História Perigosamente irresistível (ABO) reescrevendo - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, ChiNoMimi, Cotton, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Giles, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Thomas, Violette
Tags Abo, Doritos Com Nutella, Oi Pai!
Visualizações 44
Palavras 2.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Eu te amo simples assim.


Fanfic / Fanfiction Perigosamente irresistível (ABO) reescrevendo - Capítulo 11 - Eu te amo simples assim.

-ÔLA VADIAS E ARROMBADOS! HOJE TEMOS MUITOS DESAFEIOS PORRA! ENTÃO VAMOS COMEÇAR COM ESSA BAGAÇA!(gritou Castiel no lugar dá Rosa que tentava se desamarrar com certa raiva)

-HOJE A PORRA DOS DASAFIOS SÃO DA Hancks2chaan!(falou Castiel se ajeitando na poltrona e começando a dizer os desafios)

1) Armim rebola no colo do Lyz com uma cara de safado ((com direito a mordidinha na orelha com gemidinho de brinde))

Armin sorri safado mostrando seus dentes puxa Lysandre pela a gravata senta no colo do albino, começa a rebolar e dançar sensualmente, pega a mão do albino e começa a lamber dois dedos soltando gemidos baixos fazendo o Albino enlouquecer cada vez mais e como um trunfo Armin puxa Lysandre e morde com delicadeza sua orelha, quando se separam Armin dá uma lambida na bochecha do albino.(As fujoshis gritam em surtando e teve uma que desmaiou com muito sangue em suas narinas)

2)Lexy amor dá minha vida faz uma dança sexy no colo do kentin só de box!!!

Alexy levanta sorrindo como uma criança em dia de Natal, vai tirando suas roupas com cuidado e delicadeza, quando seu único vestimento era uma box rosa, ele vai em passos lentos até Kentin que o olhava faminto, o azulado senta no colo do castanho e vai rebolando a os poucos e logo depois indo com um velocidade incrível fazendo a visão do castanho embaçar pela luxuria e exitação, e quando   para olha para Kentin dá um celinho no mesmo, levanta se veste e senta no colo dele novamente como se nada ouvesse acontecido 

-Viu Nath poderia aprender com o Alexy e com o Armin não acha? Onde já se viu um puta gostoso não saber seduzir!!!??(falou Castiel olhando para Nathaniel) 

Nathaniel mostrou gentilmente a língua e inflou as bochechas, e então para provocar o ruivo Nathaniel levantou foi para o meio dá quadra pegou uma bola de basket e começou a rebolar até o chão com o dedo na boca e um olhar inocente, fazendo despertar o Castielzinho junior, quem disse que ele não era sexy?

Realmente foi muita tortura para Castiel, que não avia se arrependido de ter dito que o loiro não era , mas ele era e muito mas Castiel não admitiria para o loiro.

*///AVISO IMPORTANTE///*Sabe as fujoshis de antes? Bom elas começaram a ter ataques Yaoisticos e começaram a sangrar muito pelas narinas e tiveram que chamar uma ambulância para repor o sangue perdido, calma agora elas estão bem, eu acho ;-;)

3)Nath faça uma declaração de amor pro Castiel de joelhos!!

-HAHAHA SE FUDEU! VEM GATINHO VEM!(gritava Castiel chamando o loiro que subiu em passos lentos)

Como o mandado ele se ajoelhou abaixando a cabeça como quando ele ia apanhar de seu pai que era um Sádico exigente.

-Ehr Castiel saiba que você foi a minha salvação, eu já tinha pensado várias vezes em suicídio mas você sempre me impedia me incomando tanto, de alguma forma você sabia que meus sorrisos eram falsos e o inferno tinha que ser o paraíso esse é o mundo aonde eu vivo ou vivia, você me irritou tanto mas tanto que apenas o ódio não bastava e então veio o amor! I'LOVE YOU! EU TE AMO SEU IDIOTA!(gritou o loiro corado que chorava de emoção, Castiel abaixa a cabeça não deixando visível seu sorriso enorme para os outros então ele se abaixa pega o queixo do menor aproxima de sua boca, juntando os lábios num suave e incomum beijo, era diferente para os dois por isso era especial era importante, era calmo apaixonante era incrível para os dois, quando se separam uns minutos depois Nathaniel começa a gritar de dor)

Ninguém sabia o por que, todos estavam surpresos menos Alexy que sabia o motivo disso, Castiel estava tão preocupado abraçou o menor que ainda gritava com toda a sua força para tentar amenizar a dor)

-Nath ele está te chamando.(falou Alexy sério fazendo todos estranharem)

-NÃO! EU NÃO VOU VOLTAR! NEM QUE MORRA!(Cada vez que Nathaniel gritava o zumbido extremamente alto doía cada vez mais, Nathaniel chorava se abraçava contra Castiel que estava muito muito preocupado)

Então um barulho de helicópteros pousando fora ouvido, eles tinham pouasado na frente do ginásio, invadindo-o e levando Nathaniel dali, obvio que tentaram lutar mas 99 soldados a mão armada? Iriam perder muito feio.

