História Photogenic - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Brinquedos, Daddy, Jungkook, Taehyung, Taekook, Vkook
Exibições 180
Palavras 4.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI gente! Eu de novo com uma one shot com possibilidade de ser two shot .
COMO ASSIM? Eu vou explicar lá em baico para vocês.

Então, espero que realmente gostem de mais uma loucurinha minha.

E para esclarecer ... eu sou autora gente, não tenho shipp favorito e nem nada contra nenhum shipp. Estou seriamente tentando variar nas historias que estão por vir.

AH! La no twitter eu sigo duas shipper VKook que são muito amor e por causa delas eu decidi fazer essa two shot .
@gukkiev e @vhywng , obrigada por me contagiarem com o amorzinho desse shipp

E obrigada a ~prologue por essa capa diva! Você arrasa muito!
( gente ela ta fazendo escola de capista pra ensinar o povo a fazer as capas pras fics)

Capítulo 1 - First Session


 Taehyung entrou em seu carro bufando e colocando a bolsa com lentes no banco de trás. Assim que ligou o carro ouviu o som costumeiro do computador de bordo conectando em seu celular. Começou a dar a ré retirando o carro do seu estúdio. 


- Ligar para Park Jimin. - Falou olhando o retrovisor e ouvindo a chamada iniciar.

Seu amigo fotógrafo havia esquecido a bolsa com lentes da câmera no dia anterior e ele sabia que o mesmo teria uma sessão importante hoje, pois haviam conversado no evento que trabalharam no dia anterior.

Como a bolsa estava em seu estúdio? Eles acabaram conhecendo algumas modelos e por diversão estenderam o dia com um convite de uma taça de vinho e uma sessão de fotos especial. Mas Taehyung teve o grande azar de a menina ficar bêbada demais e acabou dispensando a mesma em um táxi enquanto Jimin se divertia com o casal que se interessaram por ele.

- TAEHYUN!! -  Ouviu-se a resposta da chamada

- Estou levando. - Bufou. - Como você esquece isso?

- Eu não estava em juízo perfeito. - Jimin deu uma pequena risada. - Mas ainda bem que aceitei todas as rodadas de sexo e ainda tive que fugir esta manhã.

- Oh! Claro, não é você que terá de lavar todos os lençóis de trabalho e  chamar uma faxineira para dedetizar o seu estúdio. - Taehyung falou irritado, mas queria rir .

- Não é isso seu maldito. - Jimin riu arrancando as risadas de Tae. - Tenho um catálogo erótico hoje. Tenho umas lentes comigo aqui, por favor traga o resto rápido e juro que lhe dou 10% do meu lucro com este contrato.

- Aceitarei depois de ver o lucro que terá, então podemos negociar. - Jimin já protestava do outro lado. - MEU DIA DE FOLGA PARK! FOLGA!

- OK! OK! Amigo! - Respondeu como se falasse com um animal raivoso. - Mas terá de me ajudar então, meu assistente não vem hoje de novo.

- Precisa demitir esse cara. - Taehyung estava concentrado na direção.

- Ele é gostoso, mas vou dar um ultimato. - Ouviu-se uma movimentação de fundo. - Venha logo, o modelo já está pronto.

A chamada se encerrou e Taehyung riu mas se sentiu irritado por não estar jogado em sua cama ou banheira no seu apartamento bem longe da cidade. Aquilo custaria caro para o Park.

 

 

[...]


Não muito depois Taehyung estacionou seu carro ao lado da vaga de Jimin abaixo do estúdio. Estranhou não ter mais carros ali, mas logo viu duas vans paradas quase em frente  e imaginou que fossem os clientes. Com a bolsa das lentes em mãos subiu os degraus calmamente ativando o alarme do carro. Quando chegou a porta tocou o interfone e esperou a secretária.

- Tae! Entre. - A voz saiu meio eletrônica do aparelho na porta e o logo o som da trava se soltando veio em seguida.

