História Perfect Strangers - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Gravidez, Naruto, Romance
Exibições 204
Palavras 2.533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que vocês gostem, ja tava com ideias para essa fic a algum tempo!
P.S.: Essa fanfic esta sendo postada no nyah fanfiction por mim também, beijoss

Capítulo 1 - Erro Médico


Como de costume, Ino acordava antes do sol nascer preparava o café organizava suas coisas e ia ajudar sua mãe, que tinha um buffet, a conseguir dar conta das encomendas das festas. Especialmente naquela sexta o buffet tinha conseguido fechar um dos maiores contratos da história, era uma festa de comemoração de uma das maiores multinacionais do país.

_Ino, não seria o que seria de mim sem você querida – disse sua mãe

_Não se preocupe mamãe, eu estou de férias da faculdade – respondeu Ino

_Hoje estamos com o pessoal reduzido, espero que nós consigamos a dar conta dessa festa – falou Karin uma moça que trabalhava no buffet

_Iremos sim Karin – respondeu Ino

_Realmente se tudo der certo, esse evento vai nos colocar na pista, teremos uma fama muito boa no mercado – falou Karin enquanto olhava a lista de entradas

_Karin, você vai ter que assumir meu lugar depois do almoço, pois tenho uma consulta ginecológica – falou Ino enquanto decorava os doces

_Sem problemas, querida – respondeu Karin

.

.

_Matsuri eu não vou repetir, eu quero o divórcio – disse calmamente um ruivo sentado em um sofá luxuoso com as mãos na nuca

_VOCÊ NÃO PODE ME ABANDONAR ASSIM! – gritava a garota de cabelos castanhos histericamente

_Nosso casamento acabou – continuava o ruivo

_Não, não acabou Gaa-kun – chorava a moça – Você não pode fazer isso comigo, não depois de tudo que fiz para você

_Matsuri, você me traiu... com meu pai – argumentou o ruivo

_Você tem que acreditar em mim Gaara, seu pai só falou aquilo para te atingir, eu nunca dormiria com ele – esbravejou Matsuri

_Matsuri, acabou – respondeu Gaara

_VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO! – gritou Matsuri jogando i vaso de flores que estava sob a mesa central contra a parede

_Meu advogado entrará em contato com você – respondeu o ruivo levantando e pegando duas malas que estavam ao lado do sofá

_Eu não vou desistir de você Gaara e você vai voltar pra mim– choramingou Matsuri vendo o rapaz sair peala porta

.

.

_PUTA QUE PARIU! CARALHO, PORRA! – gritava Temari jogando todas as coisas que estavam sobre sua mesa no chão enquanto falava com seu noivo ao telefone – EU VOU ACABAR COM A VIDA DAQUELA VAGABUNDA!!!  DEPOIS EU VOU PASSAR COM O CARRO EM CIMA DE VOCÊ ITACHI, EU VOU QUEBRAR SUA COLUNA, E DEPOIS TACAR FOGO NA SUA CASA COM VOCÊ VIVO, SEU DESGRAÇADO!

_Doutora Temari? As pacientes já chegaram – sua secretaria falou baixinho enquanto via Temari destruir o consultório e xingar seu noivo ao telefone

_ITACHI, EU VOU CORTAR SEU PÊNIS, EU SEI ONDE VOCÊ MORA, SEI ONDE MORA SUA FAMÍLIA – berrava a moça

_Doutora? – tentava chamar atenção da medica

_O QUE? Ok, pode falar que já... estou indo – Temari tentou se recompor e limpar as lagrimas do rosto – E você Itachi, não pense que vou esquecer isso, seu cretino de merda

_Doutora, você tem uma inseminação artificial na sala 2 e um Papanicolau na sala 3 – falava a enfermeira que ajudava Temari

_Certo – Temari ainda tentava se recompor

_Aqui está o material da inseminação artificial – falou a enfermeira entregando a Temari que entrou na sala 3

_Olá, boa tarde! – falou Temari entrando na sala

_Olá, boa tarde – respondeu Ino observando a médica – Você está bem?

