História Photograph - Camren - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Harry Styles
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Camz, Lauren Jauregui, Lolo
Visualizações 177
Palavras 3.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


galerinha... como falei a pouco em um comentário Photograph está em reta final...
bem com base nos comentários das 3 fics

Photograph ficou com Terça e Sexta...
porém ontem tava um pouco indisposta (ressaca) ainda estou me recuperando msm assim vim entregar o capítulo atrasados...

Capítulo 28 - Noiva De Mentirinha


Irritada, Lauren soltou o peso de seu corpo sobre o banco do carro, mesmo depois de todas as suas tentativas de tentar fazer o certo Camila ainda a acusava de tentar roubar seu próprio filho, era demais para um dia só. A empresária tentou se acomoda em seu lugar, deixando Camila em paz, enquanto toda onda de adrenalina passava. Embora o terror ainda dominasse Camila e ela tivesse medo de Lauren lhe tirar Lorenzo, ela tentava ser o mais sensata possível, afinal ela tinha concordado e aceitado a proposta de Lauren.

A última demonstração de poder de Lauren tinha mostrava que ela ainda era vulnerável quando assunto se tratava de Lorenzo. O estresse pesou em sua espinha. Toda aquela tarde de surpresas, a visita indesejada de Austin culminaram em uma angustiante dor de cabeça que a fez recostar tensa contra o banco do carro. Fechou os olhos e tentou se acalmar, embora não conseguisse. Sentia sua garganta ressecada, o coração batia acelerado contra o peito e a respiração estava irregular, era oficial em poucas horas Lauren e ela estaria dividindo o mesmo teto e isso e deixava em pânico. Lauren a observava por entre os olhos cerrados. Camila estava branca, feito papel e as pálpebras fechadas exibiam finas linhas de preocupação.

Sentiu uma ligeira sensação de remorso. Não queria deixar Camila apavorada ou voltar às velhas táticas de chantagem quando seguiu os conselhos de Chris, mas se tratava da segurança de seu filho, e quando o assunto era Lorenzo Lauren agia sem e pensar. Era o tal sexto sentido materno agindo. E o fato do menino estar em outro carro era melhor, ao menos enquanto elas decidiam como seriam as coisas. No momento tudo que Lauren tinha para manter Camila por perto era o filho que compartilhavam se eles sumissem, ela perderia tudo. A morena queria cuidar do filho. Nunca em sua vida achou que teria algo assim tão próximo de uma família e não deixaria escapar facilmente. Deixaram o perímetro da cidade e se dirigiram ao bairro nobre, onde Lauren morava.

– Camila separar você de Lorenzo por alguns minutos não foi um ato de deliberada crueldade da minha parte. Eu só queria que o menino viajasse em segurança. – Lauren se ouviu dizendo automaticamente, se perguntando por que depois de tudo o que acontecera estava se defendendo.

— Isso nunca aconteceu antes... Nunca. – Camila sussurrou. – Ele nunca foi a lugar nenhum sozinho assim, não sem eu lhe dar instruções ou contar o que estava acontecendo.

Jauregui virou a cabeça para olha-la, os olhos de Camila brilhavam vulnerais com lagrimas. Aquilo tocou Lauren profundamente. Ela entreabriu os lábios para se desculpar.

— Me desculpe Camila eu não queria causar mal nenhum a você ou ao nosso filho. – Lauren respondeu.

Elas estavam vivendo em montanha russa emocional e as sensações borbulhavam era uma mistura de reações desconhecidas. Lauren pensava ser a única que estava lutando para aprender a lidar com tudo que ocorrera nos últimos dias, mas a verdade é que Camila se sentia da mesma forma. Desde que Camila pisara na Honey, a vida de ambas se tornara uma viagem extremamente confusa e estressante. Desde elevador, os efeitos do beijo ainda afetavam seus corpos. E a aparência vulnerável de Camila deixava Lauren se sentindo completamente culpada, uma pontada de remorso e milhares de outros sentimentos não tão fáceis de definir, que enviavam mensagens a, ambas no pequeno espaço que as separava. Camila deixou escapar um pequeno arquejo de sobrancelha.

