História Perfect Sin - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Selena Gomez, Troy Ogletree
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Selena Gomez, Troy Ogletree
Tags Ally, Camila, Camren, Demi, Dinah, Lauren, Lesbicas, Normani, Norminah, Romance, Selena, Semi, Sexo, Trolly, Troy
Visualizações 523
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo Norminah para entenderem melhor isso...

Capítulo 32 - Thirty-two


Fanfic / Fanfiction Perfect Sin - Capítulo 32 - Thirty-two

Point Of View Normani Kordei Hamilton

        Eu, Dinah, Ally e Troy seguimos para o quarto que estamos dividindo. Ally e Troy vão dormir juntos na cama e eu e Dinah na outra. Depois de todos estarem com seus devidos pijamas, deitamos cada um em seu canto e logo apagaram a luz. Olho para o casal na outra cama e parecem estar apagados, assim como todos na casa, pois tudo está em um completo silêncio.

        —Dinah? – A cutuco enquanto a chamo. – Está acordada?

        —Estava esperando todos dormirem. – Ela se vira para mim, pois estava de costas. – Quase descobriram sobre nós.

        —Eu sei. – A abraço e cheiro seu pescoço. Esse cheiro que me faz querer ficar em seu pescoço o dia todo. – Acham que eles realmente sabem?

        —Para ser bem sincera, eu não sei Mani, mas eles devem desconfiar. – A loira fala. – Nós não somos óbvias.

        —Quer assumir? – Pergunto e olho para ela, mesmo no escuro.

        —Você está pronta para isso? – Ela me pergunta. – Sabe que as meninas vão zoar por termos escondido.

        —Foi uma escolha nossa isso, do mesmo jeito que a Lauren namora com a Camila e não nos disse diretamente isso, precisamos perceber e depois perguntar. – Digo e ela assente.

        —Hoje perguntaram e nós negamos. – A loira disse. – Eu não sei o que fazer. – Odeio vê-la assim.

        —Calma DJ, estamos juntas. – Dou um selinho em seus lábios. – Se você quiser amanhã na praia podemos mostrar para todos que estamos juntas e que não nos importamos com o que digam ou pensam. – A abraço.

        —Mani, tudo bem. – Ela me mantém em seu abraço. – Amanhã nós aproveitamos o momento certo e assumimos. – Sorrio para ela.

        —Você acha que a Taylor deu o primeiro beijo no Austin? – Pergunto curiosa.

        —Eu não sei, porque ela gosta dele, mas percebi que ele olhava muito para a Camila. – Dinah diz e penso. Realmente ele olhava muito para ela, até na hora que ele falou o desafio para ela, mas seu sorriso morreu quando ela beijou a Lauren. – Se ele tentar algo com a bunduda, eu acabo com a raça dele.

        —Você faz de tudo para proteger todas nós. – Digo sorrindo feito boba. Agradeço que está escuro e que ela não possa ver.

        —Você, Ally, Taylor, branquela, bunduda e até o projeto de bunduda. – Ela fala. – Eu não suportaria ver nenhuma chateada.

        —A Lauren está marcando o território. Ele não é doido de tentar nada. – Digo. – Agora me dá um beijo porque desde o jogo você não me beija mais. – Pedi manhosa e ela deu uma risadinha.

        Dinah aproximou seu rosto do meu lentamente até que senti seus lábios tocarem os meus com certo cuidado. Coloco minha mão em seu rosto acariciando com cuidado e sinto suas mãos em minha cintura, me puxando mais para ela. Abro minha boca lentamente, permitindo sua língua invadi-la e se encontrar com a minha. Quando nossas línguas se encontram, exploram todos os cantos de nossas bocas, fazendo com que apressamos mais o beijo e ofegamos. Só paramos o beijo quando o ar foi extremamente necessário e mesmo assim não nos separamos, pois grudamos nossas testas fazendo nossas respirações se misturarem.

        —Boo, eu preciso de mais. – Dinah disse ofegante.