_Estou sim querida, não se preocupe! Sou a doutora Temari e vou realizar seu procedimento hoje – respondeu Temari se preparando – Tenho certeza que dará tudo certo

_Meu nome é Ino, e obrigada doutora – respondeu Ino ainda achando a médica atordoada – Tem certeza que está tudo bem? Sei que não nós conhecemos e essa não é a hora mais apropriada para isso mas se quiser desabafar

_Você é muito gentil Ino, mas são só problemas com meu noivo, já está tudo certo – respondeu a medica finalizando o procedimento

_Espero que fique tudo bem entre vocês – respondeu Ino dando um sorrisinho amigável para Temari que retribuiu

_Obrigada! Você pode voltar aqui na quarta de manhã para ver os resultados – respondeu Temari – Geralmente demora até 5 dias para sabermos se funcionou

_Ok – respondeu Ino sem entender direito e saindo do consultório

.

_Matsuri o que você está fazendo aqui? – perguntou Temari ao entrar na sala 2

_Tudo bem Tema? – respondeu a cunhada – Queria fazer uma surpresa, espero que você concorde

_Não vejo problema – respondeu Temari sem entender o que a cunhada estava falando – Gaara sabe que você está aqui? Aliás Gaara está com você ainda?

_Gaara e eu estamos tentando lidar com os problemas da melhor forma e acreditamos que isso será importante para nós, mas não pode me acompanhar hoje – mentiu Matsuri 

_Ok Matsuri, você então irá na festa hoje à noite, certo? – perguntou Temari

_Logico que eu irei, sou casada com seu irmão – respondeu Matsuri

_Mas com toda essa bagunça com o papai – argumentou Temari – Não seria melhor, ficar em casa querida?

_Eu não tenho nada a esconder – esbravejou Matsuri

_Vocês quem sabe – respondeu Temari finalizando o procedimento

.

.

_E como foi tudo lá? – perguntou Yumi, a mãe de Ino

_Acho que normal, mas aquela médica parece louca, falou um monte de coisas desconexas, mas fiquei com pena – respondeu Ino rindo

_Já está quase tudo pronto – respondeu Karin checando as coisas

_Ótimo, vou tomar um banho e me arrumar então – respondeu Ino subindo as escadas que dava diretamente na casa deles

.

.

_O que você está fazendo aqui Matsuri? – perguntou Gaara que estava na recepção da festa junto a Temari, Kankuro e seu pai

_Sou sua esposa, Gaara – respondeu Matsuri sorrindo para os fotógrafos

_Só no papel – respondeu Gaara deixando-a com sua família

O salão era aberto, a noite estava com o céu limpo e estrelado, metade dos convidados já tinham chegado com suas vestes de gala. A festa era para comemorar os 50 anos da empresa e contava com a presença de grande parte da elite local e de fora. A família Sabaku No era a anfitriã da festa. Temari estava com um vestido dourado cheio de pedras, com um decote em V e com uma abertura com parte das pernas a mostra acompanhada de seus irmãos, suas cunhadas e seu pai.

_Nossa, como está tudo tão lindo – exclamou Ino assim que saiu com Karin com as bandejas das entradas para servir

_Cuidado para não cair em – brincou Karin saindo e deixando Ino maravilhada com a decoração do local

                Ino estava observando a festa e os convidados, as mulheres com longos vestidos cheios de brilhos, penteados e excessivas maquiagens e os homens com finos trajes formais que provavelmente deveriam custar mais que todo seu guarda roupa. Ela estava servindo os convidados quando avistou de longe um homem com os cabelos extremamente ruivos e uma tatuagem na testa com porte atlético sendo seguido de uma mulher mais baixa que ele de cabelos castanhos presos em um penteado alto, muito elegante com um vestido longo branco com detalhes dourados. Logo constatou que deveriam ser casados, mas mesmo assim não conseguia de parar de admirar a beleza do ruivo, mesmo que a distância.

_Gaara, você não pode ficar fugindo de mim assim – chamou Matsuri

_Matsuri, eu já te disse tudo o que tinha que dizer – respondeu Gaara pegando um copo de whisky

_Gaara, eu to tentando salvar nosso casamento, coisa que você não está nem ao menos se esforçando – disse Matsuri fazendo Gaara prestar atenção na mulher

_Matsuri, você me traiu com meu pai – respondeu Gaara pausadamente

_Seu pai nunca gostou de você e está me usando para atingi-lo mais uma vez, só você não percebe isso – falou Matsuri segurando as mãos de Gaara

_Matsuri, nosso casamento já estava falido antes mesmo disso, você sabe – falou Gaara

_Gaara, você já me amou, eu sei que já – choramingou a mulher

_Matsuri, eu agradeço por tudo que você fez por mim quando eu fiquei doente mas eu nunca te amei – respondeu Gaara rispidamente deixando a mulher sozinha

.