Quando Nathaniel foi achado pelo pai, ainda quando era criança, seu pai infiltrou um shipp no ouvido do ômega, assim cada vez que o loiro se afastava muito e o velho quisesse sasiar suas vontades sádicas ele apertava um botão que fazia esse shipp emitir um som muito dolorido a um humano qualquer, mas Nathaniel não era um humano, sua audição era sensível e como bônus esse shipp tirava força e energia, Alexy sabia disso por que nele também tinha sido implatado só que de jeito muito mal feito, fazendo com que quando Kentin mordesse a orelha do azulado o shipp caísse e quebrasse uma arma tão delicada mas tão fatal. 

(Nathaniel on)

Quando chegaram num porão sujo e úmido me largaram lá, até eu ver uma sombra bem conhecida, quando mais se aproximava mais eu via meu pai se aproximando.

Realmente medo era o que Nathaniel sentia seu pai o pega pelos cabelos e o joga numa cadeira de ferro quente e derretido, Nathaniel gritava de dor enquanto Francis escolhia uma ferramenta de sadismo, escolheu inicialmente uma tesoura, equando se aproximava de Nathaniel o mais velho gritava.

-E NÃO É QUE EU VENCI!? SAYU VOCÊ NÃO PODE MAIS DEFENDE-LO VOCÊ ESTA MORTA E AQUELE VELHO NOJENTO TAMBÉM! HAHAHAHA AQUI ESTA A SUA DERROTA! SE EAFORÇOU TANTO PARA CUIDA-LO E PROTEGE-LO! E POR NADA!! HOJE IREI MALTRATA-LO E ESTRUPA-LO COMO EU FAZIA COM VOCÊ SAYU! ESTA FELIZ COM O DESTINO DO SEU TÃO AMADO FILHOTE?!(gritava Francis olhando para Nathaniel) sabe filho será que seu sangue tem o mesmo cheiro viciante dá sua mãe? Será que você é apertadinho? Bom não comemos nossa presa antes de mata-la não?(Necrofilia sim o pai de Nathaniel curtia uma Necrofilia)

O pai de Nathaniel rasga a camisa do loiro com força, e com sua tesoura pontuda faz rasgos no peitoral do loiro que gritava, gritava cada vez mais, os gritos de agonia do Loiro era música para os ouvidos do Sádico, quando Nathaniel perde a voz grossa camadas de lágrimas deciam como cachoeiras dos olhos ambares do Loiro.

Enquanto is,so Castiel corria em sua forma lupina, atrás do loiro, Castiel estava com muita raiva do pai do Nath, se tudo o que Alexy contou for verdade Castiel meteria o Loko, não parecia mas estava com medo de chegar tarde de mais ainda lembrava de cada palavra do azulado Castiel estava pronto para enfrentar qualquer coisa, ninguém toca no que é seu, e gente Castiel não é nada fraco.

(Flashback on)

-Temos que salvar o Nath, o pai dele vai mata-lo! Por que o pai dele é um Sádico filho dá puta! E se agente não correr perderemos o loiro, bom vou explicar tudo para vocês...(Castiel socava o chão com certa raiva, não prestava atenção no que o azulado dizia, ele estava dominado pela raiva, estava tão puto, nunca gostaria de perder o loiro, nem que tivesse que ir até o inferno para recuperar o SEU loiro, ele estava tão puto por que não tivesse chance de falar o que sentia, realmente o loiro mexia com sigo, era sua calma era sua droga lupina, Castiel nunca fora calmo mas perto do Loiro sentia que algo em si mudava, sentiasse inseguro o que era novo por que Castiel sempre fora muito convencido, realmente o loiro mexia mesmo que iconcientimente com o coração do ruivo, Castiel sentia muito medo, em toda aquela raiva existia medo, medo de perder o seu tesouro, sua droga humanoidelupina, Nathaniel realmente era muito viciante em todos os quesitos, Castiel nunca acreditará em Deus mas agora desejava que o loiro estivesse bem e que depois Castiel o pudesse o abraçar e dizer o quanto amava-o.

(Flashback off)

(Castiel on)

EU VOU TE ENCONTRAR LOIRO! é uma promessa!(repitia Castiel mentalmente)

(Nathaniel on)

Ele estava se sentindo tão fraco, seu pai já avia usado, tesoura, alicate, chicote, bastão de ferro, canivete, e agora estava voltando com uma arminha de choque e camisinhas, Nathaniel estava tão detonado que nem tia forças para chorar.

