História Peter Pan, como não amá-lo? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time, Peter Pan
Personagens Capitão Gancho, Peter Pan, Tinker Bell
Tags Peter Pan, Romance, Tessa
Exibições 56
Palavras 1.174
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente... Leiam as notas finais! Boa leitura!

Capítulo 8 - Onde tudo começou...


Onde tudo começou...

 

“-O jogo consiste em: você tenta me encontrar, se não conseguir desiste.

* Não existe um ponto de “salvamento”, ou seja, eu não me salvo, apenas me escondo por determinado tempo.

* Irei me esconder no meio da floresta ou no lago cristalino – não seria aquele que...?- sim, esse mesmo que você provavelmente está pensando, aquele em que se banhou.- Admito que corei, pensar que ele tenha me visto nua não é algo comum... Deixaria qualquer um envergonhado!

[...]

- Aceito. – Peter sorriu como nunca, era um sorriso indecifrável, ou talvez com significados demais... E assim, quando eu percebi, Pan havia sumido da minha visão.

- Que o jogo comece, querida Tessa- Ouvi o mesmo sussurrando próximo de mim.

- Sim Peter, prepare-se para sua derrota! – Uma pequena risada foi ouvida de longe, e assim o jogo começa...”

Flashback Off

Teresa On:

 E o jogo começou, estou procurando por esse idiota faz certa de 3horas seguidas, vejo o sol se pondo de longe! Procurei por toda a floresta, no lago, até mergulhei no mesmo à procura de Peter, mas nem sinal do mesmo... Não haveria algum meio para que ele roubasse nesse jogo não é? É um jogo simples, (pois tenho certeza que ele me subestima demais para uma caçada ou algo semelhante) ele não poderia estar voando... Poderia?

 Enquanto Teresa procurava por Pan, o mesmo se encontrava voando acima da mesma, em alguns momentos se escondendo, naqueles em que a mesma olhava para o alto. O mesmo estava intrigado com a persistência de Teresa.

Apesar das regras não dizerem que Pan não poderia voar, Teresa sabia que isso era o mesmo que roubar (ou praticamente) então, decidiu “descer” ao nível de Pan...

- Peter? Estou cansada! Onde você está?- Eu falei, mas não ouvi sequer um ruído...

-Você irá me fazer mesmo dizer “Eu desisto”? -... Nenhuma resposta... Vamos lá Pan...- Peter por favor... – Neste momento, Teresa viu Peter “pousando”... Estava anoitecendo muito rápido, Teresa se via sem tempo.

-Sentiu minha falta querida? – Esse maldito acha que já ganhou não é mesmo?- Eu acho que ganhei, afinal... Você desistiu hahaha

-...

-Por que essa cara, Tessa?- Ele estava sorrindo feito um idiota...

- Eu disse! Peter Pan nunca falha! Entã...

- Peter, não sei se notou, mas eu não disse necessariamente “Eu desisto”, apenas pedi para que você aparecesse, e olha, você está aqui em minha frente! – Essa era minha vez de sorrir cinicamente, e eu o fiz.

 Peter estava pasmo! Não imaginaria que Teresa iria responder assim a sua forma de se esconder...

- Isso é roubo! Sua desonesta!- Apesar de suas palavras, ele ainda sorria cinicamente... (Eu me corrigi diversas vezes, ví alguns erros de Português e estou corrigindo neste capítulo, depois farei uma revisão, me desculpem!)

-Você diz isso, mas sabe que não poderia voar! Idiota! Acha que eu não notei?

-Ótimo, então... Quem venceu? Pois se na sua visão (ridícula COF* COF*)- Idiota...- EU trapaceei...

- E trapaceou mesmo!

-Você muito menos jogou limpo!

-...

-...

-HAHHAHAHAHA MEU DEUS, HAHHAHAHAHAH (EU NÃO SEI FAZER RISADAS!)

 Apesar do clima estar tenso, eu caí na gargalhada! Estávamos parecendo duas crianças mimadas, e ainda por cima: estamos brigando por um JOGO (tudo bem que ele é de grande importância para ambos, mas...). E, por incrível que pareça, após um tempo eu ouvi risadas vindas de Peter, uma risada gostosa! Eu conseguia ver suas covinhas, até mesmo seus olhos sorriam!

