História Permitir - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Yuki_Dark

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Exibições 237
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu sei, a gente demorou muito, não?
Nós perdoe :´)
Bem, o mais importante é que o meu ser Yuki trouxe mais um capítulo para vocês >3<
~Boa leitura

Capítulo 4 - Capítulo 3


É, essa a minha verdade

Essa é minha verdade

Ficarei coberto com ferimentos

Mas é o meu destino

É o meu destino

Mesmo assim, quero me esforçar e lutar

 

Capítulo 3

 

- Irei sair agora Yona. - Jeon fala se levantando da mesa e olhando para sua amada, que mantinha a cabeça abaixada. - Quando eu voltar, espero que esteja em casa, caso não estiver, se arrependera de ter nascido. - Ao alertar sua amada, o mesmo pegou suas coisas e saiu de casa. Deixando Yona sozinha na grande casa.

A mesma ainda se encontrava na mesa. Olhando fixamente para o seu prato, a morena não tinha fome e pelo visto, não teria tão cedo. A fome não era presente nela, a única coisa presente, era a dor dos hematomas que começaram a aparecer, Yona relembrava do dia anterior, que nada lhe agrava relembrar.  

- Por que estou me lembrando disso?... - Perguntou-se já se levantando da mesa, e pegando o prato de comida, que a mesma não comeu. Andou em passos lentos até a cozinha e lá deixou o prato. Logo subiu para o seu quarto e se trancou no pequeno banheiro que tinha no cômodo. 

Com movimentos calmos e delicado, começou a se despir, tirando peça por peça, ao estar sem nada em seu corpo magro, Yona liga a banheira e esperava a mesma se encher por completo. A morena se via pelo grande espelho que se tinha ali, ela passava suas delicadas mãos pelos hematomas, que estavam em uma tonalidade extremamente escuras. 

Logo Yona direcionou suas mãos para seu rosto, a mesma pode ver um pequeno corte em sua bochecha. A garota passou seu dedo pelo pequeno corte feito por JungKook, que não doía, não igual ao corte feito em seu lábio. Mesmo não sendo grande o corte de seu lábio, a dor era grande, a mesma não saberia descrever ao certo a sua dor, apenas, sabia que demoraria um bom tempo para se cicatrizar. 

A banheira já estava cheia, Yona adentrou a mesma, sentindo a água morna em seu corpo magro. Ao se sentar na banheira, a morena suspira e relaxa o seus músculos.

Creio que assim, as dores podem se diminuir. - Yona se mantinha na água morda enquanto ela fitava o teto branco e pensando, por que teve que conhecer Jeon? E não o Park primeiro? Por que ela teve que se casar com JungKook e não o seu irmão. 

Essas perguntas sempre rodavam em seu mente, a mesma se perguntava como estaria agora, caso tivesse conhecido o Park primeiro, caso tivesse se casado com ele, e não com seu irmão. Mais de alguma forma, mesmo que Yona pense nisso quase 24 horas, ela não saberia como responder a si mesma. JungKook e Jimin podem ser irmãos, mas a diferença entre si são grandes, se ela tivesse conhecido a verdadeira personalidade de JungKook primeiro, estaria se perguntando se eles são mesmo irmãos. 

Mesmo Yona não sabendo as respostas de suas perguntas, ela tentava "criar" uma, assim podendo dar um fim nisso tudo. Podendo dar fim nos seus pensamentos, que á levava em lugares longes. Tão longe que a fazia invejar caso um dia eles sejam realizados por outra pessoa.

Acho que já estou tempo de mais na banheira. - Yona se levantou e saiu da banheira, se secando e colocando um pijama confortável, já que não iria sair, não hoje. A mesma sai do banheiro e vai para perto de sua cama - O que eu poderei fazer hoje? - A morena se senta na cama, olhando para a televisão em frente. - Ver alguma série?... - Inclinou a cabeça de lado, logo deu de ombro e ligou a TV, colocando em um canal qualquer, afim de ver o tempo passar. 

(...)

- Yona... acorde. - Jeon chamava pela sua amada, que acabou dormindo na cama. - Yona. - Desta fez, Jeon aumentou sua voz, que a fez abrir o olho de uma forma lenta. - Estou em casa. - O mesmo deu um leve sorriso e depositou um beijo na testa de sua amada. - Irei tomar um banho rápido. - JungKook se levantou da cama, pois o mesmo estava sentado do lado de Yona, e foi até o banheiro, se trancando lá logo em seguida. 

A morena estava um pouco confusa com JungKook, o mesmo tinha voltando muito cedo, cedo de mais para ela. O  relógio marcava 15:30 da tarde, um horário muito raro para JungKook estar em casa, o mesmo só estava em casa a essa hora, quando chovia muito forte  ou quando nevava, pois assim não ficaria preso em sua empresa. Mais o que surpreende mais ainda a pequena Yona, era que o dia estava apenas nublado e frio, não tinha nenhuma previsão de uma chuva forte ou até mesmo de uma nevasca.

O que ele faz tão cedo em casa?... - Yona olhava para a porta do banheiro, tentando achar uma resposta, algo que séria complicado, já que Yona não sabe o terço do que passa na mente de JungKook. 

No que tanto pensa Yona? - JungKook apareceu no quarto, o mesmo vestia uma roupa confortável e secava o seu cabelo molhado com a toalha. - Estava se perguntando o por que de eu estar aqui á essa hora? - Jeon deu uma risada de leve ao saber da duvida que sua amada tinha. - Como eu terminei as coisas mais rápidos do que eu imaginava, então decidi ir embora mais cedo. - JungKook se sentou ao lado, que assustou Yona de inicio pelo ato. - Me desculpe... - Jeon pegou a mão de Yona e começou a fazer um leve carinho na mesma. - Eu sou um verdadeiro monstro... não devo ter alguém como você ao meu lado, você não deve estar ao lado de um monstro como eu... - Yona estava surpresa, não por JungKook se desculpar com ela, pois o mesmo sempre se desculpou no dia seguindo por bater nela, mas de alguma forma, esse modo de se desculpar foi diferente dos outros, parecia puro e verdadeiro. Mais de alguma forma... Yona sentia que tinha algo por trás disso, ela sentia que JungKook estava com algo em mente, algo que não séria de agrado para a mesma... 

 

 


Notas Finais


E esse foi o capítulo, foi curto, eu sei, me desculpe por ter ficado muito curto.
Prometo que os outros serão maiores ;3
Espero que tenham gostado e até a próxima >3<

~Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...