História Perfect One (ABO) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Mamamoo, Seventeen
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kim Mingyu, Kris Wu, Lay, Lu Han, Moonbyul, Sehun, Solar, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Exo Como Pais, Hunhan, Kai Alfa, Kaisoo, Kyung Omega, Sulay, Taoris, Tentativa De Comedia, Xiuchen
Visualizações 296
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - 15


Fanfic / Fanfiction Perfect One (ABO) - Capítulo 15 - 15

22 de Janeiro de 2016
Sexta-feira 15:30

 

P.O.V. Kim Minseok

-Você não vai por eles na escolinha não? – Luhan perguntou carregando um minhyuk sonolento pra dentro da cozinha, enquanto eu estava com a Moon comendo calmamente as bananas picadas que eu dava a ela.

-Escolinha? Eles tem dois anos, no máximo uma creche.

-Eles são tão espertos, o Min já sabe diferenciar a maioria das cores, e a Moon já conta até dez, essas são crianças prodígios, deveriam ir pra faculdade já! – Luhan disse e começou a brincar com os pequenos, provocando que ia levá-los pra faculdade.

Geralmente é o Chen que fica de tarde com as crianças mas hoje em especial, nós trocamos, então Luhan que tava desocupado, veio correndo pra me fazer companhia, mas posso dizer claramente que ele veio pra fazer bagunça com as crianças, eu não me importo, bom que me divirto um pouco.

-Assim que o Mingyu nascer nós vamos colocar eles na creche, pra não atrapalhar tanto a empresa.

-Em falar nisso já não ta pra vim não? A barriga do Kai tá enorme! –Luhan disse imitando um barrigudo com as mãos, e os pequenos imitaram o ato, o que nos rendeu boas risadas.

-Ele tá no sétimo mês agora, ainda vai crescer muito.

Ficamos conversando mais um pouco e alimentando os pequenos, e depois nos acomodamos no chão da sala com muitos brinquedos jogados em nossas frentes, e meus filhos brincando como se nada mais fosse tão importante como aquilo, o que me deu um pouco de inveja confesso que gostaria de me preocupar apenas em ser criança, e brincar até cansar.

-Baek disse que tá vindo pra cá depois da empresa, acho que devemos fazer a noite de omegas e beta.

-Acho que esse termo não vai mais funcionar com a gente, se não o passivo deveria vir também, e no caso, viria Kai e Kyungsoo, o que geraria ciúmes no restante todo! – Disse sorrindo e colocando o Min sentado direito no meio das minhas pernas que brincava com vários blocos.

-Tinha que ser esses dois!

-Você não acha fofo? –Ele me olhou com um olhar de quem não estava entendendo nada. – Tipo, o Kai ta gerando o primeiro filho pro Kyung perder o medo, desde aquela vez que ele abortou.

O beta abriu os lábios e ia dizer algo se não fosse o barulho da porta de entrada ser quase arrancada, com tanta pressa que foi aberta, por um omega de terno e cabelos bagunçados.

-TÔ GRAVIDO!

. . .

 

P.O.V. Zhang Yixing / Lay

Finalmente noite, tem uns dias já que eu venho me oferecendo pro Myeon, mas tudo que ele faz é fingir que não ta entendendo, então hoje eu vou direto ao ponto, vou dizer com todas as palavras, e ele vai ter que me ouvir.

Subi as escadas determinado, o omega com certeza estaria lendo ou dormindo, abri a porta relevando o Suho, sentado na cama com algumas almofadas nas costas, e um livro aberto no colo, porem seus olhos estavam fixos em mim, caminhei até a beira da cama tirando o livro das mãos alheias e colocando sobre o criado mudo.

-Precisamos conversar!

-Percebi, pode falar. –Ele cruzou as pernas me dando mais espaço, me acomodei e segurei em suas mãos olhando no fundo dos seus olhos castanhos.

