História Péssimo Mentiroso (Imagine Jimin e Jungkook) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Adultério, Amor, Bangtan Boys, Bts, Drama, Jimin, Jungkook, Romance, Sexo, Sweetpandax, Traição
Visualizações 736
Palavras 1.155
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, nenes. Voltei mais cedo dessa vez.

Espero que gostem do capítulo. Boa leitura ♥♥♥

Capítulo 10 - Surpresa


Fanfic / Fanfiction Péssimo Mentiroso (Imagine Jimin e Jungkook) - Capítulo 10 - Surpresa

– Eu não vou fazer nada, não confio em você. – diz friamente.


– Ai Jungkookie, assim você me deixa magoada. – faço bico.


– Não vou te ajudar. E se afasta da (S/N), porque se eu ver um fio de cabelo dela fora do lugar, você irá acertar as contas comigo. – ele tira minhas mãos de seu pescoço de forma bruta e vira as costas andando.


– Jungkookie deixa de ser bobinho, não percebe que o único que irá sofrer será você? Ela irá te largar assim que voltar para ele. – digo alto suficiente para ele ouvir.


Jimin On


Acordo com bastante dor nas pernas, tento me sentar, porém, tudo dói e volto a ficar deitado. Olho ao redor e tenho o vislumbre da minha (S/N) dormindo desconfortável na poltrona enquanto segura minha mão.


Mesmo depois de tudo ela ainda assim se preocupa comigo. Essa mulher é incrível.


Solto minha mão delicadamente da dela e acaricio seu rostinho lindo. Ela se mexe um pouco para enfim abrir seus olhos e me olhar afoita.


– Você está bem? Está sentindo alguma dor? Eu vou chamar o seu médico. – se levanta, mas eu a impeço.


– Eu estou bem, só preciso de você agora. – dou um sorriso sincero e a acompanho com os olhos enquanto ela se senta novamente.


– Fiquei preocupada com você. – murmura baixinho e seus olhos ficam marejados.


– Eu te amo, e estou bem. – aperto seu nariz.


– O médico disse que você já vai ter alta amanhã cedo. Parece que você teve sorte por não ser tão grave. Eu quero te matar por ter me deixado tão preocupada. – ela da um soco fraco no meu braço, e eu grunhi, realmente senti dor.


– Me desculpa, meu amor. Te machuquei muito? – beija de leve meu braço, no mesmo instante meu corpo inteiro se arrepia.


– Eu prefiro esse beijo em outro lugar. – aponto para o bico formado em meus lábios.


(S/N) ri e revira os olhos, quando a vejo se aproximando não acreditei que iria mesmo me beijar. Ela para a centímetros do meu rosto, nossos narizes encostados, respiração acelerada. Quando eu mesmo faço questão de avançar meus lábios nos seus, ela é mais rápida e da um selar em minha testa enquanto da uma risadinha.


– Bobinho. – aperta meu nariz, costume que temos um com o outro.


Formo um biquinho chateado.


– Chata. – mostro a ponta da língua para ela, que continua rindo.


De repente a porta se abre e nos calamos de imediato esperando quem quer que fosse entrar.


– Licença, vim ver como ele está. – pela mesma passa Seokjin e meu amigo, Taehyung.


– Você me deu um susto, estava querendo se matar? – Taehyung briga comigo quando se aproxima.


– Vou deixar vocês conversando. – (S/N) se levanta e vai embora, deixando nós três no quarto.


Eu queria que ela ficasse mais.


(S/N) On


Saio do quarto e me deparo com Jungkook me esperando do lado de fora do quarto.


– Ele está bem?


– Sim. – respiro aliviada.


– Quando que ele vai ter alta? – pergunta curioso.


– Amanhã. Eu vou o levar para casa e cuidar dele. – dito decidida.


– Você o que? Pirou? Não, eu não vou deixar. Você não vai fazer isso, não quero vocês dois sozinhos. – exclama nervoso.


– Ele precisa de alguém para cuidar dele. – suspiro.


– E esse alguém não é você, pede a amante dele para ficar com ele.


