História Perfect two (A.B.O) - Capítulo 66


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Sulay, Tentativa De Comedia, Xiuchen
Visualizações 634
Palavras 1.844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 66 - 66


Fanfic / Fanfiction Perfect two (A.B.O) - Capítulo 66 - 66

P.O.V. Autora

A noite chegou, e logo estavam todos indo para suas camas, e não ache que era umas oito ou dez horas da noite, não nesse horário eles estavam todos jogados na sala assistindo um filme qualquer e depois outro e outro, era duas horas da manhã quando Jongin levou seus irmão para seus respectivos quartos, enquanto Kyungsoo estava no banho, ele tinha enchido a banheira com a água de morna para quente e ficou ali deitado aproveitando e relaxando depois de ter se limpado adequadamente, Jongin entrou quieto do jeito que ele sempre fazia e se despiu, só que dessa vez o omega não se assustou, o cheiro do alfa invadindo suas narinas, ele nem mesmo abriu os olhos quando o alfa se enfiou dentro da banheira depois de tomar um banho rápido no chuveiro ao lado.

-AAh Soo essa água ta muito quente! – Fiz um bico, mesmo sabendo que o namorado não estaria vendo.

-Não reclama! Olha como é relaxante, os músculos agradecem e não só isso, nessa temperatura eu me aqueço.- Balançou os braços na água, fazendo pequenas ondinhas.

-Eu não preciso me aquecer! – Puxou o omega de forma que ele deitasse a cabeça em seu ombro e o corpo ficasse no meio das suas pernas.

-Mas é claro, você é alfa, você é quente por natureza, e isso é tão errado, queria ser quentinho assim como você também.

Era algo que não dava para mudar, então não disse mais nada sobre isso, e ver seu omega com a carinha de sono dizendo isso era tão fofo, que o fez rir.

-Soo, você vai adorar aqui! – Jongin disse acariciando os cabelos do omega. – Tem tantos lugares que eu quero que você vá comigo, e tem também os lugares que nunca fui e que quero tentar ir com você!

-Tipo onde? – Kyungsoo se sentou encarando o alfa.

-Tipo, tem uma sorveteria no final da cidade que dizem ter uma imagem linda das montanhas, e tem uma pista que várias pessoas vão para andar de patins os skates, ou até mesmo bicicleta, tem um lugar de jogos, igual àquele que a gente foi durante a excursão, e tem um outro lugar mas eu não quero dizer agora, e aqui eu tenho meu carro, então não vamos nos perder!

O omega concordou sorrindo, ele mal podia esperar por essas férias, mesmo que Kyungsoo fosse muito caseiro, ele ainda gostava de sair para lugares desconhecidos, e se o alfa queria levá-lo ele não reclamaria.

-Você tem um carro? – O omega perguntou estranhando o fato, e o alfa confirmou.- E porque você não foi com ele para Seul?

-Eu até iria, mas pensa comigo, eu já não sou muito bem aceito, daí eu vou para um lugar novo, sendo o esquisito que tem um carro e é bancado pelo papai rico!  - O alfa disse e até o Kyung se assustou, fazia sentido, de certa forma, Jongin não era muito bem visto na faculdade se ele não fosse no mínimo como os outros, ele seria o esquisito metido aos olhos dos outros.

-Em falar no seu appa, cadê ele? – Kyungsoo sabia que o pai do moreno era rico, mas não o conhecia e nunca ouviu o namorado dizer sobre ele.

-Ah sim... o meu pai, bem ele é famoso assim dizendo, ele é um dos maiores jogadores que a Koreia tem, mas no momento, ele tá em um time do exterior, nem me pergunte o nome porque eu não tenho a menor ideia.

-Mesmo se você me dissesse o nome eu também não saberia! – O omega disse e os dois riram, Jongin parou de rir e ficou observando eu omega sorrindo.

-Eu tive muita sorte! – O alfa colocou para fora seus pensamentos fazendo um certo moreno confuso. – Você é perfeito Soo! – Agora esse certo moreno estava muito corado. – Eu te amo! – Disse e selou os lábios fartos nos do omega.

E o omega viu naquele ato a oportunidade de fazer aquilo que ele estava ansiando a alguns dias, então aprofundou o beijo e foi direto ao ponto, colocou uma mão sobre o membro do namorado, não tão adormecido assim, e começou a massegeá-lo.

E lógico que o alfa não ficou parado, ele ansiava aquilo tanto quanto o omega, subiu uma das mãos que estavam na cintura do menor até o mamilo e começou a rodeá-lo assim como Kyungsoo tinha te mostrado que era bom, quando o omega soltou um gemido baixo, os lábios se separaram, e o alfa aproveitou para beijar e mordiscar o pescoço do namorado, e arrancar mais daquela melodia tão gostosa de ser ouvida.

O alfa se levantou e puxou o omega, que sem entender nada foi carregado até a cama.

-Lá eu não consigo te ver direito! – O moreno disse e se posicionou entre as pernas do omega e voltando a beijar os lábios dele, desceu lentamente distribuindo selares por todo o tronco, e voltou a rodear os mamilos do omega, que se segurava para não gemer, mas não conseguindo quando Jongin abocanhou por completo seu membro.

O vai e vem estava deixando os dois malucos, Kyungsoo puxou uma das mão do Jongin e colocou três dedos dele em sua boca, o moreno entender o recado na hora, e nem evitou sorrir, sem parar com os movimentos com a boca, tirou os dedos da boca do omega, e introduziu o primeiro, e recebeu um pequeno resmungo de dor como resposta, colocou mais um dedo, e se afastou enquanto se movimentava com os dedos dentro do menor, queria ver todas as expressões do menor, e se agraciou com a visão do mesmo de olhos fechados com a cabeça tombada para trás e os lábios sendo mordidos com força, evitando gemer.