O loiro abriu a porta encontrando Jung Ye-rin em seu balcão com o rosto completamente rosado se abanando com um leque jogada na cadeira.

- Você está bem Ye-rin? - Riu do jeito exacerbado que a mesma estava sentada em sua cadeira.

- Não sei porque Jimin faz isso comigo. Ele devia avisar que vai ter um homem nu no studio ou que ao menos era uma sessão erótica. - Choramingou a funcionária.

- Ele provavelmente não o faz porque a sua reação o diverte. - Tae já se dirigia  a outra porta.

- Esse chefe do mal está te esperando já. - Ela apertou o botão liberando a porta para o estúdio ainda se abanando. - Avise para ele não me chamar.

Kim Taehyung também teria dito isso se soubesse o que o aguardava. Assim que pôs os pés no studio que estava um pouco escurecido com as luzes em foco em um ambiente simulando uma cozinha ele viu o telão que reproduzia as fotos recém tiradas por Jimin e quis largar a bolsa de lentes e dar as costas.
Olhos felinos o encaravam no telão, como se realmente o mirasse. Cabelo moreno parecendo ter alguns reflexos naturais separados na testa, lábios extremamente rosados, coleira de cetim ligadas a algemas debruçado sobre uma tigela de leite. Aqueles olhos tão convidativos fizeram o imaginar segurando aquela coleira e fazer o que quisesse com aquele animalzinho.

Balançou a cabeça e se aproximou de Jimin que tinha a câmera mirada na cena. O modelo continuava concentrado, mas Tae sentiu que o olhar era realmente para si quando o encarou.

- Só mais uma e pode ir se trocar. - Jimin disse e ouviu-se o clique da câmera com os flash.

O modelo se levantou e logo um staff se aproximou soltando as algemas e o colocando um roupão no mesmo. Enquanto ele amarrava o roupão de cetim preto seus olhos estavam em Taehyung que o observava também e saiu da sala com um sorriso divertido nos lábios. Taehyung acompanhou os passos do modelo não acreditando na ousadia que o mesmo apresentou em poucos segundos.

- Quantos anos tem essa criatura Jimin? - Perguntou baixo e sentiu o outro lhe empurrar.

- É um trabalho sério. - Apontou para o maior. - E ele é maior de idade já.

- Sinto o cheiro de leite amigo. - Ironizou.

- Que bom que sente, as próximas fotos serão com ele lambuzado de leite.- Jimin dirigiu-se a mesa que havia computadores e o data show.

- Vou embora , pegue sua lentes. - Colocou a bolsa sobre a mesa.

- Nada disso, quer mais que 10% pode sentar essa bunda magra aqui - Apontou a cadeira atrás do computador - e trabalhar.

- Quanto vai lucrar com esse trabalho? - Arqueou uma sobrancelha.

- 10 mil  por 200 fotos. - Jimin respondeu.

- Ok. Devo ir trabalhando as fotos já? - Já estava sentado e ouvia-se os cliques que o mouse fazia.

Jimin saiu rindo do amigo. Taehyung passava as fotos já feitas e se surpreendia com a fantasia de policial que o garoto tinha usado antes da coleira restritiva. Aquela camisa aberta mostrando o peito nu, o chapéu, o colar com placa de identificação, as calças com aquele cinto com os utensílios pendurados, até aquelas luvas lhe deixavam com a vontade de estender os punhos para que fosse preso.

Sem notar Tae mordia o lábio enquanto passava as fotos notando as posições e as feições do garoto chegando a cena que tinha encontrado e não acreditando que Jimin fez aquele garoto engatinhar até o pote de leite.

- Estão boas. - A voz fez o coração de Taehyung saltar. olhou para trás e o modelo estava olhando para a tela do computador vestido em seu roupão.

- Estão sim, o fotógrafo é ótimo. - O loiro recuperou-se voltando a sentar normalmente na cadeira.

O modelo riu, abaixou seu tronco alcançando o ouvido de Tae.