A latina podia sentir. A respiração estava acelerada. O nervosismo a dominava, e a vulnerabilidade estava sendo substituída por algo diferente. O carro fez uma curva para direita e Lauren perdeu o contato com os olhos de Camila, logo a latina olhou para fora e percebeu que aquele não era caminho para seu apartamento.

— Onde estamos indo? – Camila começou tensa. Era hora de explicar aquela parte que Lauren omitira.

— Para a minha casa Camila. – A empresaria disse. – Seu apartamento não está adequado para três pessoas residirem. E além do mais não acho seguro que você e Lorenzo fiquem sozinhos no seu apartamento com Austin rondando por ai, mas fique tranquila Camila pedi que arrumassem o quarto de hospede para você e o pequeno passarem a noite.

— Devia ter me consultado antes Jauregui. – Camila respondeu.

– Se eu te dissesse certamente você iria arrumar uma desculpa para não ir Cabello. É só por uma noite baixe a guarda por momento, e é bom que começamos a agir com cordialidade afinal perante a todos logo teremos um compromisso.

Camila parou para pensar por um momento e ponderou tudo, diante de todos realmente teria que agir de forma doce com Lauren, e certos receios teriam que ficar de lado.

— Ainda sim Lauren Jauregui continua uma controladora. – Camila concluiu. – Imagino que está louca para anunciar aos quatro ventos que estamos tendo um compromisso.

— Deixe de bobagens Camila. – Lauren falou lentamente. – Vou fingir que disse isso apenas por brincadeira.

— Talvez eu mesma ligue para algum jornalista fofoqueiro e conte a novidade. – Cabello devolveu.

– Você está doida que saia algo na impressa também Cabello. Tudo isso apenas para jogar na cara de Veronica Iglesias que eu estou com você e ela não tem chances. – Lauren zombou.

— Pare de supor coisas Lauren.

— Não estou supondo, estou afirmando. Só pelo jeito que agiu no parque diz tudo Cabello.

A latina sentiu seu sangue ferver era muita audácia de Lauren jogar aquele tipo de coisa na cara dela. E por mais que aquilo fosse verdade a latina nunca iria admitir isso para Lauren e nem para ninguém.

— Isso não é verdade. Não tenho nada ver com sua vida pessoal Lauren.

– Você terá em breve porque quando assumirmos que estamos noivas terá todo direito de falar e se intrometer no que quiser Camila.

Lauren não teve resposta, pois o carro parou antes que Camila pudesse dizer algo. A porta se abriu e Sidney estava do lado de fora em pé com o pequeno Lorenzo ao seu lado.

— Mamãe. – O menino gritou assim que viu sua mãe sair do carro.

— Oi filho. – Camila respondeu pegando o garoto no colo.

– Como está meu amorzinho?

— Estou bem mamãe. O macaco me levou para ver os peixinhos que tem no lago no jardim, enquanto esperávamos você e a Tia Lauren.

– Foi mesmo filho. E você gostou?

— Sim mamãe, eu alimentei eles e foi divertido. – Lorenzo dizia a Camila, empolgado.

– Parece que foi uma verdadeira farra. – Lauren interrompeu chegando mais perto de Camila e o filho.

— Tia Lauren! – Lorenzo falou animado se jogando nos braços da morena. Lauren sorriu diante da atitude do menino e o pegou dos braços de Camila.

— Meu príncipe que felicidade te ver assim.

— Eu estou feliz Tia porque estou aqui com você e a mamãe. Nossa sua casa é grandona Tia. – Lauren riu do comentário do menino.

— Que bom meu amor eu também estou feliz por vocês dois estarem aqui. Agora vamos entrar porque que tem um lanche bem gostoso esperando por nós. E vou te mostrar toda a casa.

— Ebaa. – Lorenzo gritou animado.

Camila ficou radiante vendo aquela cena e esqueceu as preocupações. Lauren colocou a mão livre na cintura de Cabello e a trouxe para mais perto a abraçando e a conduzindo para dentro da grande casa. Eles eram uma família naquele instante apenas desfrutando da presença uns dos outros. Naquela noite Camila, Lauren e Lorenzo comeram juntos, animados entre sorrisos e brincadeiras. Depois de um banho Camila e Lorenzo foram para cama e Lauren fez questão de dar boa noite ao filho. Ambas as mulheres dormiram aquela noite tranquilas de alguma forma ambas estavam em paz ao menos por enquanto.

(...)

