História Photograph - Gastina - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina
Tags Gastina, Gaston, Nina, Photograph, Romance
Exibições 120
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente me desculpem a demora, eu estava em época de prova e tive que fazer 12 trabalhos de reposição (pois tinha quebrado o pé e não fui o bimestre inteirinho)
Espero que me perdoem, eu queria ter postado antes, mas não consegui e me desculpem pelo capítulo pequeno....

LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 4 - Favorite Movie


Fanfic / Fanfiction Photograph - Gastina - Capítulo 4 - Favorite Movie

- Então a primeira dupla é - O instrutor diz tirando dois papéis - Carlos e Yamilla, a próxima é. . . - E assim segue até que chega a vez da dupla número dez - E a dupla número dez é formada por, Gastón e Mylina - Ele diz e eu olho pra trás vendo uma menina me olhar e sorrir-  e a dupla de número onze é formada por, Matteo e Nina - Ele diz sorrindo e Matteo me olha com cinismo

O resto da aula foi um tédio enorme, tirando a parte que o professor explicou que teríamos que tirar algumas fotos em um lugar especial para cada um dos integrantes da dupla, eu estava quase morrendo de tédio quando o sinal toca e eu fico sentado esperando todos saírem, levanto e quando estou quase alcançando o Matteo, acabo levando um susto quando alguém toca no meu braço me chamando atenção e me fazendo virar para trás a procura de quem era

- Olá - Diz a menina que sorriu para mim -  Você é o Gastón, não é?

- Ah sim, sou o Gastón-  Digo sem ânimo

- Queria saber quando vamos fazer o trabalho - Ela sorri

- Pode ser na semana que vem aí, depois combinamos, tchau-  Digo sorrindo e dando um beijo no rosto dela e saindo dá sala.

Assim que saio da sala vou a procura do Matteo, mas não o encontro em lugar nenhum. Decido sair do prédio e vou para o estacionamento a procura do babaca que chamo de melhor amigo, vou em direção ao meu carro e encontro Matteo e Nina em frente ao mesmo, os dois estavam em um bate-papo muito animado, resolvo me aproximar

- Eu não acredito que você gosta desse filme - Diz Matteo com surpresa no tom de voz

- Claro que gosto, tem algum problema eu gostar desse filme? - Ela pergunta com receio na voz

- Não,  esse é o filme preferido do Gastón - Matteo diz bem baixinho pra ela

Arqueio a sobrancelha e chego até eles, perguntando

-  Atrapalho algo?  - Digo olhando feio pro Matteo e emoji seguida sorrio falsamente para Nina

- Não atrapalha em nada, até ajuda-  Diz Matteo sorrindo e colocando o abraço em volta do meu ombro - A Nina estava me contando sobre o que ele gosta e descobri que o filme favorito dela é The Host - Matteo diz de forma sugestiva

- Esse é o meu filme favorito, apesar de achar que o livro é muito melhor - Digo sorrindo verdadeiramente para Nina

- Também acho isso, ele mostra coisas que o filme não mostra então acaba sendo o meu predileto-  Ela diz com uma alegria que eu nunca tinha visto antes, o que me fez abrir mais ainda o sorriso que já tinha no meu rosto

- Você está vendo isso Matt?  - Digo surpreso

- Claro, eu já tinha dito pra ela que esse era seu filme preferido - Ele diz sorrindo

- Bom, meninos o papo está maravilhoso, mas eu tenho que ir embora pois minha mãe surta quando eu demoro para voltar, ela já nem queria me deixar vir-  Ela diz rindo fraco - Já que consegui, não vamos abusar

- Meu pai também é assim-  Diz Matteo -  E o do Gastón também, então sabemos bem pelo que você passa  - Matt aponta para mim e ri

- Verdade os nossos pais são assim,  as vezes eu fico meio revoltado com isso - Digo virando

- Não sei por quê os pais nos impedem de nos expressar, eu cansei de brigar com a minha mãe por coisas bobas-  Ela diz sorrindo fraco

-As vezes eu acho que se tivéssemos mais liberdade de expressão seriamos mais felizes - Divago nos meus pensamentos 

- Devemos ser livres, saber nos expressar e devemos fazer os mais velhos e a sociedade nos verem como queremos e como merecemos ser vistos - Ela diz de moto avoado

- Acho que temos muito caminho para percorrer, mas já percorremos grande parte dele, eu sonho em ser ouvido e que gostem de mim por quem eu realmente sou e não pelo que eu possuo, entende?! - Digo sincero
- Eu te entendo, esse também é o meu sonho - Ela ri sem graça - Mas agora eu tenho que ir, se eu realmente não quiser arrumar encrenca com minha mãe. 

- Quer uma carona?  - Ofereço por impulso - Claro, que se você não tiver carona já - Digo coçando a nuca

- Eu não quero incomodar-  Ela diz tímida

- Você não vai incomodar - Digo olhando para ela é sorrindo

- Bom eu vou indo, mais tarde vou te visitar - Matteo diz sorrindo e logo em seguida pega sua mochila que estava em cima do meu carro - Tchau Nina - Ele diz beijando a bochecha dela e sorrindo - Então combinamos por mensagem como vamós fazer o trabalho e Gastón faça comida para mim, escravo-  Ele falá rindo e sai em direção ao carro dele, entra no mesmo e da a partida saindo do estacionamento

- Nina você aceita ou não a minha carona? - A questiono

- Aceito, mas só porque preciso chegar rápido em casa e demoraria demais esperar o ônibus-  Ela diz sorrindo

- Então, primeiro as damas-  Digo e abro a porta do carona para ela que me olha sem entender - Pode entrar eu deixo, tá? - Falo com certa ironia na voz

- Fico honrada por você deixar -Ela rebate no mesmo tom e sorri, mas era um sorriso verdadeiro

- Olha ela sabe usar ironia - Digo sorrindo
- Gosto de quando você sorri - Ela diz por impulso, bom parece que foi pois a expressão dela logo depois disso foi muito engraçada

- Gosta mesmo?! - Provoco ela

- Er.  . .


Notas Finais


Então minhas leitoras e leitores, até os fantasmas (kkkkkkk), eu não vou prometer nada pois eu não sei se vou cumprir, mas eu tenho o próximo capítulo prontinho, se eu terminar de reler e corrigir tudo (coisa que não fiz nesse, então me perdoem por qualquer erro) eu posto amanhã cedinho.

Até o próximo capítulo e/ou comentários


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...