- Acho que nenhum fotógrafo faz um bom trabalho sem um ótimo modelo. Não vejo o rosto de Jimin encarando algo delicioso de co-beber - Falou calmamente e saiu voltando a cena.

Taehyung notou o falso engano no que ele queria dizer. Por um breve segundo ele quase gemeu a menção de ser consumido por aquele moreno atrevido, mas manteve-se aparentemente calmo e agradeceu por estar sentado escondendo a ereção que surgiu.

Antes que as fotos recomeçassem o loiro vasculhou os papéis enlouquecido encontrando o contrato do cliente. Era um catálogo especial online. Só cliente recomendados e de cacife alto teriam acesso. Mas não era isso que o interessava.

 

 

 

 

Modelo: Jeon Jungkook


Assim que leu o nome levantou o olhar para as costas do modelo que tirou o roupão e mais uma vez Tae sentiu-se despreparado. Aquele short de couro colado com uma cauda de gato, pulseira e colar de couro .. Tae sentiu que podia respirar ofegante a qualquer momento.

Uma staff que parecia ser responsável pelo modelo colocou orelhas de gato na cabeça de Jeon e arrumava os fios agora juntos parecendo desfiados sobre os olhos do mesmo.
Jungkook se sentou encostando em um armário da cena, molhou os dedos no leite que tinha no pote, levantou as mãos, deixou o leite escorrer , fechou os olhos e lambeu tímido as gotas.

Para Tae era como estar sendo hipnotizado, mas logo lembrou que tinha que ajudar Jimin e voltou a atenção para a fotos que surgiam no computador. Não mudava muito do que assistir, mas conseguia lidar melhor com imagens paradas.

- Repita. - Tae pediu sem tirar os olhos da tela. - O leite não está aparecendo nas fotos.

Então Jeon mergulhou a mão na tigela, e com a outra sujou os lábios com o leite deixando algumas gotas escorrer e quando levantou a mão mergulhada repetiu o que fazia.
Quando as fotos chegaram Tae engoliu em seco assistindo a lentidão com que o " felino" lambia os dedos e abria os olhos encarando a câmera.

- Me-elhor. - Falhou em dizer, mas tentou disfarçar buscando um copo de água.

Jungkook lambeu as costa da mão como um gatinho fofo faria. E pareceria fofo se a cena em si não fosse tão pornografica. Taehyung estava desejoso. Respirou pesado e se concentrou no trabalho.

Jimin mudou a posição do falso rabo algumas vezes para tirar mais fotos e dispensou o modelo. Ditou algumas ordens para mudarem o cenário e foi para o computador junto do loiro.

- Ele é bom. - Comentou enquanto Tae passava as fotos.

- Você é bom. - Tae rebateu fazendo o amigo rir

- Deixe de falar bobagem. - Empurrou o ombro do loiro e apontou a tela. - Essas expressões não sou eu quem faço. Compraria fácil todos os produtos deste catálogo. - Disse mordendo os lábios.

- Jimin . - Tae arrastou o nome repreendendo.

- Que? Foi só um comentário, não vou dar em cima dele.

- Acho bom. - Falou mais aliviado do que queria.

- Até porque eu vi o sorriso que ele te deu. - Jimin sussurrou e saiu rindo antes de levar um tapa.

Tae terminou de repassar as fotos e selecionou algumas para tratar com o editor e as deixou carregando. Levantou da cadeira e notou que terminavam de arrumar o cenário. Em um canto havia um sofá com aparência antiga e em outro uma cama com lençóis brancos. Os fotógrafos analisaram as duas cenas encontrando pequenos defeitos e organizando. E por último a iluminação que seria bem diferente em cada cena.

- O que vem primeiro? - Tae perguntou.

- A cena da cama. - Jimin suspirou. - O segundo modelo está atrasado para fazer as cenas a dois. Se ele não vir vai me dar mais um dia de trabalho. - Jimin bagunçava os fios violetas.

- Posso tirar as fotos e você ficar de modelo. - Tae sugeriu.

