História Perfect Two - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 19
Palavras 487
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Doce banheiro.


Fanfic / Fanfiction Perfect Two - Capítulo 3 - Doce banheiro.

“Já escolhi milhões de músicas pra nós, em cima de cada música eu crio uma história, posso estar iludido em relação a nós, posso estar iludido em relação a você, será que poderíamos ter uma chance, poderíamos decidir qual é a melhor música? Sou um aquário vazio...”

   Mais uma folha rasgada, não posso falar que sou de libra, e nem fazer referência a isso. A maioria das pessoas não acreditam nisso, ou me acham bobo por acreditar.
   É patético que um garoto de 14 anos escreva uma carta se declarando?
   Sim, chega! Eu desisto!

(…)

   Existe coisa melhor que ir ao banheiro quando se está muito apertado? Definitivamente Nã... A melhor coisa do mundo é quando se tem privacidade dentro do banheiro.

— Posso falar com você? — Pergunta Jungkook encostado na porta.
— Estou utilizando o banheiro, pode sair? — Será que dá pra ele escutar o barulho do xixi batendo na água do vaso?
— Não, não dá! — Ele está nervoso.
— Tudo bem, — Digo subindo a calça — já estou saindo! — Saio e vou lavar as mãos.
  
   Kook bate a porta com força, fechando-a.

— Menino, pra que tanta agressividade? — Falei, um pouco assustado.
— Está correndo uma fofoca... — Fala jogando uma folha de papel 'minha' em mim.

“Sou uma letra sem sentido
Sem ritmo
Sou sangue verde
Sou a lua
As estrelas caíram, me deixaram sozinho
Você é o sol
Nunca consigo te alcançar
Se você estender a mão
Vai me queimar?”

— Estão até fazendo uma aposta, tentando descobrir quem é o menino que mexeu com seu coração de gelo. — Falou, super-grosso.

Contornando a situação em 3,2,1.

— Isso não é nada de mais — gargalhei — isso foi escrito para uma fanfic. Você sabe o que é uma Fic?
— É, eu sei. — Falou desconfiado. — Bom, parece que temos uma pequena atração por banheiros, não é? — Falou, passando a mão pelo cabelo.
— Bom, você que gosta de me assediar dentro deles! — Rimos juntos.
— Esse povo é muito infantil, nada a ver pegarem algo pessoal e ficarem fazendo apostas...sobre isso — Comentou me encarando.
— Ao menos não foi nenhum deles que veio tirar satisfação comigo sobre o assunto! — Provoquei.
— Não vim tirar satisfação, vim saber da história! Não ouviu falar que sou o menino mais enxerido da escola? — Disse guardando uma mecha de cabelo que havia caído sobre meu rosto e a colocando atrás de minha orelha.

Arrepiei.

— Não sabia dessa sua fama, mas é bom saber, quando eu quiser informação, te procuro. — Falei.
— Pode me procurar quando quiser, sempre!

Disse enquanto abria a porta e saia.

   Estou começando achar que Jeon é um demônio, quando estou saindo do mundo da ilusão, ele vem e me puxa pelo pé.
   Aqui dentro é macio e cheiroso, e o melhor, tenho Kookie só pra mim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...