História Perfect Revenge - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alessia Cara, Camila Cabello, Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, Halsey
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Hailee Steinfeld, Halsey, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Assassinato, Brutal, Camren, Serial Killer, Vingança
Visualizações 8
Palavras 860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Camz...


POV Lauren Jauregui

Não sabia o por que de ter perdido o sono por alguém que não conhecia, era um misto de preocupação e encanto com a garota da praia. Após deixa-la no hospital, voltei pra casa para por roupas decentes. 

Já estava em minha cama, mas algo pesava em minha conciência, então resolvi voltar ao hospital para ter informações sobre a morena de traços latinos. Ela me parecia familiar, mas não me recordava de onde a conhecia. Talvez a tenha visto em alguma das noites que passara vagando por aí de boate em boate.

Levantei rapidamente, buscando meu celular e as chaves do carro que se encontravam no criado mudo na lateral da cama. Caminhei até a porta seguindo o corredor que levavam as escadas...

Dirigia um tanto apressada rumo ao hospital, talvez ela já nem estivesse mais lá, porém acho melhor averiguar, afinal, suas coisas devem ter ficado em seu provável veículo.

Parei o carro no sinal e aproveitei para apreciar a vista que o local proporcionava, já estava amanhecendo e o sono parecia não querer vim tão cedo.

Estacionei o carro em uma vaga próximo a entrada do hospital, saí do veiculo já com meus pertences básicos mãos e segui em direção a recepção do local.

Após algumas perguntas, consegui descobrir em que quarto Camila estava, consegui algumas informações com a recepcionista depois de uma breve conversa. Andei pelos corredores até encontrar o número do quarto, paro e fito a porta alguns segundos antes de bater e levar a mão até a maçaneta e girar.

-Oi...- sorri timidamente apenas com a cabeça entre a porta, percebendo que a menor já estava acordada.

-Olá salva vidas... entra- Brincou ela me arrancando um riso nasal.

-Como se sente?-Perguntei adentrando o quarto, e fechando a porta com o calcanhar.

-Melhor do que antes- Observo ela se ajeitar na cama, sento na ponta e ajeito meu cabelo

-Que bom, pequena-

Seu rosto apresentava um semblante cansado e triste, mas ao mesmo tempo, Camila tentava se mostrar alegre.

POV Camila Cabello

Já estavamos conversando à um bom tempo, assuntos fluiam naturalmente e em poucas horas já tinhamos dado boas gargalhadas e conhecido bastante uma a outra... 

Lauren estava mais próxima, desde que entrou estava confusa, não sabia se olhava pros seus olhos, ou lábios. Há tempos não sentia vontade de beijar ninguém, não tanto quanto queria beijar ela.

A forma como umedecia os lábios em cada pausa, era tentador... percebi que seu olhar não estava tão fixo no meu assim, não exatamente. Segui seu olhar que pairava em minha boca, e automaticamente acabo prendendo meu inferior dentre meus dentes sorrindo em seguida.

Aproximei-me um pouco e afastei uma mexa de cabelo que caia em seu rosto. Olhei no fundo de seus olhos e cheguei ainda mais perto, quase selando nossos lábios. Me afastei frustrada ao perceber que o médico havia entrado.

-Oh... desculpe atrapalhar- disse o rapaz envergonhado.

-Tudo bem- Sorri e olhei pra morena que estava corada.

Depois de ouvir tudo que o médico tinha a dizer, levantei-me da cama e fui trocar de roupa, já que o mesmo havia me liberado.

Como não tinha nada mais que as roupas do corpo ali, pedi que arranjasse me um celular, para que pudesse fazer uma ligação. Respirei fundo enquanto Lauren se mantia ali, calada apenas observando.

-Obrigada, mais uma vez-

-Não precisa agradecer Camz... era o mínimo que poderia fazer- Logo ela se levanta e fica parada a minha frente- Se quiser posso te dar uma carona.

-Oh, não... Já fez bastante por mim, não quero atrapalha-la...- ri balançando a cabeça negativamente- Chamarei um táxi, tá tarde não vou voltar na praia pra buscar meu carro-

Pensei por alguns segundos, primeiramente no apelido que ela tinha dito ali, e depois lembrei que não só meu carro estava lá, mas meu celular e o restante dos pertences se encontravam ali também.

-Pensando melhor, aceito uma carona até a praia-

-Okay...- A mais nova riu e virou-se em direção a porta -Vamos?

(...) Olhava pela janela enquanto iamos para a praia, o dia estava lindo e eu mal sabia quanto tempo tinha passado ali.

-É aqui...- Avistei meu carro e desviei o olhar para Lauren que para ali próximo.

-Tem certeza que quer dirijir depois desse susto?-

Não morava tão longe dali, então achei melhor pegar o carro logo.

-Tenho sim, moro aqui próximo, não creio que aconteça algo nesse meio tempo- Sorri destravando o cinto de segurança. -Espero que possamos nos ver mais vezes.-

-Digo-lhe o mesmo-

Me inclinei para beijar seu rosto e saí do carro, dei uma pequena corridinha até meu veículo, apalpei o pequeno bolso que havia em meu vestido e percebi que tinha perdido as chaves e meu celular.

-Droga- Olhei pra trás e vi que o carro de Lauren continuava parado ali.

Corri novamente até a morena e bati na janela do veículo, que logo foi abaixada.

-Olá novamente- Sorri meio sem graça-Será que poderia me dar uma carona até em casa?... perdi meu celular e as chaves.

Ela riu e destravou a porta do carro, dei a volta e entrei já me aconchegando e colocando o cinto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...