- HAAA! Amigo, obrigado, mas não. Não há maquiagem que vá tapar os arranhões em meu peito ou as marcas roxas em meu abdômen. - Tae se surpreendeu e abaixou a cabeça balançando de forma negativa. - Mas você poderia fazer isso e ainda ganhar o cachê de modelo. Tenho certeza que te pagaram.

- E o que eu teria de fazer? - Perguntou quase se arrependendo

Nesse momento Jungkook voltou em seu roupão de cetim preto com os lábios bem marcados, os cabelos separados na testa novamente e lentes de contato azuis.
- É mais um demonstrativo dos produtos, bem simples. Uma insinuação que vão usar. - Jimin explicava mas Tae acompanhava o modelo.

Jeon Jungkook foi até a cama e tirou o roupão. Uma coleira de couro nova com algumas correntes penduradas, punhos livres, uma cueca apertada de um tecido todo transparente. Tae só conseguiu pensar " Meu Deus, que bunda!". Não esperava não estar preparado pra nada aquele dia. Quando Jungkook subiu de joelhos na cama e ficou de frente para onde os fotógrafos estavam o loiro teve a visão que não precisava naquele momento. Jeon Jungkook duro, tão claro e rosa como um doce de criança.
Tae deu as costas para o amigo que falava e foi para os camarins achar um ambiente longe de toda aquela tensão. Encontrou um camarim com as luzes apagadas e  entrou tentando não esbarrar em nada, encontrou o sofá que sabia haver ali e sentou-se escorregando sobre o móvel. A posição não era as das mais corretas, mas confortável para si. Respirou fundo e tentou apagar sua mente alarmada e ignorar seu corpo excitado concentrando-se somente em sua respiração. Talvez estivesse assim por tanto estresse, por muito trabalho e pouco tempo de folga, por uma noite de prazer arruinada pelo álcool. Talvez fosse todos os fatores.

Estava quase cochilando com o pequeno exercício de respiração. Em fim seu corpo havia desistido de excitação e se rendido ao cansaço, sua mente se acalmou entrando em um êxtase de tranquilidade. Taehyung poderia em fim descansar por algumas horas ou minutos.

- Precisa se trocar. - Ouviu o sussurro baixo, abriu os olhos a contragosto e pode ver Jungkook debruçado sobre si com o roupão de seda aberto novamente mostrando tudo que tinha para oferecer.

Encarou aqueles olhos que pareciam brincar consigo. Tão profundos, inocentes, provocativos e o pior convidativos. Viu a língua do modelo passar pelos próprios lábios umedecendo aquele tecido rosado o fazendo lembrar da glande rosada rígida. Engoliu em seco. Um sorriso soprado saiu do moreno e Taehyung teve certeza de que era um jogo.

- Porque devo me trocar? - Pronunciou calmo mesmo sendo pego observando o que não devia.

- Park disse que será meu par nas próximas fotos. - Jungkook fechou o roupão sem tirar os olhos do loiro.

- Não aceitei esse convite. - Levantou uma sobrancelha, cruzou os dedos em frente ao rosto e tentou esticar as pernas por consequências as espalhando e abrindo mais.

 

 

 

 

Esse movimento ganhou a atenção do modelo. Tae em algum lugar em sua mente achava que ele era jovem e inocente ainda apesar do trabalho que estava fazendo. Isso sumiu quando descaradamente o viu morder o lábio e subir os olhos em si.

- Acho que você não tem muita escolha. - Jungkook sorriu. - Será meu Daddy por alguns minutos. "Me ensine Daddy? " é o conceito. Acha que consegue fingir que prende minha atenção?

Taehyung riu. Levantou-se do sofá e em pé encarou o modelo abusado. Tudo bem que até ali fora surpreendido com tamanha audácia do mais novo, mas este não o conhecia para o desafiar assim. Ele não era um dos melhores fotógrafos por capricho, e sim porque sabia como buscar os sentimentos necessários em cada trabalho e fazer com que desse tudo certo com apenas sua personalidade. Independente se ele faria o papel de professor, carrasco, galanteador ou cafajeste .. Se queria lágrimas, um olhar sensual, desafiador, raivoso ele teria nem que tivesse que os provocar.

