História Perfect two (A.B.O) - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Sulay, Tentativa De Comedia, Xiuchen
Visualizações 936
Palavras 844
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 63 - 63


Fanfic / Fanfiction Perfect two (A.B.O) - Capítulo 63 - 63

P.O.V. Byun Baekhyun

 

Vamos ser honestos, do grupo todo eu sou o único que tem uma situação financeira ótima, Xiumin hyung tem dinheiro também, mas não é tanto quanto eu, minha omma é dona de três das maiores grifes que tem aqui na Coreia, e meu appa é CEO de uma empresa de fabricação de celulares, por causa disso troco mais de celular do que de... não, eu troco muito de roupa também.

Mas por causa disso, nunca fui de fazer muitos amigos, a maioria só se aproxima de mim por conta do dinheiro, mas com o Kyung e os meninos foi completamente o oposto, eles me aceitaram sem saber nada sobre minha vida financeira, e eu pude ser eu mesmo e ainda me soltar mais ainda, tive a sorte, de ser filho único, e meu appa ser completamente tranquilo comigo, existe muitos omegas que só por serem dessa ordem são obrigados a se casarem com quem nem mesmo conhecem, alguns são expulsos de casa, e até mesmo mortos, que não é meu caso, meus pais, não se importam muito comigo, mas também não precisaram me casar pra aumenta influencias ou riquezas da família.

Entrei no escritório da minha omma e a encontrei mexendo em alguns papeis, coisas do trabalho dela, então não dei muita moral e me sentei no divã da mesma soltando um resmungo para chamar a atenção da omega, que apenas me olhou de relance e nem mesmo parou de mexer nos papeis, então comecei a dizer o que queria.

-Omma, eu queria tentar fazer uns desenhos! –Ela parou por alguns segundos e depois voltou a mexer nos papeis.

-Tem algo nas lojas que não te agrade?

-Na verdade, não são para mim, eu queria tentar uma linha infantil. –Soltei um suspiro pelo que a omega não me encarava. - Na verdade eu queria dar presentes únicos aos bebês do Min, e como eu estou de férias, e tenho habilidades de estilistas, quero tentar fazer algo diferente, e se der certo, pode aumentar os lucros também.

-Meu querido, você pode tentar, sabe disso, mas e depois? Quem vai continuar a fazer os desenhos quando voltar a faculdade?

-Eu posso fazer vários, e deixar guardados se der certo, posso pegar apenas meio período da faculdade. –Fiz aegyo, ninguém resiste ao meu aegyo.- Ommaaaa por favorzinhoo. – Vi a omega revirar os olhos, e esfregar as mãos na cabeça como forma de pensar.

-Tá bem, vá, fale com a Krystal, ela pode te ajudar com os números, e tecidos mais confortáveis.

Concordei e sai correndo, entrei no carro, e avisei o motorista da família que me levou até o local, onde encontrei a Jung conversando animadamente com uma outra pessoa, magra um pouco mais baixa que ela, porém era muito parecidas.

-Baek – Ela veio e apertou minhas bochechas, resmunguei tirando os dedos do meu rosto. – Está de férias? Você só vem aqui quando tem ideias malucas, e está com tempo para isso.

-Acertooou, quero tentar fazer uma linha infantil, omma disse que você estaria responsável por mim.

-AAAAAH não, sobra sempre pra mim – suspirou derrotada - Deixa eu te apresentar, essa é minha unnie, Sooyoun. – Elas eram omegas, bem bonitas alias, e dariam ótimas modelos, se entrassem no ramo.

-Acho que já te conheço. - ela parou por uns segundos e fiquei tentando me lembrar de onde a conhecia.

-Lembrou? – Krystal perguntou apoiando no ombro da irmã que apenas balançou a cabeça negativamente - Não liga não Baekie, ela ta ficando velha, venha, vou te mostrar os tecidos e arrumar uma mesa para você. – disse me puxando corredor á dentro me despedi de sua irmã de forma meio estranha, já que tinha minha camisa sendo puxada pela omega.

Entrei na sala onde havia os tecidos e fui tocando um por um, tinha que ser bem gostosinho, e bonitos, entre vários e vários tecidos e estampas, era tudo tão fofo, que eu queria fazer com tudo!!

Tentei pegar as cores mais neutras já que ainda não se sabe o sexo, no caso os sexos, e comecei a fazer uns rabiscos aqui e outros ali, descobri que nenéns usam bodys de mais, e que e eles sentem mais frio que a gente, então tinha que ser tecidos grossos, o que me limitou um pouco, mas, eu não me chamo Byun Baekhyun se não fizer brilhante, fofo, e digno de deuses.

E claro que eu não saí de lá com as roupinhas já prontas, mas pelo menos meu guarda roupas estaria com umas dez peças a mais, aproveitei que já tava na rua mesmo, e entrei em um café que tem na esquina, pedi uma linda e enorme torta de maça, e também um café gelado, sim eu não sou normal, me sentei em um estofado e comecei a comer, e observar o movimento pela janela, quando algo muito quente tocou minha coxa esquerda de começo foi bem confortável, e aconchegante, mas instantaneamente começou a me queimar, levantei muito rápido derrubando o café gelado na outra coxa, me rendendo um grito bem alto e fino de dor. 


Notas Finais


OLHA A BOMBAAAAA!
Soltei e corri? nem a pau!!
Mas vcs tem que me ajudarem até ás 20:30 se tiver QUINZE #Vemnimimattdupla tem a continuação!
E vocês não vão se arrepender, eu AMO O PRÓXIMO CAP sz
Beiijnhos :**
P.S.: estou esperando hein!!








COF COF CN


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...