-Sabe Myeon, tem anos que estamos juntos. Você já é marcado, e nós somos ligados pela alma, até mesmo antes de nascer, você nunca terá outro alfa, e eu não terei outro omega, eu te amo, e quero começar a crescer com nossa família. – Ele fez sinal que ia me cortar, então eu levantei um dedo, como quem diz “aqui tem lei”. – Eu sei, que você ta empenhado no hospital, e não acho que vá querer engravidar um dia, mas eu quero.

-Xing, você ta querendo me forçar a parar de trabalhar, a parar de fazer tudo que eu sempre sonhei, só pra carregar um filho? Nós podemos adotar, isso me pouparia muito tempo.

-Você não entendeu? Eu quero engravidar, eu posso carregar o bebê, e isso te pouparia tempo do mesmo jeito, eu não vejo mal, em adotar, mas quero ter uma mistura do nosso DNA, quero que tenha a sua aparência, e as minhas covinhas, quero que tenha uma mistura das nossas personalidades, quero ver crescer uma vida, dentro de mim, ou dentro de você, com nossos genes.

-Você tá maluco Lay?

-Não, eu não to maluco, eu to ficando velho, e sem tempo pra viver tudo, eu quero ver meus netos, e se eu demorar muito, não verei nem eu mesmo no espelho! Quero carregar nosso filho nas costas e brincar de cavalinho ou astronauta, e quero fazer isso sem ter medo de ficar corcunda pela eternidade.

-Xing, nós temos a mesma idade, não estamos velhos!

-Ah estamos sim, e você parece muito mais velho que eu só pela personalidade!

 

. . .

P.O.V. Kim Jongin

Era quase meia noite quando eu fui acordado, com batidas frenéticas na porta, sem contar o barulho completamente irritante da campainha, que tocava intercalando com as batidas, Gritei “já vai” e corri do melhor jeito que pude até a porta, dando de cara com o Yixing.

-Posso dormir aqui hoje? O Junmyeon me botou pra fora! – Segurei o riso e deixei o alfa entrar.

-Você sabe que não temos quarto de visita não é? Vai ter que dormir no sofá.

-Por mim tudo bem.

-Mas o que aconteceu?

-Ele ficou bravo dizendo que eu chamei ele de “velho insensível” e me botou pra dormir fora! –Mordi meus lábios pra não rir da desgraça alheia, e pedi licença pra buscar uns lençóis pra colocar no sofá.

E quando voltei ele me ajudou a arrumar, enquanto reclamava.

-Amanhã eu vou lá a gente vai conversar e vai ficar tudo bem, ele só ficou um pouco bravo, é normal.

Concordei, porque sendo normal ou não, não sou eu que vou me enfiar no meio de uma briga de casal, se fosse eu no lugar do Lay, chamando o Kyung de velho insensível, eu seria um alfa morto, estraçalhado picado e enterrado. Subi logo me acomodando do lado do meu omega, que apenas me apertou num abraço.

Fiz minha anotação mental: “nunca chamar o Kyung de velho insensível”


Notas Finais


Heeeeey como vocês estão?
Demorei dessa vez não é mesmo? hehe~~
O problema foi que meu noot deu pau, parece que ele tava atualizando sei lá eu o que e apagou os cap que eu tinha escrito, gloria pai que ee consegui salvar alguns. Agora ele já tá bem, vivo, remendado, mas respirando kkkkkk

Parece que teremos mais gravidinhos não é mesmo?
O lay sendo expulso e eu morrendo de rir, desculpa mozão, mas chamar o mozão de velho insensível é demais kkkkkkkkkkkkkk

P.S.: Perdooem eu todas as vezes que troco o sexo de vocês! não faço por querer sorry SZ
P.S.2: Feliz dia das crianças! Podem me mandar os presentes que eu ainda tô aceitando kkkkkk

Música: Mamamoo - Girl Crush (Essa musica é maravilhoooosa, vão correndo ouvir ela!!)

Era só isso mesmo, vim correndo pra matar a saudade de vocês SZ
Beijinhos da themonia :*
EU AMOOOO VOCÊS SEU LINDOOOS CHEROSOS <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...