História Persuasão - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Broke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Drama, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Policial, Suspense
Exibições 111
Palavras 1.385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ainda estou me sentindo culpada pelo atraso, então vai mais um <3

Capítulo 16 - Capítulo 16 - Declarações


Lauren puxou Camila para seu apartamento com um sorriso nos lábios, Camila a seguia rindo da sua cara de boba.

-Qual é, Camz! Para de rir de mim. – Lauren dizia rindo.

-Você fica muito fofa desse jeito, senhorita Jauregui. – Camila disse passando o polegar pela bochecha da policial.

-Estou feliz por colocar um sorriso nesses seus lábios. Venha, vamos tomar um banho.

Lauren mal terminou de dizer e foi tirando a camiseta, Camila observou em silencio cada movimento da policial que andava lentamente pelo corredor despindo-se sem pressa alguma, a latina achou aquilo extremamente sexy, Lauren entrou em seu quarto somente  com um conjunto de calcinha e sutiã pretos rendados que lhe caíram muito bem, Camila ficou no lugar pensando no que acabara de ver, a cabeça da policial apareceu no vão da porta e com o dedo indicador chamou Camz que colocou um sorriso malicioso no rosto e foi em direção a mais alta.

Seus corpos se chocaram em um beijo terno e cheio de saudade. A sensação que é suas bocas juntas não poderia ser descrita, é uma explosão de sensações únicas. Suas mãos ágeis percorriam o corpo uma da outra avidamente.

-Lauren... – Camila afastou suas bocas com dificuldade quando deu-se por precisar respirar.

-Hm? – Lauren beijava e mordia o pescoço de Camila com vontade enquanto ia deitando-a na cama devagar.

-Tem certeza? Até poucas horas você estava querendo me matar. – Camila disse com dificuldade já que a morena estava arranhando suas costas e mordendo o lóbulo de sua orelha.

-Eu tenho mais do que certeza, Camz. Agora fique quieta.

-Ou o que? – Camila desafiou Lauren que se afastou na hora com um sorriso sacana nos lábios.

-Tira sua roupa. – Lauren mandou, Camila sorriu com o lábio entre os dentes e tirou a calça devagar fazendo Lauren piscar três vezes ao notar a bunda de Camila entrando em seu campo de vista.

A latina aproveitou que Lauren estava concentrada em sua bunda e a sentou na ponta da cama, Camila ficou de costas em sua frente e se inclinou lentamente para frente para tirar sua calcinha fazendo sua bunda se aproximar do rosto da policial que apertou o lençol para dar oportunidade para a outra terminar.
Camila virou-se de frente novamente com um sorriso malicioso, colocou uma perna de cada lado de Lauren e puxou sua própria camiseta para cima deixando seus seios na altura do rosto da outra. A policial não aguentou, tirou o sutiã de Camila rapidamente e a pegou no colo jogando-a na cama, caminhou de quatro por cima e a beijou com uma selvageria que não sabia que tinha enquanto apertava os seios da latina. Camila gemeu alto, fazendo todos os pelos de Lauren se arrepiar.

-Droga, Camz. Por que ser tão gostosa assim? – Disse com a voz rouca aos pés do ouvido de sua garota.

-Isso tudo é seu, Jauregui. – Camila disse puxando o cabelo de Lauren próximo a nuca, se beijaram novamente, uma verdadeira batalha entre suas línguas para ver quem mandava mais ali e quem teria o controle da situação.

Lauren passou a coxa por entre as pernas de Camila e sentiu o líquido quente marcar sua pele, a latina gemeu baixinho atiçando a policial que sem nem avisar enfiou dois dedos na outra que soltou um gritinho de tesão contido, os movimentos eram lentos e fracos e enlouqueciam Camila que mordia o ombro de Lauren.

-Porra Lauren, não faz assim.

-E como você quer, Cabello?

-Assim. – Camila rolou os corpos assustando Lauren, ficou por cima e se posicionou com as duas pernas em torno da outra, Lauren inclinou o corpo para cima e da melhor forma que pode a penetrou novamente dessa vez mais rápido, Camila fechou os olhos com força reprimindo um gemido, a velocidade das estocadas aumentavam a cada momento enlouquecendo a latina. – Não para, Lo. Continua assim. – Lauren continuou só que com um pouco mais de força. A latina jogou a cabeça para trás gemendo alto, com a mão livre Lauren explorou o corpo de Camila, parou nos seios, brincou com um mamilo e o outro passou a chupar com força, com certeza ficaria marcado. A intimidade de Camila começou a apertar os dedos de Lauren que intensificou mais as estocadas, Camila puxou o cabelo da policia pela nuca com força fazendo-a soltar um gemido de dor e tesão e obrigando-a a olhar.