Sem nem pensar duas vezes roubou os lábios do menor evitando que ele se machucasse, e introduziu o terceiro e teve os lábios mordidos com força pelo omega, depois de alguns segundos os movimentando, retirou os dedos de dentro do Kyungsoo, esse que se levantou e pegou uma camisinha, que ele havia comprado, ajudou o alfa a se vestir, já que ele ainda estava aprendendo a fazer tudo isso sozinho.

O alfa observou o namorado ficar na de quatro na cama e admirou a visão da bunda redondinha e cheinha empinada apenas para si.

-Porra Soo, você é tão perfeito. –Quase disse em um rosnado e se ajeitou posicionando o membro na entrada do menor, forçou, e quando finalmente conseguiu estar completamente dentro do omega ouviu um gemido baixo vindo do mesmo, sem nem esperar começou a se movimentar de forma lenta, e em um ritmo completamente viciante e sexy, o omega apertava com força os lençóis enquanto o alfa apertava sua cintura, o prazer estava tanto que nem perceberam e já estavam em um ritmo rápido e forte, o barulho dos corpos se chocando e alguns gemidos baixos dos dois, deixava o alfa muito mais excitado, virou o omega e se surpreendeu quando o mesmo mudou as posições, e ficou por cima, apoiando as mãos no peito do alfa e cavalgando em seu membro.

O alfa não estava muito bem deitado, ele estava mais sentado com as costas na parede de forma que pudesse dar selinhos e mordiscadas no peito do omega, as mãos grandes e fortes do alfa estavam na coxa do menor apertando com força enquanto o ajudava a subir e descer, de forma rápida.

O omega estava ficando maluco, tinha sua próstata acertada tantas vezes e não podia nem mesmo gemer o nome do seu alfa como queria fazer, teve seu membro estimulado na mesma velocidade que subia e descia, não conseguiu segurar muito e umas três estocadas a mais o omega gozou sujando a mão e o abdômen do alfa, esse que não conseguiu segurar quando todo o interior do menor de contraiu, apertando tão forte seu membro que gozou na segunda estocada depois do omega, e gemeu alto.

Os caninos do moreno saíram, e a vontade de marcá-lo estava muito grande, se aproximou do pescoço branquinho do menor e respirou fundo sentindo o cheirinho característico do omega que tanto amava deu um beijinho, e quando abriu a boca para morde-lo, o omega se afastou.

-Não me marca, por favor! – Kyungsoo pediu assim que percebeu que o alfa o faria. – Eu sei que é difícil agora... Você quer muito me marcar né?

-Soo eu te quero só para mim, eu não quero mais ninguém se aproximando de você por você não estar marcado, e eu quero sentir o que você sente, quero te transmitir mais sentimentos que você imagina que eu tenha. – O alfa disse e assustou o omega, até um tempo atrás ele nem sabia direito como isso funcionava.

-Faz uma temporária então. –Disse e indicou u lugar no peito para que o alfa mordesse e assim que ele fez, o nó se desfez e eles foram tomar outro banho, um de verdade dessa vez, voltaram ao quarto tiveram que trocar toda a roupa de cama e ainda virar o colchão já que eles encharcaram tudo, se deitaram e adormeceram rápido.

Quando acordaram no domingo pelos gritos de no mínimo umas três pessoas que Kyungsoo não conseguiu identificar pela voz, eles fizeram a higiene matinal, e desceram para o café, Jongin vinha atrás com a mesma cara de sono de sempre, Já Kyungsoo estava um pouco mais animado, ele estava se sentindo amado de uma forma que não tinha sentido antes, fora seus pais lógico.

Ele sabia que o moreno o amava, mas não imaginava que era dessa forma, com essa intensidade, sorriu satisfeito e se sentou ao lado da caçula da família, e Jongin se sentou do seu lado, começaram a comer observando a briga que se formava na mesa, até que Tae chegou e se sentou de frente ao omega.

-Que foi Taeyeon? – Hechuul perguntou colocando um pão e uma xícara na frente da alfa. – Que cara é essa?

-É que eu não consegui dormir muito bem! – Disse seca e voltou a encarar o omega.

-E porque você tá encarando o Kyung assim? – Jongin perguntou, e observou o omega se retrair um pouco, no fundo ele estava com medo.

-É porque meu quarto é o do lado sabem! – Ela disse e pronto Do Kyungsoo estava corado. – Eu ouvi tudo!!

Hechuul tentou segurar o riso mas não conseguiu, e gargalhou da cara que a filha fazia, acompanhado pelo mais velho.

-Isso tudo é ciúmes? – Ele perguntou fazendo a morena o encarar. – Eu sei que você queria ter feito também bebê! – Ele disse e puxou uma bochecha dela. – Agora comam.

Quem disse que mais alguém naquela mesa comeu quieto, negativo todo mundo fez questão de falar algo, não só do casal, mas também tiraram sarro da alfa, dizendo que ela queria ter estado no lugar deles, e que ela estava precisando, já que estava com um humor terrível.

Do Kyungsoo observando aquela família tirando sarro um do outro e comendo, como se não tivesse acontecido nada de mais, se apaixonou pela família do namorado mais uma vez, ele com certeza queria uma família assim para ele.


Notas Finais


Eu sei que hoje não é dia de postar, e que já tá tarde pra caramba...
Maaaaas, eu morro de ansiedade, não era pra ter ficado tãão grande, mas se eu dividisse uma das divisões ia ficar minusculas!!
Então hehe, taí um capitulo enorme fora da hora kkkk
P.S.: eu anotei todos os pedidos !!
P.S: eu não revisei o cap então me perdooem !!
EU AMO VOCÊS KRAIO sz sz sz
Beijinhos da Themonia ❤❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...