História Perfect Two - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 36
Palavras 659
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


É uma adaptação de uma fanfic minha, Delena :)

Espero do fundo do meu coração que não flopp - Tudo meu sempre floppa :'(

Então, chutando meu orgulho, vou pedir sim, se tiver alguém lendo, dê muito amor a mim e a essa fic ❤ Não desiste de mim :) 

Perdão por qualquer erro ortográfico, ou de concordância, estou tendo que adaptar, então provavelmente eu não perceberei erros, algum "ela" no lugar de "ele"...

Espero que goste ❤

Capítulo 1 - Eu não diria borboletas.


  Estávamos indo para uma excursão no cinema, finalmente iriamos ver algo bom, assistiríamos cidades de papel.
   Taehyung não parava de tagarelar.
— E então ele vai me convidar pra sentar com ele! — Exclamou.
— Ah claro e o feliz pra sempre vem quando? — Perguntei irônico.
  Já havia desiludido em relação à Jungkook. Nós nunca escorregaríamos na borda da piscina e nos beijaríamos, nunca trombaremos um no outro na escola, e ele nunca vai me convidar pra sentar com ele no cinema.

(…)

  Depois de pegar a pipoca e o refrigerante estávamos entrando na sessão quando sinto algo gelado escorrer em minha blusa.
— Desculpa! Serio, perdão mesmo! — Disse Jungkook constrangido.
— Não, está tudo bem! — disse, também já constrangido com a aproximação dele. — Tenho que ir me limpar — Disse à Taehyung, entregando meu lanche a ele.
— Eu te ajudo! — Disse Kook puxando minha mão.
— Não precisa... sério! Eu sei me virar...
— Não seja bobo, eu vou te ajudar, já que eu, um menino muito desastrado, derramei tudo em você... totalmente sem querer! — Me encarou.
— Tudo bem.
   Não acredito, eu conheço Jeon Jungkook...Ele estava mentindo, derramou em mim de propósito.
   Ele vai me levar pro banheiro, e vai me ajudar, enquanto me encara de uma maneira super sexy, depois vai dizer que sou lindo e que sempre me quis, eu vou corar e dizer que lindo é ele, então ele vai rir de mim e vai ser a risada mais linda de todas... Viajei!

(…)

— Tira a blusa! — Mandou.
— O que? — Arregalei os olhos.
— Tire a blusa, tem que lavar... depois secamos na Secadora de mãos. — Explicou calmamente.
— Só pra começar, nós nem deveriamos estar no banheiro feminino...
— Blá, anda tire a blusa! — Falou puxando-a para cima. — O masculino está com problemas. — Tentou se explicar.
— Mas eu tenho vergonha! — Disse fazendo força com os braços pra baixo.
— Não precisa ter vergonha, mas toma, — disse tirando a própria camisa — agora tire a sua e use a minha.

(…)

   Quando voltamos pra sessão, Quentin já estava procurando por Margo. Quase não tinha lugar para eu e Jungkook nos sentarmos. Atrapalhamos alguns colegas passando na frente, por sorte na última fileira haviam três lugares vazios, então nos dirigimos para lá.

(…)

  Kook me encarou durante muito tempo, até eu o questionar:
— O que foi? — Sussurrei.
— Você é bonito! — Foi direto.

   Oh, está finalmente acontecendo, o que eu falo?

— Não sou não! Você é idiota! — Ótimo, nossa como eu sou doce com quem eu gosto, sentiram a ironia?
— Sou um idiota lindo, e você é um lindo idiota! — Acabei sorrindo pra ele.

(…)

   Taehyung me encarava com uma cara maliciosa estilo “Eu sei o que você fez, cadela!”

— O que foi? — Perguntei começando a me irritar.
— Estou sabendo... — Menino irritante.
— Sabendo do que TaeTae? Fala logo ou cale a sua merda de boca! — Me estresso muito fácil.
— Oh, grosso! — Fez careta — Tá namorando, né? Safadinho. — Disse fazendo coraçãozinho com as mãos.
— Não viaja Tae! — Sorri sem graça e corei.
— Mas ele está te encarando por que então? — Falo apontando pra ele.
— Abaixa o dedo Taehyung...
   Quando olhei, ele sorriu pra mim. Acabei sorrindo de volta.

(…)
  
   Talvez nada mude, mas a ideia, pequena e frágil, de que ele possa gostar de mim... Me deixa completamente louco.
   Provavelmente, eu vou passar as próximas noites tecendo a minha vida perfeita ao lado dele.
   É estúpido, eu sei! Na verdade é inexplicável, só quem já gostou de alguém sabe a sensação.
   Eu não diria borboletas, eu diria uma inundação.
   É, o amor é isso, uma grande e viciante catástrofe.


Notas Finais


Espero que alguém tenha gostado ♡

Eu amo comentários... Podem ficar tranquilos, eu não mordo :)

Eu amo interagir! Sério! AMO MUITO ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...