        —O que seria esse mais? – Provoco.

        Eu e Dinah não somos virgens, mas nunca passamos de beijos e mãos bobas por cima da roupa. Apesar dela ser desse jeito, sempre respeitou meu tempo de ir para a cama com ela e nunca apressou, apesar de várias vezes ela ter que se controlar. Dinah pode ser brincalhona, provocadora, chata, o que for, mas comigo, ela é a pessoa maravilhosa que está comigo sempre. Eu só transei com meninas, apenas minha primeira vez foi com um garoto, quase namorado. Diferente de Dinah que já transou com alguns garotos, mas agora prefere meninas.

        —Mani, não se faça de idiota porque isso não combina com você. – Disse brincando. – Acha que já está na hora?

        —Acho, mas creio que aqui não seja o melhor lugar. – Apontei para a cama ao lado. – Não quero ter que me preocupar com eles. – Explico e ela assente.

        —Eu concordo com você, também não quero que eles nos atrapalhem. – Beija meu pescoço.

        —Dinah... – Gemo seu nome baixinho enquanto ela desce com os beijos até o colo de meus seios, dando leves mordidas.

        —O que foi? – Se faz de inocente. – Não estou fazendo nada demais.

        —Está me excitando. – Digo baixinho. Suas mãos vão para a barra da minha blusa, adentrando o fino pano e acariciando minha barriga.

        —Eu adoro esse piercing que você tem. – Desce o beijo e deixa uma mordida com mais força em meu umbigo. – Te deixa tão sexy.

        —Dinah Jane Hensen, aquieta a periquita. – Digo rindo e ela logo faz o mesmo. Suas mãos ajeitam minha blusa e beija meu queixo, deixando uma mordida. – Estou falando sério. – Ela sossega e se deita ao meu lado.

        —Boa noite Mani. – Deixa um beijo em minha bochecha e vira de costas para mim.

        —Ficou chateada? – Pergunto e não obtenho resposta. – Dinah, eu só não quero fazer aqui, com a Ally e o Troy praticamente do nosso lado. – Ela não fala nada. – Está bem, então farei greve de beijo por um mês.

        —Normani, você não se atreva. – Vira de uma vez, me dando um susto.

        —Então não trate assim. – Falei mais alto e brava.

        —Desculpa. – Pediu e me deu um selinho. – Sabe que eu te adoro. – Me abraçou.

        —Vamos dormir. – Falei e me virei de costas para ela.

        Senti suas mãos agarrarem minha cintura e me puxarem para mais perto dela. Meu corpo se encaixou no seu em uma conchinha perfeita. Senti um beijo em meu pescoço e sorri com isso.

        —Bons sonhos boo. – Dinah sussurrou antes de me dar outro beijo no pescoço.

        —Boa noite baby. – Ajeitei meu corpo. – Amanhã vamos poder ficar juntas na frente de todos.

        —É o que eu mais quero Mani, o que eu mais quero. – Acaricia meu cabelo.

        —Dinah, você acha que isso vai dar certo? – Viro para ela. – Digo, eu e você, nós somos diferentes.

        —Se não der certo, eu vou dar um jeito de que seja bom para você. – Fala e sorrio. – Eu quero te fazer feliz.

        —Você sabe que se formos ter algo sério, vai ter que pedir meus pais. – Digo.

        —Eu faço qualquer coisa por você. – Roubo um selinho dela, que abre um lindo sorriso. – Eu irrito a Lauren falando do jeito que ela é trouxa pela bunduda e isso de esperar o momento da Mila, mas eu sou o mesmo com você. – Foi a minha vez de sorrir. – Eu só não vou assumir isso que falei, fica só entre nós.

        —De tudo para manter sua pose. – Rimos. Voltei a me virar e ficamos de conchinha. – Boa noite.

        —Boa noite baby. – Deu um último beijo em meu pescoço e adormecemos rapidamente, felizes e juntinhas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...