– Jeon Jungkook, quer parar?! Eu vou e pronto, você não manda na minha vida. – digo impaciente.


– Mas..-


– Pensei que você confiasse em mim como disse. – murmuro chateada.


– Eu confio, (S/A). Apenas não confio nele. Ele já te fez sofrer demais, não acha? Agora irá te fazer de trouxa também.


– Eu só vou o ajudar. Você sabe como eu sou, assim que ele estiver melhor eu volto para você. – dou um selinho nele.


(...)


A madrugada passa rápido e logo os raios de sol dão seu show. Troco de roupa e vou em direção ao quarto de Jimin, onde o mesmo já estava arrumado me esperando.


– Você demorou, pensei que tinha desistido de ir me levar. – murmura, se levantando com o auxílio das muletas.


– Não só vou te levar, como também irei passar uns dias com você para te ajudar. – exclamo, recebendo seu olhar surpreso sob mim.


– Jeon concordou com isso? Ainda sou seu marido no papel, porém, não quero atrapalhar o relacionamento de vocês. – diz baixinho.


– Ele não gostou nenhum pouco da ideia, mas serão apenas alguns dias. – abro a porta para ele passar e caminhamos no extenso corredor até chegar ao estacionamento onde se encontrava meu carro.


– Tem certeza? Eu posso me virar. – murmura, se sentando no banco do carona.


– Sim, não se preocupe. – sorrio e entro no carro logo dando partida.


(...)


– Você pode ir tomar um banho, já coloquei a cadeira no box para você, enquanto isso eu preparo nosso almoço. – dito, e vou para a cozinha que tanto conheço para preparar algo.


Ouço seus passos se afastando e já posso respirar normalmente. Estar de volta à este lugar é tão estranho. Na verdade, agir dessa forma é estranho. Só estou fazendo isso para o ajudar mesmo, minha parte emocional complica tudo.


Amar dói. Amar alguém que tanto te machucou dói mais ainda. Eu sou forte e irei superar. No fundo, ainda o vejo como o rapaz doce e brincalhão que conheci a três anos atrás. E não no meu ex-marido que me humilhou na frente de nossos amigos, e que só me fez de trouxa todo esse tempo.


Eu já o perdoei, porém, nada voltará a ser como antes. Quero no mínimo, um bom relacionamento com o pai dessa criança que carrego.


– Hum. Que cheiro bom. – Jimin adentra a cozinha com os cabelos molhados e uma calça moletom.


Essa criatura não tem camisa não?


(...)


– Jimin, eu estou saindo. Já volto. – grito da sala e saio de casa.


Jimin On


Estava deitado fazia algumas horas. Eu detesto ficar impossibilitado.


A campainha toca e eu bufo.


Será que a (S/N) esqueceu a chave?


Me levanto com dificuldade da cama e pego minhas muletas. Caminho devagar até a porta e a abro, revelando quem eu menos queria ver nesse momento, ou o resto da vida.


– O que faz aqui? – indago impaciente.


– Vim conversar sério com você. E não saio daqui até você me ouvir. – diz com uma expressão amedrontadora.


Engulo seco e a dou espaço para entrar.

 

– Seja breve por favor.


– Fiquei sabendo que você sofreu um acidente, como você está? Precisa de ajuda em algo? – questiona preocupada, suas mãos tocam meu rosto e seus polegares acariciam ao redor de meus lábios que tem um pequeno corte, devido ao acidente.


– Fala logo, Lisa. Eu preciso descansar. – me sento no sofá, e observo a loira sentar ao meu lado.


Ela respira fundo três vezes, antes de pegar um pacote pequeno em sua bolsa e me entregar. Abro o embrulho e pego o que está dentro.


– O que significa isso? – indago olhando fixamente para as miniaturas cor de rosa, em minhas mãos.


– Parabéns, meu amor. Você vai ser papai.


Notas Finais


TCHARAM!

Já estou com o próximo capítulo pronto, oque é ótimo, já que eu demoro séculos para ter uma boa ideia.

Obrigada pelos favs e comentários. Eu amo vocês, coisas lindas ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...