Dois dias depois de toda agitação que fora Austin voltar as suas vidas, algo bom aconteceu. A festa de despedida de Ally e Chris seria naquela noite. Lauren achou o momento perfeito para anunciar a todos sobre seu noivado com Camila. Elas estavam dividindo o apartamento de Camila sem muitos problemas, Lorenzo não estranhou o fato de ter Lauren sempre estar em sua casa, a desculpa foi simples. A morena iria morar com eles por tempo ate as obras na casa dela acabar. E para uma criança de quase quatro anos era algo simples, e o pequeno estava adorando a nova moradora de sua casa.

— Lauren eu não sei se isso é uma boa ideia. – Camila argumentava.

— Cabello pare de arrumar desculpas é a oportunidade perfeita para dizer a todos que estamos noivas. Além de ser a despedida do Chris e da Ally não podemos faltar. – Lauren respondeu segura.

— E como vamos contar ao Lorenzo sobre nós já pensou nisso Jauregui?

— Já sim, no aniversario dele. Ele me disse que quer ir ao parque de diversão. Será um momento em família e poderemos contar ao nosso filho sobre nós sem pressões.

A latina se viu surpresa ao ver que Lauren se atentava a datas principalmente à data de aniversario do filho. Era mais uma prova de que Lauren queria mesmo fazer tudo certo e queria estar na vida do filho. E ser a mãe que nunca pode ser antes.

– Está sempre fazendo coisas sem me consultar Lauren. Eu sei que é com boas intenções, mas queria que me informasse antes. – Camila reclamou.

— Cabello é claro que iria te contar e consultar. O parque de diversões é apenas uma ideia e a vontade do nosso filho.

– Eu gosto da ideia Lauren, e sei que o nosso filho vai amar passar o aniversario dele no parque. Quanto a irmos à festa do Chris e Ally tudo bem. Eu só não quero nenhum anuncio exagerado.

— Perfeito, será um anuncio discreto eu prometo. E depois vemos qual parque iremos ao aniversario do Lorenzo. Agora vá se arrumar deixei algo para você em seu quarto.

Camila se levantou curiosa, o que Lauren Jauregui estaria aprontando dessa vez? A resposta com toda certeza estaria no seu quarto. A surpresa fora o belo vestido branco que parecia ter saído de algum conto de fadas, Camila sentia-se como na época em que ela e Lauren namoravam. Jauregui sempre fazia questão de escolher o que a latina vestia. E o melhor nunca errava no tamanho e nem no gosto da latina.

Depois de um banho e meia hora gasta para se maquiar, Cabello calçou as sandálias e se olhou diante do espelho e gostou do resultado. Na sala Lauren e Lorenzo já prontos a aguardavam Camila, ansiosos. A empresária vestia um vestido preto e os cabelos soltos, uma maquiagem leve que realçava sua beleza e a deixava ainda mais sexy. O garotinho vestia um terno infantil azul claro, estava um verdadeiro homenzinho. Quando Camila finalmente saiu do quarto Lauren ficou maravilhada, a latina tinha ficado mais linda que ela imaginara.

— Nossa mamãe você está linda. Parece uma princesa. – Lorenzo disse se levantando do sofá.

– Obrigado filho! – Camila respondeu meio sem graça diante do elogio do filho.

— Ele tem razão Cabello, você está linda, Lorenzo só esqueceu-se de acrescentar maravilhosa na frase. – Lauren elogiou. Camila sentiu as bochechas esquentarem e ela corou de vergonha. Não sabia o porquê os elogios de Lauren ultimamente a deixavam tão sem graça.

— Obrigado Lauren, é muito gentil da sua, parte dizer isso. Obrigado pelo presente, parece que não se esqueceu do meu gosto e ainda se lembra do numero que visto.

— Há coisas impossíveis de se esquecer Camila. — A latina sorriu, Lauren parecia galanteadora aquela noite.

— Agora pare de me elogiar e vamos logo ou chegaremos atrasados ao noivado da sua irmã.

A morena sorriu e ofereceu o braço para que Camila se apoiasse e esticou o braço livre para dar a mão ao filho, saíram do apartamento de Camila aos sorrisos.

(...)

O jantar de despedida de Chris e Ally acabou também sendo a festa de noivado. Acharam mais fácil dar a noticia aos familiares e amigos de vez já que viajariam na semana seguinte.

