História Perfect Man - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Hosewoon, Jikook, Namjin, Taegi
Exibições 214
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Suficiente


Como nosso amor pode ser tão cego?

Jimin On

-PARK JIMIN LEVANTA DESSA CAMA. -Ouvi o grito de Jin hyung no andar de baixo e murmurei baixo.

-NÃO. -Gritei de volta e sabia que logo eles estariam aqui. Eu odiava o fato das aulas estarem retornando, ir para a escola significava muitas coisas, entre elas estava encarar Jeon Jungkook, o alfa que eu chamava de meu na consciência. Jeon era meu vizinho, o cara que dei o primeiro beijo e que passou a me ignorar, mesmo que eu tivesse me apaixonado no primeiro olhar, no primeiro pensamento, no primeiro toque.

Eu nunca tinha sido próximo de um alfa antes, nenhum alfa gostava de mim por eu ser pequeno e gordinho, além de ser muito tímido, eu tinha medo e Jeon tinha sido o primeiro alfa que olhou para mim sem fazer uma cara de nojo, sem ser rude, pelo contrário, ele me defendeu na rua e desde então eu o amava de todo o meu coração, não queria encontrar um alfa e morreria sozinho se eu não pudesse tê-lo.

Conforme o tempo passou tudo piorou, eu continuava pequeno e bem gordinho, já ele ficou alto, criou músculos, ele tinha se tornado lindo e não havia quem não visse sua beleza, os alfas o invejavam, e eu invejava as ômegas que o rodeavam sempre, eu sabia que ele tinha começado a namorar um ômega e se separaram, foi o período mais difícil da minha vida. Toda vez que eu os via de mãos dadas ou se beijando algo morria dentro de mim, eu tentei me matar diversas vezes, não queria existir nesse mundo. Nesse tempo eu conheci Taehyung e Hoseok, ambos levantaram minha auto-estima, me fizeram emagrecer, criar abs, mudar as roupas e pintar o cabelo, hoje eu me sentia bem melhor com meu corpo mas bastava Jeon atravessar meu caminho para essa capa cair.

Eu realmente o queria, eu sentia sua falta.

Encará-lo agora era como uma passagem para um penhasco, vê-lo sorrindo para alguém que não era eu, mesmo que eu quisesse sua felicidade, por dentro eu não conseguia ficar feliz, eu não conseguia aceitar que essa dor era tão imensa quanto eu poderia pensar, mais do que eu podia suportar.

-Jiminie...você não pode ficar sofrendo por ele a vida toda.

-Eu sei hyung...mas explica isso para meu coração, ele não aceita outro alfa.

-Ah meu pequeno, eu queria tanto parar essa dor que te consome, o Jeon já fez muito mal ao seu coração, e isso me dó também.

-Eu sei.

-Por que não fala com ele?

-Por que foi ele que se afastou, ele deveria me dizer o motivo, ele deveria vir e dizer que sentiu minha falta...eu não quero ser patético em sua frente e ele rir de mim, se isso acontecer eu sei que é o fundo do poço, eu já não tenho motivos nem para acordar.

-Quem sabe esse ano não seja diferente? Ele não está mais namorando. -Assenti sem esperanças, Jeon não mudaria. 

-Vou me vestir. 

***

Parei na porta do colégio, eu não estava nada bem, sentia um frio na barriga e um medo me consumir. Um braço passou por cima dos meus ombros e pelo cheiro eu reconheci Taehyung.

-Bom dia Chim Chim.

-Bom dia hyung.

-Eu vou com você, até mais Jin hyung.

-Cuide dele. -Jin alertou e Tae assentiu.

-Eu irei, vamos? -Assenti ainda receoso, ele segurou minha mão e entramos. Eu só confiava em Taehyung como alfa, ele tinha se tornado meu melhor amigo com o tempo e eu sabia que podia contar com ele, confiava cegamente e me segurava nele.

-Você está lindo, pintou o cabelo de novo?

-Obrigado hyung, sim, eu quis mudar...passei as férias todas com o cabelo preto, e agora eu quis colocar cinza.

-O cabelo que eu mais amei ainda foi o laranja, você ficou muito sexy, mas assim também está, ainda mais com essa lente nos olhos...Park Jimin matador. -Sorri com a gargalhada que o hyung deu.

-Hyung eu tenho que ir no banheiro. -Falei e ele assentiu entrando na sala, caminhei mais um pouco e entrei, estava nervoso, precisava manter a calma por enquanto, eu nem sabia se ele iria aparecer, como ele estava. Depois do fim do namoro ele tinha ido passar as férias em sua cidade natal, Busan, e eu não tive notícias dele desde então. Saí do banheiro e acabei batendo de frente com alguém que me segurou firme, levantei o olhar para pedir desculpas e eu não poderia ficar mais atordoado, minha mente se perdeu, minhas pernas perderam o equilíbrio e eu pensei que iria cair a qualquer segundo se ele me soltasse.

Jeon Jungkook. Ele tinha mudado, seu rosto infantil quase não tinha mais esses traços, ele estava ainda mais lindo, seu cheiro extremamente forte me deixou tonto e denunciava que ele tinha saído do cio à pouco tempo. Eu me sentia entorpecido, meu coração batia na boca e doía fortemente, e então eu acabei não vendo mais nada.

***

Despertei um pouco perdido e abri os olhos devagar para me acostumar com o ambiente, era a enfermaria.

-O que houve?

-Você não andou se alimentando Jimin-ssi? Teve uma queda de pressão. -A enfermeira disse.

-Achei que eu tinha morrido.

-Deu sorte do Jeon estar lá, ele te trouxe até aqui e parecia muito preocupado, me contou que seu cheiro estava um tanto distorcido e que você deve estar usando remédios por algum motivo.

-S-sim estou.

-Eu vou chamá-lo, ele está lá fora desde que te trouxe. -Tremi e pensei na possibilidade dela não chamar, mas ele tinha me trazido, eu precisava agradecer. Jeon entrou e eu já fiquei mais fraco, ele se aproximou e sustentava meu olhar preso no dele.

-Você está bem?

-Sim, obrigado por me trazer. -O silêncio prevaleceu, ele apenas me olhava e mais nada, eu me sentia bem em saber que ele tinha se preocupado, de alguma maneira Jeon se importou.

-Você está diferente do que me lembro.

-É...foram-se anos.

-Eu sinto muito pelo que fiz você passar.

-Você? Eu não passei nada. -Menti, não queria que ele soubesse  quão fraco eu tinha me tornado por sua causa, nem todos os meus surtos.

-Eu não estive do seu lado, mas sei que tentou se matar e a culpa é minha, eu vi e encontrei seu diário.

-M-meu? Eu não uso diário.

-Sua letra continua a mesma de quando éramos criança, e o cheiro do perfume nas folhas é o seu perfume. Não sabia que me amava tanto assim, sou o culpado pela sua dor e eu mais do que sinto, sou um idiota por me manter por tanto tempo afastado.

-Do que está falando?

-Eu era seu amigo, deveria ter permanecido ao seu lado. -Meu coração se aqueceu quando ele segurou minha mão. -O meu antigo eu era muito egoísta, o meu antigo eu era muito tolo para entender seu coração, entretanto eu estou mudando por causa de você, por causa do amor que você me deu.

-O seu eu de agora é suficiente para mim.

 


Notas Finais


Essa fanfic é uma side story de uma outra fic minha, quem não leu a original o link está aqui abaixo, sugiro que leiam ou podem se perder em alguma coisa.

Butterfly: https://spiritfanfics.com/historia/butterfly-6702932


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...