História Permanent Vacation - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5sos, Ash, Calum, Izzy, Luke, Mike
Exibições 25
Palavras 1.456
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente desculpa se eu demorei um pouco a postar, tenham uma boa leitura

Capítulo 3 - English Love Affair


Fanfic / Fanfiction Permanent Vacation - Capítulo 3 - English Love Affair

P.O.V Isabelle

Eu ainda estava em choque com a confirmação de que eles eram a banda que a gente ia ter que trabalhar, que eu acabei não respondendo o menino que perguntou quem a gente era, mas a Roberta fez isso por mim.

— Bom a gente vai ajudar vocês na produção do álbum.

— Certo, já que a gente vai trabalhar junto, melhor nos apresentarmos, eu sou o Ashton, esse é o Luke, Calum e Michael.

— Eu não vou trabalhar com essa maluca! To indo falar com o Carlos, provavelmente você já ta demitida. – ele disse levantando em direção a porta

Imediatamente eu me dei conta do que estava acontecendo, eu não podia deixar ele falar com o tio Carlos, ele ficaria muito puto comigo e isso arruinaria minhas férias e minha comemoração nos 18, eu tinha que fazer alguma coisa e rápido.

— Não! Você não vai falar nada com ele. 

— Ta com medo de ser demitida é? Devia ter pensado nisso antes de me jogar café.

— Não é nada disso, eu não vou ser demitida, sou a melhor amiga da filha dele. – eu disse apontando pra Roberta.

— Então você não devia ta tão preocupada assim. – ele disse indo em direção a porta mais uma vez, mas eu impedi sua passagem.

— Olha, ele odeia ser incomodado com pequenos problemas, isso só vai deixar ele irritado e talvez vocês percam o contrato, ou no mínimo o álbum vai atrasar.

— Ela tem razão Mike, vamos deixar isso pra lá, o álbum é mais importante do que essa briguinha de vocês. – o Ashton falou

— É Mike vamos fazer um esforço okay? – o Luke completou e pude ouvir o Calum concordar também

— Ta bom. A gente é uma banda e já que a maioria quer assim eu vou aceitar. – nesse momento eu pude respirar aliviada

— Já que vamos trabalhar juntos que tal a gente saber seus nomes? – Luke disse curioso

— Certo, eu me chamo Isabelle e ela é a Roberta.

— Legal, mas e aí o que a gente vai fazer agora? – o Calum perguntou

— Então hoje basicamente é só assinar o contrato, amanhã nós vamos começar a trabalhar realmente. – eu disse

— Basicamente vocês vão compor e a gente vai dar nossa opinião sobre qual parte fica melhor na voz de quem, entenderam? Mas basicamente a gente só ajuda se vocês pedirem uma opinião ou algo do tipo, e depois a gente vai pro estúdio gravar as músicas. – a Robs completou

— Okay. – todos disseram juntos

Então todos assinaram os contratos e foram pra casa, eu também estava louca pra ir, fomos falar com o tio Carlos e como não tinha mais nada pra fazer ele liberou a gente, eu só precisava de um banho e dormir um pouco. Chamamos o Andrew pra nos levar, quando estávamos a caminho de casa eu recebi uma ligação.

— Alo?

— Oi Izzy é a Ju.

— Meu Deus Ju quanto tempo! Como que você ta menina?

— Eu to ótima e você?

— Melhor impossível, mas me diga ta afim de ver a gente hoje? Só não pode ser balada porque amanhã vamos ter que trabalhar.

— Mentira! Você e a Robs estão em LA? Ai meu Deus. Claro que eu quero ver vocês, que tal um filme mais tarde aqui no meu apartamento?

— Perfeito. Às 20 horas?

— Combinado, até depois então. Beijos

— Até. Beijos.

Eu desliguei o celular, e falei pra Robs da nossa programação pra noite, ela ficou super empolgada, então chegamos em casa arrumamos as malas, comemos, tomamos banho e fomos dormir até a hora de ir pra Ju.

                                                                               ***

Chegamos no apartamento da Ju e era lindo, ela havia mandado o endereço por mensagem e disse que já tinha avisa o porteiro, então era só a gente subir. Batemos na porta e esperamos, até que ela se abriu, mas não era a Ju e sim um cara lindo, que realmente me deixou babando.

— Oi – eu disse tentando parecer o mais normal possível

— Oi, vocês são as amigas da Ju, certo? Eu me chamo Jamie.

— Eu sou a Isabelle, mas pode me chamar de Izzy.

— E eu sou a Roberta, mas pode me chamar de Robs.