- Então, temos um empate? Como iremos resolver isso, Sr. Pan?- Eu ainda tinha resquícios dos meus sorrisos no rosto, afinal: Fiz Peter rir pela primeira vez!

- Hmmmm, não gosto da ideia de ter mais um empate na lista, você e a Wendy hahahahaha- O mesmo estava rindo, acabou por não notar o que disse, eu por outro lado... Apenas fingi que não ouvi, não ia estragar um momento tão... “Amorzinho”?

- Então vamos nos dar o direito de... Bem,  um faz um desafio, e o outro faz uma pergunta, fechado?

-Fechado.

- Então... Quem fic...

-Vou fazer o desafio!

 Merda! Isso me parece perigoso...

- Então, qual seu desafio Pan?...- Ele olhava para mim de uma forma... maliciosa? Praticamente me comia pelos olhos... NÃO ESTOU CRENDO QUE?!

-Nem pense nisso! Seu idiot...- Fui interrompida, pelo que? Exatamente, por aqueles lábios, transbordando habilidade, o mesmo invadiu minha boca... Nós apenas explorávamos os lábios um do outro, com direito a mordidas no final...

-Peter mas o que?...- Ele passou a morder meu pescoço... descendo até meu ombro esquerdo, chegando no colo dos meus seios e deixando um chupão ali...- hmmmm- Merda! Eu gemi! EU NÃO POSSO ESTAR GEMENDO! Filho da puta, como esse garoto é experiente nisso?

 Apesar dos meus pensamentos estarem ali, não faziam mais tanto efeito, os lábios de Peter pareciam um tipo de droga... Viciavam... Ele começou a massagear minha intimidade...

-Peter, pare... Ahhhnn isso é...- Nesse momento eu já devia estar como um pimentão... Mas quer saber? EU NÃO LIGO!

- Calada, pare de falar e aceite que você me quer- Ele enfiou um dedo na minha intimidade, tirando suspiros e gemidos baixos de mim- Diga Teresa...- Eu apenas comecei a beijar o seu pescoço e arranhar à suas costas... Peter enfiou dois dedos em minha intimidade, tirando cada vez mais suspiros de mim, tirando minhas roupas e me deitando no chão... Começou a chupar meu seio direito e massagear a minha intimidade, enquanto eu gemia de forma meio constrangedora... Mas ele simplesmente parou...

-Por... Por que parou?- Eu disse meio constrangida e indignada!

-Tire minha roupa... – Apesar de estar envergonhada, eu realmente tirei as roupas dele... o deixando apenas de cueca, e vendo o quanto ele estava excitado! Isso é grande... Vai doer...

 Eu estava no calor do momento, apenas tirei aquela cueca e passei a dar pequenos beijos na cabeça de seu membro, ouvi um gemido do mesmo, isso me estimulou a continuar meu “trabalho”. Comecei a lamber o membro de Peter e...

-Pare! Eu controlo isso aqui garota!

O mesmo me puxou e me prensou sobre uma árvore, passou a me beijar e sussurrou...

-Isso vai doer...

-Mas do que voc... ARRRGHH! – Eu senti o membro de Peter dentro de mim, ele simplesmente me invadiu de uma só vez! Isso dói... Lágrimas caiam dos meus olhos

-Eu posso continuar Teresa?- Eu estava sentindo dor, mas via desejo nos olhos de Peter...

-Me faça sentir prazer, ao invés de dor... – Supliquei ao mesmo...

 Meu desejo realmente foi concedido, Peter passou a se movimentar devagar... E a dor foi substituída por prazer, logo começaram a vir estocadas fortes do mesmo, estávamos suados e gemendo, é isso...

-Estou completamente entregue a você- Sussurrei ao ouvido de Pan, vendo um sorriso cínico do mesmo... E cheguei no meu clímax... Algumas estocadas depois, Peter me seguiu, e caímos exaustos no chão... Ele me abraçou e ficamos de conchinha

- Você é uma péssima perdedora... – Disse sorrindo, havia algo naqueles olhos, que eu iria descobrir mas...

Estava exausta, dormi após essas palavras, olhando para o crepúsculo e suas estrelas...


Notas Finais


Gente, esse "hot" foi bem de leves sim, pq? Pq eu ainda estou aprendendo e tals, não sei fazer muito bem! Me desculpem se ficou ruim... Se gostaram me avisem e deem favoritos! (Ou comentem)
Kissus, Bye! Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...