.

_Itachi, onde você esteve? – perguntou Temari vendo o noivo chegar a festa

_Oi, meu amor – falou Itachi dando um selinho demorado na mulher

_Meu amor o caralho Itachi – sussurrou Temari – Saiba que quero que você tire todas as suas tralhas do meu apartamento até amanhã à noite, seu merda

_Meu amor, não seja radical – tentou explicar Itachi – Aquilo que você viu, não era nada que você está pensando

_Itachi, você me chifrou com aquela ninfeta – esbravejou Temari – Eu devia atear fogo em você agora mesmo, mas meu amor eu sou gostosa demais para sofrer

_Percebi sua superioridade hoje mais cedo no telefone – falou o rapaz cinicamente

_Itachi, meu sofrimento dura pouco, eu passo pela fase de negação, fúria e aceitação em segundos, inclusive já te esqueci – falou Temari – Você tem até amanhã para tirar seus trapos do meu apartamento, ou irei jogar tudo pela janela

_E nosso casamento, meu amor? – perguntou Itachi

_Itachi, sai da minha frente e me poupe – falou Temari jogando sua bebida na cara do moreno

.

.

Ino estava na cozinha organizando sua bandeja cantarolando a música que tocava na festa quando foi surpreendida

_Com licença? – chamou Gaara

_Hum? – Ino percebeu que não estava sozinha – Está perdido senhor?

_Gaara – ele falou sorrindo de canto pela expressão de susto da garota

_Precisa de alguma coisa senhor Gaara? – Ino perguntou meio sem jeito

_Só de sossego – Gaara respondeu

_Me desculpe – Ino respondeu corada

_Não é você, me expressei mal – Gaara se sentiu culpado pela impressão que passou

_Não precisa se justificar – Ino riu – De qualquer forma, senhor, aqui é a cozinha...

_Eu sei que aqui é a cozinha – riu Gaara

_Com uma festa tão linda lá fora, você prefere ficar na cozinha? – Ino perguntou intrigada

_Você também está na cozinha, senhorita? – falou Gaara apoiando-se na bancada observando Ino arrumar as taças de formas simétricas

_Yamanaka Ino – ela respondeu – Porém eu estou trabalhando e você é convidado, deveria aproveitar. Te dou minha palavra que no quesito comida está tudo ótimo 

_De fato deve estar – Gaara sorriu ao perceber que ela não sabia quem era ele

_Mas já que você está aqui, não aceita nada? Algo para comer ou beber? – sugeriu Ino

_Estou bem, obrigado – respondeu Gaara

_Eu faço questão – falou Ino separando alguns doces para Gaara – Sabe é o primeiro grande evento do buffet da minha mãe, então quanto mais pessoas eu conseguir agradar é melhor, não?

_Obrigado! – respondeu Gaara pegando o prato que Ino estendeu e provou o primeiro doce – Realmente você é uma pessoa de palavra

_Que bom que o senhor gostou – Ino sorriu fazendo Gaara a encarar e sorrir de canto

_Então você é filha da dona do buffet? – questionou Gaara interessado

_Sim, minha mãe é a dona eu só a ajudo quando posso e as vezes quando não posso também – riu Ino – Sempre foi o sonho dela então faço o possível para dar uma força, pois as coisas estão no início ainda

_Entendi – respondeu Gaara observando Ino que não parava um minuto – E o que você faz quando não está ajudando-a?

_Eu to no último período do meu curso, faço faculdade de Direito – respondeu Ino enquanto servia as taças

_Advogada então – Gaara arqueou as sobrancelhas

_Quase – riu Ino – E o senhor? Seria muito indelicado da minha parte perguntar?

_Fique tranquila – riu Gaara – Eu sou diretor da empresa Sabaku No

_Sabaku No? – Ino perguntou assustada – Você é dono dessa festa?