— Olha só para aquilo Chris. – Ally chamou atenção do noivo apontando para a porta quando viu Camila e Lauren chegaram de mãos dadas.

– Será que é o que estou pensando amor? – Chris respondeu a loira com uma pergunta, querendo que resposta fosse sim.

— Não tenho ideia Chris, mas eu espero de verdade que elas tenham se entendido de uma vez para bem delas e do meu sobrinho.

O casal parou de comentar o fato que presenciavam assim que Camila, Lauren e Lorenzo se aproximavam.

— Olha se não é meu casal favorito. – Chris disse se levantando não perdendo a chance de cutucar as mulheres com suas afirmações. Lauren cumprimentou ao irmão sorrindo e com um olhar que dizia pega leve vai.

– Olá para você também Christopher Morgado. – Camila falou quando fora sua vez de cumprimentar ao amigo.

– Você está linda Camila.

— Parece que tiraram a noite para me deixar sem graça hoje.

– Só estão dizendo a verdade Camila pare de bobagens. – Lauren confirmou abraçando Camila por trás e envolvendo sua cintura.

O gesto fora inusitado, mas Camila não reclamou. Bom talvez fosse parte da encenação que deveriam fazer, já que diriam a todos que estavam noivas e tinham que ser convincentes.

— Papai. – Lorenzo interrompeu os adultos querendo atenção de Morgado.

— Oi campeão. – Chris respondeu ao filho o pegando no colo. – Papai estava com saudades filho.

— Eu também papai, e agora você vai para longe. — Lorenzo lamentou.

— Filho é só por tempo depois eu volto e vamos nos ver sempre.

Chris abraçou forte ao garotinho, sentindo seu coração se apertar. Essa era a parte triste de viajar, mas ele sabia que Lorenzo seria bem cuidado por Lauren e Camila e sua falta não seria tão sofrida assim para pequeno.

Minutos depois estavam todos, sentados a mesa jantando. Michael e Clara vieram novamente a Londres para a ocasião especial, diferente do que pensavam a velha senhora Jauregui estava se dando bem com o enteado que logo seria seu genro.

— Essa família é uma verdadeira bagunça. – Clara comentou.

— Uma bagunça feliz mamãe. – Ally justificou. O jantar foi interrompido pela chegada de uma convidada atrasada e inesperada.

— Desculpem o atraso. – Vero se desculpou e Ally foi recebê-la.

Lauren quase engasgou com o vinho ao ver a mulher ali. Esquecera-se do fato que Vero e Ally tinha sido amigas próximas na faculdade e a amizade continuara depois de muitos anos. Concluiu que ela estando na cidade certamente tinha procurado a irmã e Ally a convidara. Quem não gostou nenhum pouco da presença de Vero ali fora certa latina. Camila fechou o semblante assim que viu a mulher se sentar a mesa.

A noite agora seria como pisar em ovos e Lauren não queria que o clima tranquilo entre ela e Camila fosse por água baixo por alguém que não fazia a menor diferença para ela. O jantar prosseguiu com uma leve tensão no ar, Lauren ainda não tinha anunciado seu noivado com Camila, embora todos soubessem que elas estavam tendo algo ou jamais iriam juntas aquele jantar. A hora foi passando e Lorenzo acabou adormecendo no colo de Lauren. Chris sugeriu a irmã que colocasse o garoto no quarto de hospedes, pois ele ficaria mais confortável lá do que em seu colo. Lauren foi em direção ao quarto colocar o filho na cama e não percebeu que Vero a seguira.

— Ele se parece muito com você. Mesmo sendo só seu sobrinho. – Vero disse quando viu Lauren sair do quarto.

— Caramba Vero quer me matar do coração.

– Desculpe não queria te assustar. Só queria ficar a sós com você Lauren, esse é o motivo de estar aqui.

A mulher não perdeu tempo e foi se aproximando de Jauregui. Quando Lauren se deu conta estava presa entre a parede e Vero Iglesias. Quando a morena de olhos castanhos ameaçou lhe beijar os lábios uma mãos pesada a impediu e puxando para longe de Lauren.

— O que acha que está fazendo Iglesias? – Camila perguntou com uma cara de poucos amigos.