- Acho? Criança, você precisa soltar a mamadeira e conhecer o ramo em que está trabalhando para me desafiar assim. - Colocou as mãos nos bolsos.

- HUH! - Jungkook mantinha o sorriso nos lábios, mas parecia se divertir. - Gosto de mamadeiras. Leite quente antes de dormir me deixa mais relaxado.

- Continue a brincar ..- Tae riu soprado. - Combina com sua imagem infantil.

- Infantil? - Jeon riu balançando os ombros, se aproximou de Tae. - Devia evitar roupas que entregam seu interesse em crianças "Daddy" . Pude ver seu volume estando a metros de você. - O sorriso de Tae morreu aos poucos com a forma que foi respondido. O dedo de Jeon passeou em sua mandíbula o fazendo levantar o rosto enquanto era observado. - Vá se trocar, quero acabar essas fotos logo, está tedioso ficar aqui.

Com isso o modelo se retirou deixando um Taehyung parado não acreditando no que acontecera. Desafiado, excitado e seduzido por uma criança. Mas não se sentia intimidado, agora só queria ver até onde iria todo aquele jogo de ver quem podia mais.

 

 

[...]


Jimin acabou por convencê-lo com o contrato de modelo que os staff da empresa contratante do serviço enviou pedindo que fizesse as fotos garantindo o pagamento pelo empenho e esforço do fotógrafo. E lá estava ele de calça social, camisa branca para fora com alguns botões abertos esperando que terminassem de arrumar seu cabelo.
Assim que estava pronto se levantou olhando sua imagem no espelho. Estava sexy, agradável  e parecendo um bom empresário cansado do trabalho. Entregaram-lhe uma gravata e se dirigiu para fora do camarim, mas antes de chegar a cena Park o parou com a câmera em mãos já.

- Preste atenção.. Chegou do trabalho agora, seu namorado o aguarda ansioso pelas mensagens que trocaram durante o dia onde você prometeu ensinar algumas coisas novas para ele. Os brinquedos vão estar dispostos para você usar a imaginação. - O amigo fotógrafo explicou um pouco afobado. - Quer que eu tire todos da sala?

- Huh..!? Melhor. - Respondeu criando uma ideia em sua cabeça. - Programe uma câmera para fotografar a cada 30 segundos também e me dê um pouco de privacidade por 10 minutos depois que iniciarmos.

- Preciso dessas fotos Tae, não faça merda. - Jimin advertiu.

- Só vou retribuir a você por meus lençóis cheios de gozo.- Sorriu fazendo o amigo revirar o olhos.

Jimin saiu na frente e assim que colocou os pés na cena viu Jungkook sentado no sofá antigo vestindo uma blusa de mangas compridas, uma gargantilha suave em seu pescoço, calças escuras e o cabelo arrumado separado em sua testa. Dobrou as mangas da sua camisa, abriu mais um botão e se aproximou concentrado no modelo. Logo os flashes começaram.

Tae debruçou seu corpo de leve selando os lábios brevemente. Jeon prestava atenção em cada passo e movimento do loiro. Ainda em pé Tae olhou para uma bancada próximo ao garoto que continha alguns brinquedos. Gostou do que viu. Com um sorriso safado alcançou um plug com um cock ring e mostrou ao modelo que arregalou os olhos. Fez que não com um dedo. Eles não precisavam falar, mas Tae não ligou.

- Esse ainda não baby, vamos começar com algo menor. - Pegou um plug metálico comum e se sentou ao lado de Jeon. - Quero você pronto pra mim todos os dias e vou te ensinar como fazer isso enquanto chego em casa. - Levantou o plug até os lábios do outro. - Abra essa boquinha baby.