— Certo, prazer em conhecer vocês. – ele disse dando um abraço em nós duas

Nós entramos e sentamos no sofá a Ju veio logo dar oi pra gente. Ela explicou que o Jamie era um amigo dela que morava em Londres e tinha vindo passar um pouco das férias em LA. Ele tinha alugado o apartamento da frente, então ela pensou que não teria problema em chamar ele pra assistir o filme com nós. E realmente não tinha, eu estava amando a presença dele.

Fizemos pipoca e decidimos assistir “Quando as luzes se apagam” fomos todos pro sofá, a Robs, a Ju, eu e o Jamie (exatamente nessa ordem). Eu estava um pouco nervosa/ansiosa, eu realmente tinha achado ele bem legal pelo pouco que conversamos, e muito atraente também.

— Puta merda to sentindo que vai dar susto agora, ai meu Deus.- a Ju falou e nós concordamos com ela.

Realmente o susto foi grande e eu nem percebi que eu estava agarrando a mão do Jamie com força.

— Ah desculpa Jamie, eu me assustei e peguei sem querer na sua mão.

— Sem problemas – ele disse colocando o braço em volta de mim, se eu não fosse morena teria ficado vermelha

— Gente não quero ver pornografia ao vivo, se quiserem se pegar vão pro quarto. – a Robs disse

— Vai se fuder – falei jogando uma almofada nela

O filme foi ótimo, quando acabou vimos que já era tarde e era melhor a gente ir, nós íamos ligar pro Andrew, mas o Jamie fez questão de levar a gente embora, eu fui no banco da frente e a Robs atrás. Chegando em casa ela desceu super rápido deixando nós sozinhos.

— Hã... Obrigada pela carona

— Não tem de que. – ele disse me olhando de um jeito safado

— Tchau então – eu me virei pra sair, mas ele puxou meu braço fazendo eu virar e me deu um beijo.

 O beijo foi intensificando cada vez mais e eu não sei como ele conseguiu deitar o banco pra trás mas quando eu vi ele já estava em cima de mim. Eu estava adorando aquele momento, ele beijava muito bem e o clima foi esquentando cava vez mais, senti a mão dele abrindo minha calça e a baixando, a mesma coisa ele fez com a calcinha, então ele começou a beijar meu pescoço e desceu para minha parte intima, ele realmente sabia o que fazia com a língua, aquilo estava me deixando louca.

— Mais rápido. – eu pedi mas ele simplesmente me ignorou

— Vai ser do meu jeito, você só vai gozar quando eu quiser. – ele disse num tom safado, de repente ele acelerou e eu senti cada vez mais tesão, eu gemia e ele se divertia com aquilo, ele gostava de me fazer gemer.

— Jamie... Eu vou... – eu disse arfando

— Ainda não.

Ele reduziu a velocidade e começou a beijar minhas coxas, depois voltou a minha região intima e dessa vez ele foi com vontade, quando percebi dei um gemido alto e gozei, ele riu e me ajudou a me vestir.

— A gente se vê em breve. – ele disse com aquele jeito safado

— Claro. – eu respondi rindo e sai do carro.

P.O.V Roberta

Eu senti um clima entre a Izzy e o Jamie desde a hora do filme, então quando ele parou em frente à minha casa eu desci o mais rápido que pude pra poder deixar eles sozinhos, mas ela estava demorando pra entrar. Então uns 10/15 minutos depois ela apareceu, com o cabelo todo bagunçado, e sorrindo.

— Isabelle eu quero detalhes, AGORA!

Então ela me contou todos os detalhes e eu fiquei pasma, meu Deus esse menino tinha fogo hein, não que a Izzy também não tivesse.

— Uau, olha ainda bem que eu desci do carro rápido porque né.

— Ah vai se fuder. Meu Deus ta tarde pra caramba, temos que dormi porque amanhã tem que cuidar da banda com o idiota.

— Nossa miga isso tudo é raiva mesmo?

— Claro que é, eu gosto e do Jamie, tu para com isso. E tu pensa que eu não vi tu olhando pro Ashton?

— Ah eu só olhei pra ele ué, nada ver.

— Aham eu sei bem o que você queria, eu shippo, ele parece ser um cara bem legal.

— Ai meu Deus, chega disso e vamos dormir.

Eu realmente estava olhando pro Ashton, mas não era nada demais, eu só achei ele bonito, e bem legal, ele ajudou a gente a convencer o Michael a não falar nada pro meu pai, então já ganhou pontos comigo por causa disso. Mas agora é hora de dormir, amanhã tenho que trabalhar e não posso ficar fantasiando o que pode ou não acontecer.


Notas Finais


Bom espero que tenham gostado, desculpa se eu decepcionei um pouco na parte dos meninos prometo que o próximo vai ser melhor, e comentem o que acharam, obrigada por lerem <3
Pra quem não sabe o Jamie é o que fez o Jace no filme Os instrumentos mortais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...