História Permanent Vacation - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5sos, Ash, Calum, Izzy, Luke, Mike
Exibições 31
Palavras 1.760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente, talvez esse capitulo tenha ficado um pouco grande, mas eu acho que ta valendo a pena, enfim boa leitura.

Capítulo 2 - Surprise


Fanfic / Fanfiction Permanent Vacation - Capítulo 2 - Surprise

1 mês depois...

P.O.V Isabelle

Meu Deus, nem acredito que o dia da viagem finalmente chegou, passou tão rápido. Eu definitivamente estou muito empolgada para ir pra LA, sonhei com essa viagem um bom tempo, não seria minha primeira vez fora do pais, eu já havia ido em 2014 pra lá, mas nessa época eu não tinha 18 anos então de certa forma eu não pude me divertir tanto como pretendo fazer dessa vez.

— ISABELLE VEM ALMOÇAR – minha mãe gritou

— TO INDO MÃE, SÓ VOU ACABAR DE ARRUMAR AS COISAS.

Eu desci as escadas e fui pra cozinha onde meus pais estavam, eu estava super feliz, mas quando vi o que iria ser o almoço minha felicidade só almentou

— PIZZAAAA – eu disse alegre

— Sim filha, já que você vai ficar fora quase 4 meses a gente resolveu fazer uma almoço especial. – meu pai disse meio triste

— Calma pai eu vou voltar não precisa ficar assim, e nem você mãe, vocês sabem o quanto eu quero ir pra LA. Vai ser meu primeiro aniversário que eu comemoro fora do pais e eu estou feliz com isso.

— Eu sei, eu sei, mas isso não me impede de sentir saudades.

— Concordo com seu pai. – minha mãe falou quase chorando e me deu um abraço junto com meu pai

— Ok, ok, agora vamos comer. Prometo que vou ligar todo dia ok?

— Está bem. – eles responderam juntos

Terminei de almoçar e subi para o meu quarto, queria conferir se tinha arrumado tudo, depois disso fui tomar um bom e demorado banho, eu adorava ficar no chuveiro pensando na vida e cantando, era ótimo pra mim, como uma terapia, mas hoje eu só conseguia pensar no voo que sairia dentro de umas 6 horas.

Após terminar o banho me vesti rápido e mandei uma mensagem pra Robs:

Izzy:  Já ta pronta?

Robs: Sim, to saindo de casa pra ir aí

Izzy: Okay, não demora, bjoos

Robs: Ta bom, bjs

Eu desci pra assistir Harry Potter enquanto esperava ela chegar, passado alguns minutos a campainha tocou.

— Nossa a Roberta chegou rápido que milagre foi esse. – eu disse indo abrir a porta, mas pra minha surpresa não era ela.

— Gabriel? O que você ta fazendo aqui?

— Será que eu posso entrar pra gente poder conversar melhor?

— A gente não tem nada pra conversar – eu falei já fechando a porta, mas ele colocou o pé na frente

— Olha eu não sei por que você parou de falar comigo e eu queria entender

— Você não sabe o porquê? – dei uma risada irônica – Talvez seja porque a gente estava ficando e eu pensei que você gostasse de mim, eu tava gostando de você, não queria algo sério nem nada, mas a gente estava se curtindo e de repente você coloca relacionamento sério no facebook, me excluiu sem explicação nenhuma e uma semana depois do seu “namoro” acabar você vem falar comigo de novo? Olha sinceramente ou você é muito idiota ou ta querendo brincar com a minha cara. – pela primeira vez eu tinha falando tudo que eu queria pra esse babaca

— Olha não fui eu que te exclui, deve ter sido ela, eu queria que a gente pudesse voltar a se falar, desculpa.

— Ok, ta desculpado, mas a parte do voltar a se falar, sem chance. – eu disse batendo a porta na cara dele, pude escutar um “ai” e não contive a risada.

Uma meia hora depois a Robs chegou, contei a ela tudo que havia acontecido e ela bateu palmas pra mim. A gente comeu e ficou conversando, quando faltava uma hora pra nossa viagem, resolvemos que seria melhor já ir pra não ter problemas de atraso.

Depois de embarcarmos, cada uma colocou seu fone e fechou os olhos, nós duas gostávamos de viajar assim, música era pra todos os momentos. Apesar de eu não saber cantar, tocar e nem nada do tipo eu amava música pelo simples fato que quando você mais precisa ela ta ali por você e muitas vezes com os melhores conselhos.

***

— Ei Izzy, chegamos. – a Robs disse me cutucando

— Mentira! Já? Meu Deus eu dormi como uma pedra.

— Somos duas, aliás você ta com uma cara péssima. – ela disse rindo

— Amiga só uma coisinha assim, VOCÊ JÁ SE OLHOU NO ESPELHO VADIA? – eu respondi fingindo que estava brava

— Já sim, e vi que to maravilhosa.

— Ah! Vai se fuder!

Finalmente meu sonho estava se realizando, não vejo a hora de chegar na casa do pai da Robs tomar um banho e sair fazer compras. Depois de pegarmos nossas malas e fazer o check-in vimos o motorista do tio Carlos (nome do pai da Robs) e fomos falar com ele.

— Oiii Andrew, quanto tempo? – eu disse sorrindo

— Como você ta Andrew? – A Robs completou

— Ola meninas, eu estou bem, obrigado e vocês como estão? Faz 2 anos que não nos víamos.

— Pois é eu tive um probleminha com meus pais ano passado e não pude vir, mas estou ótima.

— Então como a Izzy não ia vim, não teria graça eu vim pra cá sozinha e ter que aturar meu pai não é mesmo?

