História Pericoloso - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags Amigos, Amores, Inimigos, Perigos, Segredos
Exibições 25
Palavras 1.471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOOIIII BABES, chegueiiiiiiii!
Capítulo cheio de segredos e mistérios.
Eu vou começar a minha semana de provas, provavelmente so postarei na outra semana, e caso eu tenha tempo, amanhã!
DEIXEM SUAS OPINIÕES!!!
Enfimmmmmmmmmm, espero que gostem desse capítulo.
Ana x

Capítulo 8 - They go...


Fanfic / Fanfiction Pericoloso - Capítulo 8 - They go...

“Uma mudança sempre deixa o caminho aberto para outras. -  Maquiavel”

                                             Quinta-feira, 3:45AM. Aeroporto, Los Angeles, Califórnia.

 

            Respirei fundo e pisquei os olhos algumas vezes olhando a minha volta; minha vida seria bem diferente agora, e eu não tenho como voltar atrás, minha decisão fora tomada. Segui Thomas para onde quer que eles estivesse indo.

- Espera aqui. – Ouço sua voz e assenti com a cabeça, ficando no lugar que ele pediu. Vi meu primo caminhar até três homens vestidos de preto, altos e fortões, pareciam armários. – Vamos. – Ele disse quando chegou ao meu lado novamente. Os homens se colocaram ao nosso lado e nos guiaram até um carro todo preto, franzi o cenho.

- Tom? – o chamo, ele me olhou e sorriu de lado, estendendo a mão para mim, a seguro com força e entramos no carro. Nossas coisas foram colocadas na mala, o motorista deu partida, e percebi que estavam sempre atrás de um carro idêntico ao que estávamos. Olhei para trás e vi outro igual. Ok, isso estava BEM estranho. Thomas mexia no celular sem ligar para absolutamente nada, ou eu estava ficando louca ou tínhamos uma escolta até em casa. – Thomas, o que está acontecendo?

- Nada, Angel... Por que? – Me pergunta confuso.

- Temos uma escolta? É isso mesmo? – Ele travou o maxilar e me olhou inquieto. – O que está acontecendo?

- São seguranças, amor. – Me respondeu. – Nós sempre tivemos.

- Mas não as...

- Seguranças Angel, nós somos ricos. Não temos mais a proteção dos seus pais. Estamos sozinhos agora. – Me interrompeu e eu suspirei. Isso era verdade. Ninguém ousava chegar perto de nós, nossa família era poderosa demais para isso. – Eu moro com os meninos...

- Luke também? – Perguntei.

- Também.

- Que saco!! – Respondi rolando os olhos e ele riu. Já não bastava estar fora de casa, tinha que aturar o Hemmings. Saber disso me fez lembrar de Ashton, o que aconteceu na cozinha ainda não tinha acabado. Sorri de lado e arquei minha sobrancelha. Ai, ai... Passamos pelo portão de entrada e vi mais seguranças por ali, muito bem armados. Os meninos deveriam ser tão ricos quanto, Thomas e eu; isso explicaria tudo isso, as roupas caras, os carros e tudo mais. Desci do carro, e soltei os cabelos mexendo minha cabeça de um lado para o outro. Peguei minha bolsa de mão, e a maleta que Thomas me deu; estava curiosa para abri-la.

- Me promete uma coisa. – Ele segurou os meus braços, me obrigando a olha-lo.

- Claro.

- Só abra essa maleta na hora certa.  – Quando ameacei falar, ele continuou. – Tem coisas nela que várias pessoas vão querer, muitas pessoas dependem dessa maleta, Angelina. E eu só confio em você.

- E quanto aos meninos? – perguntei.

- Eles sabem da maleta, e de tudo; mas é arriscado ficar com eles. Tem que ser você. – Mesmo sem entender nada, balanço a cabeça afirmando, e ele me abraça. O que estiver dentro desta maleta é muito importante. – Sei que está confusa, mas na hora certa você saberá de muitas coisas. – Deixou aquilo no ar, e seguiu até a porta central. Um frio percorreu por todo o meu corpo. O segui e entrei na casa.

 

Thomas POV

Flashback on

Desde a hora em que decidi que Angelina moraria comigo, sabia das consequências. Continuar mentindo para Angel estava sendo difícil, mas não sei se ela suportaria saber da verdade; do que me cerca, do meu presente. Eu a amo demais para vê-la mal, comigo Angelina está segura, ninguém pode tentar nada contra ela.

- Você sabe que é arriscado, não sabe?

- Sim. – Respondi e suspirei. – Mas não posso deixa-la, você sabe, eles vão...

- Sim, eu sei! – Luke me interrompe. – Angelina será aceita aqui em casa. – Ouço. – Mas você sabe, quando ela descobrir, ela tomará a decisão. E ninguém – deu ênfase na palavra. – poderá impedi-la, e nisso a possibilidade dela se juntar a nós está aberta.

- Eu tentarei mantê-la longe disso o quanto for preciso.  

Desliguei a chamada, e peguei minhas bolsas, indo para o quarto de Angel; nosso voo seria daqui a uma hora. Senti uma mão me puxar para um dos quartos.

- Cuide dela. – Falou.

- Cuidarei. – Respondi, engolindo seco. – Ela vai saber lidar.