Jeon olhou para Tae com o ar inocente e um pouco assustado, colocou as duas mãos sobre a de Tae que segurava o brinquedo e lentamente abriu a boca recebendo o metal gelado em sua língua. Seu olhar perguntava se estava fazendo certo, se poderia fazer mais. Taehyung puxou o brinquedo assistindo o plug sair todo molhado.

-  Promete que tentara isso sozinho enquanto pensa em mim? - Perguntou enquanto sua mão livre abria a calça de Jeon. - Mas terá que se segurar baby, não quero que goze antes de eu chegar em casa.

- Prometo daddy. - Jeon soltou tão inocente que Tae esqueceu que estavam atuando e quase caiu na interpretação do modelo.

- Bom menino. - Sorriu satisfeito e se levantou. - Quantos brinquedos quer que eu use Jimin?

Jeon piscou algumas vezes arrancando-se do transe que  acena havia lhe trago. Claro que ele sabia que estavam atuando, mas gostou profundamente de como aquele loiro o estava levando a sério e talvez pudesse em fim admitir que estava realmente interessado no que aquilo podia dar.

- Mais uns dois está ótimo. - O fotógrafo respondeu.

- Ok. Faça o que te pedi agora, por favor. - Tae sorriu largo e depois olhou para o modelo. - Tire essas calças.

- Estamos atuando ainda ou você acha que manda em mim? - Jungkook não se mexeu, apenas olhou para cima encarando o outro.

- Estou pedindo Kook, não queira que eu faça. - Ameaçou e Kook riu.

- Volte ao conceito. - Tae se aproximou. - Seja um bom baby e abaixe as calças para o daddy.

- Não me compra com esse estilo ameaçador. - Jeon retrucou mais uma vez.

- Estou saindo, espero ver fotos decentes. - Jimin anunciou se retirando
.
- O que ..? - Jeon ficou confuso e olhou o fotógrafo se retirar.  

- Só nós dois criança. - Taehyung puxou o rosto do modelo para si. - Me mostre essa atitude afiada agora.

- Você é um pervertido. - Sorriu entrando um pouco na atuação.

- Sou e você provocou o pervertido errado. - Assim Taehyung tomos os lábios do outro.

Enquanto as bocas se empenhavam em conhecer um ao outro, as línguas teimavam em se enrolar e os suspiros apareciam, Jungkook abria e tirava sua calça se livrando do tecido com um pouco de dificuldade. Tae separou os lábios e puxou uma perna de Jeon para cima do sofá ficando entre as duas e abaixou a outra.

- Sem roupa íntima, que feio. - Ditou enquanto notava o membro ereto de Jeon. - Você é uma delícia. - Abaixou-se lambendo o membro outro enquanto encaixava o plug na entrada o empurrando.

Encarava a atuação de contorcer-se de Kook. Quando a pressão que exercia sobre o plug parou pelo brinquedo já ter entrado ele começou a puxar retirando. Jeon estava gostando da leve brincadeira. As feições exageradas em prazer e desejo não eram tão irreais, só gostaria que fosse mais longo e bruto. E não perderia a oportunidade de jogar com a sanidade do outro.

- D-Daddy. - Gemeu manhoso quando o plug saiu de si. - Faça mais.

Tae queria muito que aquele modelo ficasse em silêncio e não o provocasse mais. De imediato pegou o outro plug com o cock ring, com cuidado encaixou o brinquedo e olhou no rosto do mais novo enquanto pressionava o brinquedo novamente na entrada dele. Feições desejosas e observadoras enquanto seu "namorado" se contorcia.
Após ter certeza que algumas fotos foram tiradas debruçou seu corpo sobre o outro fazendo pressão sobre o plug completo dentro do outro, alcançou seu ouvidos e suspirou longo.

- Realmente quero estar dentro de você. Parece tão aconchegante. - Pressionou o seu quadril contra o corpo e sua mão empurrou o plug. - Você é apertado? Vai me deixar gozar dentro ou prefere que eu o lambuze todo? AAH! Só de imaginar.

