História Perigosamente Amor - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Selena Gomez, Zayn Malik
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez, Zayn Malik
Visualizações 109
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Capítulo curto pois é o Ponto e Vista de um dos principais!

Capítulo 14 - Afraid


Fanfic / Fanfiction Perigosamente Amor - Capítulo 14 - Afraid

Point Of View, Justin Bieber.

Minha mãe estava no meu pé. Meu pai, preocupado com meu comportamento. Meus irmãos estavam viajando e não precisaram compartilhar o peso dessa tensão. Quando abri a porta de casa, um aperto invadiu o meu peito. Dói saber que ela não irá voltar para casa. Para mim.

As suas roupas, ainda tinham seu cheiro. A cama ainda tinha seus fios de cabelo. Tudo ainda estava exatamente do jeito que ela deixou. No corredor, flash backs de nossas aventuras mais loucas, passavam em câmera lenta em minha cabeça. Mas, naquele mesmo local de alegria... havia tristeza. Ódio.

Uma cena de nossa pior briga, invadi meus pensamentos quando olho a minha mala ao lado da porta. O dia em que ela disse que me deixaria. Ah, como esquecer aquele dia...

 

“- Aonde você vai? – Minha voz estava embargada

Ela apertou o botão do elevador, cruzando os braços sem nem ao menos me olhar. Porque ser tão dura?

- Eu preciso de um tempo. – Fala, séria.

- Não. Selena, não. – Me joguei no chão, abraçando sua cintura. – Não me deixa, por favor. Eu te imploro! – Comecei a soluçar. – Diga que você não vai embora...

As portas daquele elevador maldito se abriram. Eram como portas do inferno, para mim. Ela entrou, ficando de costas para mim e então as portas se fecharam. Fechei os meus olhos, chorando baixinho para que os vizinhos não escutassem. Eu havia perdido a mulher da minha. E naquela posição humilhante a qual eu me encontrava, eu sussurrei para minha mesmo. Ciente de que ela não me ouvia mais.

- Diga que você não vai embora...”

 

De repente, o chão estava forrado de vidro quebrado. Os vasos de flores eram arremessados com força na parede. E eu, estava um caco igual aqueles do chão que alguma vez já foram lindos vasos de flores. A minha flor, a única flor que me preenchia... me trocou! Mas, isso não ficará assim. Não, não vai!

Encontrei forças para me levantar daquele chão, tão fodido quanto a mim. Encarei uma foto nossa em cima da estante, sorrindo de lado. Não, Selena. Você não será feliz sem mim. Eu farei jus a minha palavra. Enquanto você estiver com Zayn, a sua vida será puro caos. Um grande e tremendo, caos.

Do outro lado da rua, eu a observava dentro daquele restaurante. Ela acabará de chegar, com ele. O moreno, desceu do carro abrindo a porta do passageiro para ela descer. Eles se beijaram. Nojo! Eles se abraçaram. Nojo! Eles sorriram um para o outro. Nojo! Como as pessoas possuem mascaras, não é mesmo? Se alguém chegasse em mim a um ano atrás e me dissesse que Zayn roubaria a minha esposa, eu teria o matado. Como desperdiçamos chances uteis.

Finalmente, ela entrou na empresa. Zayn, entrou no seu carro e partiu segundos depois. Sai correndo do restaurante, pegando o primeiro táxi que vi. Pedi para ele seguir o carro Audi – R8, sem que o motorista percebesse. Menti para ele, dizendo que ele era meu primo e que ele me levava para conhecer seu emprego. O taxista deu de ombros, seguindo seu trajeto.

Quando o carro estacionou em frente Malik’s Company eu pedi para o homem parar. Dois seguranças vestidos de preto, caminharam até o carro de Zayn, abrindo a porta e o cumprimentando. Ele lhes deu um aceno de cabeça, arrumando o terno. Um dos homens entrou dentro do carro, enquanto o outro seguiu o moreno olhando para trás. Como se ele tivesse medo de que alguém estivesse o seguindo. Ou como se ele soubesse que eu estava o seguindo.

45min, longe do trabalho de Selena. O que poderiam acontecer dentro desse tempo?

Meu plano já estava concretizado. Zayn deixa Selena na porta de seu trabalho. Gasta 10min abraçando e beijando a mesma. Depois disso ele espera ela entrar dentro da mesma, durante 2 segundos. E só ai, ele finalmente parte. Ela sempre vai de salto. Ao final do dia, ela o espera na porta da empresa, acompanhada de Laura. Zayn chega, ela acena para a colega de trabalho e entra dentro do carro. Mas, antes de entrar ela tira os saltos, o jogando no banco de trás do carro. Toda sua rotina custa de 6hrs á 45min em ponto!

É perfeito. Amanhã, quando ela chegar no trabalho e Zayn se despedir dela, eu apareço. A chamo para conversar, com certeza ela irá me acompanhar e então... Ah, Selena. Prepare-se para sofrer em minhas mãos.

- Mais alguma coisa, senhor? – A garçonete retorna. – Já iremos fechar.

Céus! A quanto tempo estou aqui? Sorrio falso, colocando o dinheiro sobre a mesa e saindo do estabelecimento.

O frio da noite de New York, atingiu meu rosto. Me encolhi de frio, andando passo por passo pela calçada. Ela pedirá o divórcio! Parei. Como não pensei nisso antes? Claro que ela pedirá o divórcio, apenas para se casar com ele e fazer dessa sua vidinha sem graça... Alegre de novo! Argh! Todo meu plano escorre pelo ralo. Mas, e se acontecer algo com ele ao invés dela? E depois de tanta dor causada, eu a socorrer em meio ao caos? Ela esqueceria dessa loucura, certo? Vamos, Justin! Pense em alguma coisa!

Abri a porta do apartamento, encarando o chão cheio de cacos de vidro. E então, minha mente foi iluminada com uma ideia digna de um psicopata. Um acidente. Não tem como escapar de um acidente. Recolhi os cacos, jogando os mesmos na lixeira. Comprei uma garrafa de whiskey, peguei um copo e despejei um pouco do liquido. Coloquei dois cubos de gelo e me sentei no sofá.

Ah, como eu adoraria acabar com esse casal. Não! Apenas um deles, eu adoraria destruir. Selena está presa no meu coração. Só quero que ela aprenda a lição, não quero perde-la por completo. Zayn está preso por nossas famílias. A desunião de ambas, após qualquer ato meu para cima dele, causaria na minha internação. JAMAIS VOLTAREI PARA AQUELE INFERNO!

Correr riscos, torna a vida mais insana. Pois bem. Eu aceito ser internado. Aceito, perde-la por completo. Eu aceito! Me resta apenas... escolher qual deles destruir.  


Notas Finais


Perdoem erros ortográficos! Minha cabeça está doendo, então não revisei!
Amo vcs demais, até quarta!
~pussylove, ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...