– Me divertindo Cabello, não seja estraga prazeres vai. Vá cuidar do seu filho e deixe os adultos se divertirem.

— Lave a sua boca quando se referir ao meu filho. – Camila rebateu. – Eu vou cuidar do meu filho sim, mas a outra mãe dele ira comigo. – Camila disse as ultimas palavras olhando para Lauren.

– Outra mãe? – Iglesias repetiu as palavras como se fosse uma pergunta.

— Longa historia Vero eu lhe disse aquele dia no parque. – Lauren interviu.

– Você é sempre cheia de surpresas Lauren Jauregui.

— A vida é cheia de surpresas Iglesias, agora será que poderia me dar licença eu preciso conversar com minha noiva em particular. – Lauren disse enfatizando a palavra noiva olhando para Camila.

Por dentro a latina vibrou, mas ainda sentia raiva do quase beijo entre Lauren e Vero que presenciara minutos atrás. Vero viu que aquela tinha sido uma noite perdida e se Lauren e Camila tinham um filho e estavam noivas elas não tinha a menor chance, era hora de tirar o time de campo. Ela saiu do corredor sem dizer nada e deixou Camila e Lauren sozinhas para trás.

— Aquela oferecida estava se esfregando em você Lauren. – Camila começou a falar assim que viu Vero sumir do campo de visão dela. Lauren tinha um sorriso nos lábios, sabia que aquela reação de Camila era ciúme.

— Camila ela é apenas uma amiga eu já disse. E nosso noivado é de mentira Cabello, não entendo porque está fazendo cena enquanto estamos sozinhas. Ainda nem contamos a todos.

— Você está é louca para levar ela para cama não é? Lauren você não vai dormir com aquela vagabunda eu te proíbo. – Camila respondeu com raiva e avançando sobre a empresária.

Quando Lauren percebeu estava novamente presa entre a parede e só que agora a sua frente era a única mulher que sempre desejara. Suas bocas estavam próximas e suas respirações se misturavam, o ar estava pesado, a vontade de se perderem uma nos lábios da outra eram grande demais.

— Quando vai entender Camila que única mulher que eu quero é você. Com você nunca será só mais uma noite de sexo, eu quero passar a vida inteira fazendo amor com você. – Lauren conseguiu falar olhando diretamente para a latina. Camila se sentiu perdida com aquelas palavras.

— Como eu posso ter certeza Lauren?

– Me dê uma chance, só uma, me deixa fazer por você e nosso filho tudo que nunca fiz antes.

— Eu tenho medo que você me magoe de novo. Meu coração ainda esta em pedaço. – Camila disse baixinho.

— Me deixe conserta-lo com amor. Eu prometo que será tudo diferente, em nome do amor que sinto pelo nosso filho eu não vou te magoar Camila.

Todas aquelas declarações pareciam estar amolecendo a latina, Camila se deixou levar naquele instante e beijou Lauren. Foi um beijo diferente de todos que já tinha trocado a vida inteira, não tinha pressa era calmo e nele só havia amor. Lauren sentiu as lagrimas de Camila, molharem sua bochecha e cessou o beijou passou os dedos pelo rosto de Camila secando suas lagrimas. A loira se rendeu ao gesto de carinho e em seguida elas se abraçaram de forma intensa.

— Devagar. – Camila disse quebrando o silencio.

— Devagar o que Cabello?

— Nós Lauren. Será devagar e você vai respeitar o meu tempo. – Jauregui sorriu diante daquela resposta.

– Isso é sim então?

— Isso é um talvez, vamos ver como você se sai sendo uma noiva de mentirinha. – Camila disse agora sorrindo.

Elas trocaram mais alguns carinhos no corredor e voltaram uma vez mais para a sala de jantar de mãos dadas. Lauren finalmente anunciou a todos que ela e Camila estavam noivas, felicitações vieram de todos os lados. Lauren ainda sabia que não era um noivado verdadeiro, mas Camila tinha lhe dado à chance de tentar, iriam recomeçar e quem sabe o noivado se tornasse realidade. Ela iria lutar por isso, mas agora com esperança que poderiam finalmente dar certo. 


Notas Finais


até sexta... vlw glr...
me deixe saber oq pensam e sobre o esperam dessa reta final e sobre oq qrem q aconteçam c nossos vilões... e.e


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...