- socorro, Castiel me salve! (Susurrava Nathaniel com a pouca força que tinha, sua voz saiu baixa e rouca)

-Não adianta gritar, espernear fazer nada, você está no campo de concentração francesa ninguém vai te ouvir aqui dentro, poucos sabem dessa localização e como ainda está vivo vou te torturar até morrer, sabe estive sentindo falta de torturar alguém nesses últimos meses, sabe o que mais gosto em você? Você é igual a sua mãe Sayu tem olhos dourados pele branca como a neve e fios sedosos e loiros sem falar num corpo lindo.

- Seu nojento. (Falou Nathaniel cuspindo sangue)

Quando Francis ia tocar no loiro uma imagem de uma mulher loira aparece, e segura o braço do ex marido, Francis grita surpreso.

-Não, não, EU MATEI VOCÊ! COMO ESTA AQUI?!!!(gritava Francis caído no chão)

-Ele é meu filhote, não deixarei você mata-lo(falou a mulher fantasma na frente seu filho, a mulher tinha cabelos curtos e dourados olhos grandes e dourados como ouro, usava uma camisola branca, tinha um corpo lindo e sua pele era branca, Nathaniel estava fascinado então era assim sua mãe? Era mais bonita pessoalmente.

A mulher angelical abraça o filho e o beija na testa, e começa lutar contra seu ex marido Francis, então outro fantasma aparece, um loiro barbudo de olhos dourados e pele morena, estava usando uma roupa pomposa de rei.

-É bom te conhecer Neto!(falou o homem que aparentava ter 67 anos, o rei lutou para proteger o loiro mas era tarde de mais o loiro avia perdido muito sangue e quando Francis fingiu desmaiar os fantasmas foram emborama, Francis levanta rapidamente pega uma faca e crava na mão de seu filho, depois disso corre, avia se divertido o suficiente, então ele derrama gasolina por todo o local e joga fogo, seu filho morrereria ou morreria,o mais velho foge enquanto o porão pega fogo.)

Castiel chegou na hora que o fogo começou a se espalhar, ele correu para dentro do porão e foi correndo procurando o seu amado, quando o achou todo ferido em estado crítico começou a chorar, pegou o menor no colo beijou a testa do menor que dormia e ecomeçou a correr até a saída e foi com toda sua força contra a porta de ferro a abrindo com certa violência, então corre com o menor em seus braços, ele chega em um parque deita o menor na grande e coloca seu ouvido no peito ferido do loiro, não escutava nada, e ele tinha parado de respirar até ouvir um sussurro leve.

- Eu te amo...Cas.. ti.. el.( E assim Nathaniel fechou os olhos se entregando)

-NATHHAAANIIEEELLLLL!!! NÃO ME DEIXA! POR FAVOR!!! não me deixa! Eu te amo idiota!(falou Castiel chorando e abraçando o corpo do seu amado) eu te amo, eu te amo, eu te amo.(era tarde de mais Castiel chorava muito,muito mas! parece que o velhote decidiu não ser tão duro assim)

O corpo de Nath começa a brilhar e a flutuar, e a os poucos os ferimentos de Nath vão se curando e ele volta Vivier, quando estava totalmente vivo, ele é posto no chão com cuidado e uma voz aparece do além

-Me agradeça depois, cuide bem do meu Neto!(falou o avô de Nathaniel, e por isso ele era tão foda ele podia reviver os mortos que são amados, e o amor de Castiel foi tão forte que fez o velho dar uma segunda chance)

Castiel estava surpreso, Nathaniel foi abrindo os olhos a os poucos e quando olhou para Castiel falou.

-Pare de chorar Cassy estou aqui! Eu te amo idiota (falou Nathaniel levantando e beijando Castiel que retrebuia quando se separam por falta de ar Castiel Falou)

-Achei que ia te perder, eu te amo, Nathaniel eu te amo! Prometo te defender com a minha vida!(falou Castiel chorando de felicidade e abraçando seu loiro)

-ganhamos uma chance de meu vô, obrigado por me amar Castiel, agora vamos para casa.(falou Nathaniel chorando de felicidade também)

E assim foram para casa, e dormiram abraçados, um defendo o outro é um sonhamdo com o outro, e ali o amor dos foi fortalecido a 10000000%


Notas Finais


Tomara que tenham gostado! E o que dizer desse episódio ehim? Bom comentem o que acharam e até a próxima que será Lemon!!!! Bom amo vocês e comentem me ajuda muito e me fortalece para continuar com essa fic.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...