- Tenho certeza que sim.  – Ouvi e sai dali.

                                   Flashback off

                                                                                      Quinta-feira, 4:35AM, mansão dos meninos, Califórnia

- Me promete uma coisa. – Pedi, segurando seus braços, e a fazendo olhar para mim.

- Claro. – Respondeu e pude ver confusão em seu olhar.

- Só abra essa maleta na hora certa.  – Comecei, e não deixei ela falar. – Tem coisas nela que várias pessoas vão querer, muitas pessoas dependem dessa maleta, Angelina. E eu só confio em você.

- E quanto aos meninos? – perguntou.

- Eles sabem da maleta, e de tudo; mas é arriscado ficar com eles. Tem que ser você. – Falei e vi sua expressão. Era a coisa mais errada que eu poderia estar fazendo em toda a minha vida, mas naquele momento me parecia certo. – Sei que está confusa, mas na hora certa você saberá de muitas coisas. – Deixei aquilo no ar, e segui até a porta central.

Angelina saberia lidar com tudo, tenho certeza; meu medo era de nunca ter o perdão dela. Tudo que ela precisava saber estava naquela maleta, tudo mudaria quando ela lesse os papeis que lá estavam. Perderia minha Angel inocente, e uma nova Angel tomaria seu lugar; minha prima podia ser frágil em alguns aspectos ligados a família, mas ela era forte quanto todo o resto. Não poderia existir menina mais fantástica.

- Ligou para Helena? – Perguntei e ela arregalou os olhos.

- Ai meu Deus, a Helena vai me matar! – Falou desesperada. Os meninos riram, e eu fiz o mesmo.

- Vou mostrar seu quarto, senhorita! – Dorota falou e Angel a encarou arqueando a sobrancelha, balançou a cabeça afirmando e antes de sair, despediu-se dos meninos, e veio em minha direção.

- Me empresta seu celular. – Pediu e eu ri.

- Tem um novo na sua cama. – Ela riu negando com a cabeça e beijou minha bochecha. Assim que subiu as escadas, Michael, Ashton, Calum e eu seguimos para o escritório; Luke nos esperava. Bati na porta, e entramos, nos sentando em nossas cadeiras.

- Ela chegou? – Luke perguntou e eu assenti. – ótimo. – disse sem entusiasmo algum, o que nos fez rir. – Temos um trabalho para hoje... – Nos olhou sério. – Tem uma carga chegando, e mesmo que seja de última hora, nós vamos pegá-la. Não quero ninguém novo aqui, está chegando agora e pensa que manda em algo, quero dar um susto nesse filho da puta. – Sorri.

- Estaremos prontos. – Disse e os meninos concordaram. – Só nos dizer o plano.

                                                           (...)

 

- Não acredito que vai me deixar sozinha, Tom! – Angelina bradou e eu pedi para que falasse baixo.

- Angel, entenda. Eu preciso resolver algo com os meninos.

- Mas..

- A Helena não chega depois de amanhã? – perguntei e a vi assentir. – Então pronto.

- Mas estou falando de hoje. – Falou e eu sai andando. – THOMAS. – Gritou e cocei minha cabeça nervoso. Esqueci que Angel gostava de mandar e queria tudo do seu jeito, daria uma ótima... Para Thomas, isso não.

- Cala a boca, patricinha. – Ouvi Luke falar, e revirei os olhos. Não.

- Eu já vou indo. – Passei pela porta e a bati. Não aguentaria outra briga de Luke e minha prima, nem fodendo.

 

Angel POV

- Cala a boca, patricinha.

- Ah não, nem vem, projeto de ser humano errado. – Bufei e ouvi a porta batendo. Thomas me paga. Saí da sala e fui para o meu quarto. Esses meninas não pararam quietos o dia inteiro. Na verdade, cheguei aqui e ainda estava amanhecendo, ou seja, depois de Dorota me mostrar meu quarto, passei a manhã dormindo; depois de um longo banho.

Aliás, não gostei dessa tal de Dorota, tem algo nela que não me desce. Ouvi batidas na minha porta e acordei do meu transe e pedi que entrasse, vi Ashton entrando no quarto e trancando a porta. Sorri maliciosa para ele.

- Pensei que tivesse ido com os meninos.

- Thomas disse que você não queria ficar sozinha, e pediu para que eu ficasse com você. – Respondeu agarrando minha cintura, e me dando um beijo veloz. – Caralho, você me deixa louco, sabia? – Perguntou, e no mesmo segundo se afastou um pouco, colocando as mãos na minha blusa, onde os botões não estavam fechados, e rasgando a mesma. Sorri. Ele que me deixa louca, aliás, estou realmente louca, vou transar com o Ashton, se Tom descobre me mata. Foda-se. Eu o quero, dentro de mim, e agora!

Empurrei Ashton para a cama sem parar de beijá-lo, sentei em seu colo e comecei a provoca-lo; hoje a noite será longa!

 

                                                   “Não há segredos que o tempo não revele. - Jean Racine”

 

 


Notas Finais


ENFIMMMMMMMMMMM, espero que tenham gostado!!!!! Não esqueçam de dizer o que está achando!!! Não sejam fantasmas; e até o próximo capítulo amores...
Bjão xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...