_Sim – Gaara riu ao ver a reação da loira

_Ai meu deus, você é meu chefe! – exclamou Ino chegando perto do rapaz – Me desculpe eu não fico procrastinando em horário de serviço

_Não precisa se preocupar com isso senhorita Ino – riu Gaara observando Ino que pela primeira vez tinha saído de trás do balcão. Ele percebeu que apesar das vestes a loira tinha um corpo esbelto, a cintura fina, quadril mais largo proporcionalmente além de seios fartos e bunda empinada. E claro longos cabelos loiros e olhos bem azuis

_Ai que vergonha – riu Ino sem graça

_Relaxe Ino, foi bom conversar com você, me ajudou! Obrigado – falou Gaara ainda observando a menina – Agora vou deixar você trabalhar e vou voltar para o sacrifício

_Eu que agradeço senhor Gaara – Ino sorriu para o rapaz

_Pode me chamar de Gaara – ele falou saindo da cozinha 

_Puta que pariu Ino– Ino sussurrou para si mesma

.

.

_Gaara onde você esteve? – chamou Matsuri ao avistar o ruivo novamente

_Matsuri, pela última vez, me deixe em paz – respondeu Gaara impaciente

_Você não pode me abandonar – falou Matsuri

_Matsuri, eu já abandonei aguarde meus advogados – falou Gaara

_Você não abandonaria uma mulher gravida – ela falou fazendo-o parar

_Matsuri você sabe que eu não posso ter filhos mais – respondeu Gaara até que ele parou para pensar

_Você sabe aonde eu fui hoje à tarde meu amor? – Matsuri falou sorrindo maliciosamente

_Você não seria tão baixa assim – respondeu Gaara surpreso

_Fui ver sua irmãzinha drogada – ela falou rindo colocando a mão sob a barriga

_Não acredito nisso – Gaara ficou pasmo

_Parabéns papai, vamos ter um filho – Matsuri falou sorrindo vitoriosa puxando Gaara para próximo a imprensa – Gostaríamos de anunciar que vamos ter um filho, um herdeiro para a Sabaku No

 .

_Ino? – perguntou Temari vendo a loira servir as bebidas

_Doutora? – Ino respondeu ao ver Temari

_Tudo bem? – Temari perguntou e pegou uma taça da bandeja de Ino

_Estou bem sim e você? – Ino respondeu

_Estou sim querida, obrigada por hoje mais cedo – Temari respondeu – Você pareceu se preocupar

_Não tem nada não – Ino sorriu

_Espero que dê tudo certo para você querida – falou Temari sorrindo para a garota

_Doutora, tem alguma coisa que você queira me falar? – perguntou Ino aflita – Você achou algo de errado?

_Como assim querida? – perguntou Temari confusa

_Se tiver algo possível de dar errado no meu exame, pode me contar, não precisa esconder, eu sou forte – Ino respondeu nervosa

_Não tem nada de errado com você querida, mas como assim exame? – perguntou Temari

_Meu exame ginecológico – respondeu Ino observando Temari

_Temari, que porra é essa de você ter inseminado a mulher do Gaara? – Kankuro chegou perguntando – Você sabe que eles iam divorciar, finalmente se livrar daquela golpista e você dá a ela o que ela mais queria?

_Eu não inseminei a Matsuri – esbravejou Temari que logo em seguida gelou e olhou para Ino. Temari ficou branca que nem papel e em seguida cambaleou se apoiando em Kankuro percebendo o que ela tinha feito – MERDA! MERDA! MERDA!

_Temari, que porra é essa? – Gaara aproximou-se da irmã – Você sabe que eu odeio cenas para a mídia e você deu uma de bandeja para a Matsuri

_Doutora, melhor a gente conversar depois – falou Ino assustada pelo barraco de família

_Ino! Espera ai – falou Temari mais pálida que tudo – Gaara, eu não inseminei a Matsuri, ela não tem a menor probabilidade de estar gravida de você

_Então porque ela acha que está? – preguntou Kankuro – Porra Gaara, dá um jeito nessa louca

_Ela foi no meu consultório hoje – falou Temari quase chorando de olhos fechados – Mas fiz nela um exame ginecológico normal

_É melhor eu ir doutora – falou Ino sem graça

_Temari eu não to entendo nada – falou Gaara

_Gaara me perdoa, eu juro que não sabia que era sua amostra – Temari falou chorando

_Temari você está me assustando – respondeu Gaara

_Eu inseminei você Ino, com o material do meu irmão – falou Temari fazendo Ino soltar a bandeja e derrubar todas as taças 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...