— Ei Robs, não fale assim do seu pa,i ele te ama. – Andrew disse passando a mão na cabeça dela

— Que seja. – ela disse dando de ombros

— Bom, que tal a gente ir logo pra casa, eu preciso de um banho. – eu disse tentando quebrar aquele clima estranho

— Isso amiga, eu também preciso.

— Desculpa acabar com a alegria de vocês, mas é que o Sr. Carlos pediu que vocês fossem direto a gravadora, ele quer falar com vocês. – Andrew acabou com a minha felicidade dizendo isso

— Okay né fazer o que?. – a Robs disse e eu concordei

Ao chegarmos lá pude perceber que a gravadora havia crescido bastante, parece que o tio Carlos se deu bem nos negócios.

— Robs, eu vou pegar um café e te encontro na sala do seu pai, ok? – se eu me lembro bem aqui na gravadora tem uma máquina de café expresso que meu Deus, é maravilhoso

— Tudo bem.

Então eu fui rápido pegar o café, ele ficava em uma sala reservada, onde só músicos e funcionários podiam entrar, mas como todo mundo já me conhecia – afinal em 2014 a gente trabalhou uns meses lá durante as férias e eu praticamente vivia tomando café – não tive problemas em entrar.  Enchi bem o copo pra não precisar voltar pegar mais, eu estava saindo com todo o cuidado do mundo, quando alguém vem correndo e me bate, fazendo com que todo o café derrame em mim.

— EI SEU IDIOTA OLHA POR ONDE ANDA. – Eu disse estressada

— Calma, foi sem querer, me desculpa. – o loiro idiota falou

— Calma o caralho

— Mike, o que aconteceu? – outro menino de cabelos escuros apareceu

— Ah Calum, eu esbarrei sem querer nessa menina. – disse o tal de Mike

— Ah meu Deus Mike, olha desculpa meu amigo ele é meio desastrado as vezes. – o Calum falou

— Quer saber foda-se – então eu peguei o resto de café que havia sobrado no copo e joguei no idiota chamado Mike.

— Ei sua maluca olha o que você fez!

— Ué nada mais justo certo, afinal eu também tomei um banho de café. – eu disse saindo da sala e indo em direção ao escritório do tio Carlos.

P.O.V Michael

— Grossa idiota! – eu gritei assim que ela saiu da sala

— Você ta com um perfume maravilhoso. – disse o Calum rindo da minha cara

— Ah vai se fuder, Calum.

— Gente, o Carlos falou que já vai falar com nós... Mas que porra é essa Michael? – o Ashton disse meio bravo meio espantado

— Uma maluca que eu esbarrei sem querer me jogou café.

— Meu Deus, você ta ensopado. – o Luke disse, como se ninguém tivesse percebido

— Luke, acho que eu já pude concluir isso. Mas e agora será que tem como a gente conversar com o Carlos comigo nesse estado?

— Claro que sim, agora não dá tempo de voltar pro apartamento, a gente explica o que aconteceu, agora vamos, temos que aguardar na sala de espera. – disse o Ash

— Beleza, vamos lá então. – falei indo em direção a tal sala de espera junto com os outros

P.O.V Isabelle

Depois que aquele menino idiota me derramou café, eu até esqueci de pegar outro, o que me deixou mais mal-humorada ainda. Eu bati na porta e entrei na sala, obviamente eles perceberam que eu estava encharcada e perguntaram o que tinha acontecido, então eu falei resumidamente, excluindo a parte que eu xinguei o menino e joguei café nele também, afinal eu não queria que o tio Carlos soubesse dessa parte.

— Então meninas, como da última vez que trabalharam aqui vocês gostaram bastante e os garotos da One Direction adoraram a ajuda de vocês pra gravarem o álbum também, eu pensei que seria legal vocês ajudarem outra banda com isso, o que vocês acham?

— Claro – eu e a Robs dissemos ao mesmo tempo

— E quem será a banda dessa vez? – a Roberta perguntou empolgada

— 5 Seconds of Summer

— Aaah eu acho que já ouvi falar mas não conheço – eu disse um pouco desanimada porque eu queria outras bandas, mas fazer o que né

— Eu sei quem eles são, foram os meninos que abriram a tour da Oned, certo? – a Robs era directioner então ela sabia de tudo sobre os meninos e os que estavam relacionado a eles

— Bom eles estão lá fora na sala de espera, vão lá falar com eles, eu tenho uma reunião agora, depois me digam como foi.

Então nós saímos e fomos para a sala de espera conhecer os meninos da banda, só espero que eles sejam bons, afinal a gente vai ter que ouvir as músicas deles.

Chegando na sala eu reconheci dois dos meninos imediatamente, o idiota que esbarrou em mim e o amigo dele, eu não to acreditando nisso.

— Ah não! O que você ta fazendo aqui? – eu disse irritada

— Você conhece ele? – a Robs me perguntou imediatamente

— Esse é o idiota que esbarrou em mim.

— E você é a maluca que me jogou café – ele disse bravo

— Você jogou café nele? – a Roberta me perguntou incrédula

— Sim ué, ele só teve o que mereceu.

— Ta sai daqui sua maluca a gente tem que trabalhar. – esse menino já tava merecendo uns tapas

— Espera aí, não vai me dizer que vocês são a banda 5 Seconds of Summer? – eu perguntei ainda com esperanças de não ser verdade.

— Somos, mas e vocês estão aqui porque?

Ai não! Isso só podia ser um pesadelo, eu não acredito que vou ter que passar minhas férias com uma banda idiota e irritante, eu não mereço isso.


Notas Finais


Não me matem se eu deixei vocês curiosos. Espero que tenham gostado, em breve teremos o próximo capitulo e prevejo muita briga hein. Comentem o que vocês acharam pra mim poder saber se tão gostando ou não. Obrigada por lerem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...