-Camz, goza para mim. – Essa foi a deixa para a latina começar a rebolar no colo de Lauren aumentando ainda mais o atrito entre os dedos de Lauren e sua intimidade, Lauren arfou ao sentir as reboladas de Camila em seu colo, ficara extremamente molhada com a cena, a latina continuou os movimentos causando um atrito na intimidade de Lauren que a essa altura gemia junto com Camila.

-Porra Lauren. – Camila rebolava mais rápido nos dedos de Lauren que entravam e saiam com força e rapidez. Lauren estava a ponto de ter um colapso de tanto tesão que sentia. Em alguns segundos Camila gozou fortemente amolecendo o corpo no colo de Lauren que não parou com os movimentos, continuou estocando Camila até gozar novamente e com os sons dos gemidos da latina, Lauren gozou também sem precisar de um único toque, isso nunca tinha acontecido com a policial. Caíram deitadas lado a lado na cama.

-Caramba... – Lauren disse com dificuldade ainda com a sensação do orgasmo.

-Acha mesmo que acabou, meu amor? – Camila disse devagar sensualmente, fazendo a intimidade de Lauren pulsar novamente, sem aviso prévio Camila colocou três dedos na policial fazendo-a gemer com vontade e com um pouco de dor que logo fora substituída por uma onda de prazer ao sentir as estocadas lentas de Camila, a latina desceu pelo corpo de Lauren mordendo toda a extensão, a policial gemia muito alto. – Eu amo ouvir você gemendo para mim, Lo. Não para. – Camila se aproximou da coxa de Lauren e a mordeu com vontade, a policial se mexeu inquieta com os movimentos lentos.

-Para de me torturar, Camila. Me fode com força, por favor. – Lauren quase implorou e rapidamente a latina começou a meter como a policial pediu, começou a chupar seu clitóris enquanto estocava, hora lambia o pequeno ponto de prazer, hora o empurrava com a ponta da língua, hora rápido e hora devagar, Lauren estava enlouquecida, empurrava a cabeça de Camila contra sua intimidade a fim de intensificar os movimentos, sentia seu corpo gritando para o prazer, seus músculos sem contraiam com força, teria um orgasmo poderoso, os gemidos eram altos e muito sensuais, Camila estava molhada novamente. Lauren soltou o cabelo de Camila e enrolou os dedos nos lençóis com uma mão, com a outra ela puxou até sua boca, abafando um gemido alto, Lauren gozou naquele momento com os olhos fechados com força. – Puta. Que. Pariu. Cabello. – Ela disse soltando pequenos gemidos enquanto Camila ainda passava a língua em sua região afim de beber até a última gota.

-Gostosa. – Camila disse e bateu forte na bunda de Camila.

-Você. – Lauren puxou a garota para si e a beijou com vontade sentindo seu próprio gosto. Ambas tremiam, a sensação de seus corpos juntos era como a melhor ópera existente ou o melhor solo de guitarra aplicado pelo melhor guitarrista da Terra. Era como se não houvesse mais nada e nem ninguém, como se o mundo lá fora não oferecesse riscos às suas vidas. Era como se fossem apenas elas duas. Estavam apaixonadas e seus olhares, verde no castanho deixava isso mais do que claro. Camila tomou coragem para dizer o que estava guardado há semanas.

-Lauren, eu te amo tanto.

A policial sorriu da forma mais bonita que conseguiu, as borboletas em seu estomago deram o ar da graça, sentiu um calor subir por sua espinha e a felicidade irradiar por todo seu corpo. Era recíproco!

-Oh, Camz. Não sabe o quanto eu esperava para ouvir isso um dia de você. Eu também te amo, eu te amo demais e quero você ao meu lado de agora em diante. Independente do que acontecer daqui dois dias, você será minha. – Lauren dizia com um brilho diferente nos olhos. Camila se apaixonara ainda mais por Lauren naquele momento, os olhos da policial estavam em um tom cinza que ela nunca vira.

-Estaremos juntas, não importa o que aconteça. – E selaram a promessa com um beijo apaixonado.


Notas Finais


ufaaa... Enfim, eu não sei escrever hot gente, me perdoem.

Saibam que é o fim dos momentos fofinhos e a tensão vai voltar ~fugindo das facadas~

Espero que tenham gostado e até amanhã <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...