Jeon gostava das palavras, da ousadia usada pelo outro e quis ofegar com as perguntas, mas mordeu o lábios se contendo para não demonstrar o quanto aquilo estava o agradando. Seu membro ereto e apertado naquele brinquedo. Ele queria gozar, mas queria a boca de Tae em si para isso
.
- Empine essa bunda pra mim, baby. - Tae pediu afastando os corpos e para que Jeon entendesse pegou uma palmatória de couro.

Jeon ficou de joelhos sobre o sofá e sem demora Taehyung acertou sua nádega sem dó uma única vez, logo a pele ficou avermelhada recebendo um beijo molhado do loiro que foi observada pelo mais novo. Seus olhares se encontraram por alguns segundo.

Tae levantou-se abruptamente encerrando qualquer contato que tinham e sem falar nada se retirou da cena. Jeon ficou sozinho lá por alguns segundo, retirou o brinquedo de si e alcançou seu roupão ainda um pouco extasiado. Ele queria aquele loiro.

 

 

 

 

[...]


A sessão de fotos havia acabado enfim e enquanto a equipe ajeitava todos os produtos na van Jeon Jungkook tomava seu banho no camarim aproveitando a água quente que saia em seu corpo e pensando sobre a pequena diversão que tivera naquele dia. Ainda estava excitado, mas pouparia a vontade de gozar, tinha certeza que conseguiria convencer o outro a saírem mais tarde.

Assim que saiu do banho com vestimentas normais, cabelos molhados e seu celular em mãos viu o loiro conversando com Park ainda com as roupas das fotos. Aproximou-se dos dois.

- Park! Me enviei as fotos assim que ficarem prontas e me avise quais irão para o catálogo para que eu possa aprovar. Por favor. - Pediu gentilmente.

- Claro! Fez um ótimo trabalho hoje. - Jimin sorriu genuíno. - Já tinha ouvido falar de seu trabalho, mas foi surpreendente assistir ao vivo.

- Bom saber que falam de mim por aí. - Jeon riu. - Pena não ter tempo para ouvir falarem de vocês.

- HUMF! - Taehyung bufou fazendo o moreno o olhar. - Insolente.

- TAE! Desculpe meu amigo Jeon, ele não sabe que você faz 10 eventos por semana. - Jimin tentou apaziguar.

- Tudo bem. Gosto que tenham sua própria opinião sobre minha pessoa. - Jeon estendeu a mão. - Foi divertido trabalhar com você

Taehyung olhou a mão estendida e depois para o modelo.

- Sabe em que país está, não nos cumprimentamos assim aqui. - Tae declarou fazendo Jungkook sorrir.

- Quis ser discreto, mas vejo que não se importa. - Levantou a mão mostrando um cartão e estendendo para Tae que o pegou um pouco surpreso. - Esperarei por você.
Jeon Jungkook curvou-se cumprimentando os dois e se retirou.

- Amigo... - Jimin ria da situação toda. - Gostaria de assistir isso.

- Park... Cale a boca. - Repreendeu mais uma vez.

No cartão havia um endereço, horário e a assinatura do modelo.

Taehyung tinha um encontro e pela primeira vez sentia que devia se preparar para o que estava por vir. A promessa no cartão dava-lhe o aviso necessário.

" Sem atuações esta noite."

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


AAAH! Devo fugir? rs

Vamos aos recados :
1. Terá continuação? Se vocês realmente gostaram e querem ver o resto me falem e eu juro escrever mais um capitulo para esses dois pornos lindos.

2. Qualquer duvida sobre os brinquedos é só jogar no pai google que ele te ajuda com imagens.

3. Quem quiser entrar pra escola de capistas me avisa que passo contato da responsável.

Agora é com vocês! Querem mais ?
Comenta ai, pede tudo que quer que esses dois façam ou que quer que aconteça. Sou boazinha, muito mesmo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...