bom eu voltar a falar com ele, ele é legal e engraçado e não é bipolar.

 

    - Você vai com a gente? – zayn me pergunta.

 

     - Vou sim, deve ser... legal eu acho- digo sorrindo.

 

    - È bem legal... pelo menos eu gosto. Não faço pelo dinheiro e sim pela diversão.

 

    - Fico mais aliviada sobre isso. Só tomem cuidado.

 

    - Eu sempre tomo.

 

Finalmente nós nos levantamos e  vamos embora para os carros. A pista de corrida fica um pouco longe, durante caminho todo eu fui conversando com Niall e Louis sobre maquiagem, famosas e as roupas que algumas usam. Falando assim ate parecemos melhores amigos, mas eles são muito legais, todas as vezes que falo com eles é legal e engraçado, sabe não tem um desconforto. Quando chegamos na pista os meninos me levam ate as grades, pra poder ver mais de perto. Do outro lado um pouco afastado vejo o meu irmão com o Zayn. Quando começa a corrida eu fico um pouco com medo de todos esses carros passando com tanta velocidade perto da grade.

 

A corrida vai passando e passando e nada acontece de legal, até agora eu não entendi como ganha esse negocio, é muito estranho.

 

    - Como se ganha essa corrida? – Pergunto no ouvido do Nini, novo apelido dele.

 

     - São varias rodadas, com varias pessoas diferentes, e conforme essas pessoas vão ganhando elas são classificadas para a final.

 

Agora eu entendi, isso aqui esta sendo um tedio, não gostei muito. Até que alguns carros começam a capotar. Olho para o meu irmão e ele não estava mais la, e ele já estava correndo em direção ao carro da zayn que foi uns que capotou, entro em desespero, pois o pessoal ainda esta correndo com o carro. Nessa pequena corrida dele, ele é atingido por um carro bem na cintura, e voa por cima do carro e cai no chão de cabeça. Nesse momento eu estou entendo o sentimento das famílias que perderam alguém na guerra. Eu grito com todas as minhas forças o nome dele, tento correr atrás dele, mas tem uma grade me impedindo. Vejo todos os carros borrados, eles estão parando. Vejo o Harry e Zayn saindo de seus carros. Vejo Louis e Niall correndo ate ele, mas a única coisa que penso é que ele esteja vivo. Saiu correndo empurrando todos a minha frente até chegar na porta. Quando eu consigo apenas correr em direção a ele, meu coração começa a se aperta, um dor invade o meu peito, uma dor inexplicável. Chego mais perto e ele ta todo sangrando. Eu grito e caiu de joelhos ao seu lado, pego sua cabeça em meu colo e começo a chorar mais. Ele não acorda por que ele não acorda.

 

     - ACORDA, POR FAVOR ACORDA.... NÃO ME DEIXA, NÃO ME DEIXA... POR FAVOR- Grito pra ve se ele acorda mas nada acontece ele continua la com olhos fechados. Um grupo de paramétricos chega e tiram ele dos meus braços, quando não sentia mais ele, era como se uma parte de mim tivesse indo embora. Sinto a mão de Niall nos meus ombros e eu saiu correndo atrás dos médicos. Entro na ambulância com ele. Chego no hospital, e já vem gente nos atender, não consigo entender nada do que estão falando. Levam ele para longe de mim, e a única coisa que consigo fazer e correr para um canto e chorar, chorar mais do que já chorei de todos os filmes que já assisti em toda a minha vida, a dor que eles descrevem nos filmes não chega nem perto da minha. Acabo caindo no sono no canto do hospital.

 

Acordo no colo do Zayn, me levanto e não falo nada, a penas me sento e olho para as minhas mãos, a única coisa que consigo pensar é se ele vai estar bem, que ele ta bem, que ele não vai me deixar. Lembro de uma vez que eu fiz greve de fome por uma semana, eu desmaie e fui parar no hospital, tive que ficar la por um mês, e o Brad ficou comigo lá todos os dias, me fazendo rir e comendo a minha comida ruim, ele dormia la comigo, ele cuidava de mim, quando eu sai do hospital a primeira coisa que ele fez pra mim foi um sorvete enorme de 5 bolas pra mim. A única coisa que quero nesse momento é sair desse hospital com ele pra ir tomar sorvete, mas pela demora não vai ser isso acontecer. Sinto os olhos dos meninos em mim, mas não ligo, deito no colo do Nini e choro, choro e cada vez mais. No filme que eu vi de guerra um soldado disse que existe uma bala para cada um de nos, esperando para nos matar ou nos ferir, pode ser uma bala de arma, ou um câncer daqui a 40 anos. No caso do Brad foi um carro o atropelando. Escuto Nini dizendo no meu ouvido “ ele não esta morto, ele não esta  morto, ele vai ficar bem”, de algum jeito isso me fez sentir um pouco melhor, me fez ter um ponto de esperança no meu coração.

 

Uma enfermeira vem a nossa direção e eu me levanto.

 

    - Tem algum parente do Sr. Brad?

 

    - Eu.- já não sei se tenho uma reação.

 

    - Não tenho boas noticias... – nesse momento eu morro por dentro, eu desabo em choro e sofrimento que toma conta de mim..

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Gente alguém muito filha da mãe denunciou a minha fanfic dizendo que não é apropriado para menores de 18 anos, sendo que na descrição da Fanfic esta dizendo que é para maiores de 18 anos... fiquei putona...

Espero que vocês gostem do capitulo meu amores que não me denunciam.... Bjssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...