História Photograph - Memórias Vazias - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran
Tags Edsheeran, Memoriasvazias, Photograph, Sheeran
Exibições 26
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Saga
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Música do Capítulo: Drunk - Ed Sheeran
Boa leitura.

Capítulo 18 - Extra Tequila.


Fanfic / Fanfiction Photograph - Memórias Vazias - Capítulo 18 - Extra Tequila.

Ed pediu o dobro da comida para viagem e variou bastante nos sabores. Saímos abarrotados de sacolas de papel e pegamos um táxi.

Entramos e colocamos as sacolas na mesa e então a campainha tocou:

- E aí cara!

Uma voz respondeu alguma coisa que eu não pude entender e muito menos reconhecer. Foi quando o Ed fechou a porta e eu dei de cara com o Justin Bieber. Não dava para acreditar que eu “conhecia” um monte de gente em comum com ele e mesmo assim nunca tinha reparado no Ruivo.

Justin me olhou de cima à baixo.

- Se soubesse que tinha garotas na casa, tinha vindo mais cedo.

- Então não se preocupe porque é só uma garota.

Ed percebeu a resposta, digamos, grosseira de minha parte e então quebrou o gelo.

- Justin, essa é a Júlia, minha amiga do Brasil. Ela veio ficar uns dias aqui.

- Muito prazer! – Ele estendeu a mão e me puxou  para me cumprimentar com um  beijo.

- Prazer é meu! – Respondi, mesmo não sendo.

- Tenho um show em duas horas e pensei em passar aqui para isso! – Justin levantou duas garrafas, uma de whisky e outra de tequila.

- Nós trouxemos comida. Senta aí cara!

Nos sentamos á mesa, Justin colocou as bebidas no meio da mesa e começou á servir e Ed  fez o mesmo. Eu me sentei chateada.

- O que foi? – Ed se virou para mim já com o frango na boca.

- Não tem coca. – Emburrei como se fosse uma de minhas filhas.

Justin riu e apontou para uma sacola parecida com a que trouxemos que estava perto da porta.

- Sério?

- Porque você não vai lá conferir?

Ele poderia ter entrado com o pé esquerdo, mas ainda assim ficava lindo quando  sorria e pessoalmente ele era  mais perfeito ainda. Corri até a porta e peguei a sacola, havia uma garrafa de água e uma de Coca.

Agora eu poderia almoçar sossegada.

O gosto da comida em nada parecia com a comida do Brasil e em especial a comida do Nando’s que era sempre levemente apimentada.

- Você é fraquinha para pimenta assim? – Ed se esbaldava no extra pimenta.

- Ah! Não sei... Melhor não arriscar.

- E eu aqui no médio porque esse gordo pegou o extra... E eu pensei que tinha que trazer mais bebida. – Ele parecia estar me desafiando.

- Ah! Mas, bebida não tem nada a ver com isso aí... – Tentei ponderar sem sucesso – Eu bebo, mas pimenta...

Ed riu.

- A gente só vai acreditar se você comer um pedaço.

- Um pedaço escolhido por nós. – Justin apontava para o frango.

Ed e Justin escolheram um pedaço e colocaram no meu prato, em seguida começaram a bater na mesa falando:

 - Extra! Extra! Extra!

Parecíamos com quinze anos novamente! Eu olhei para o frango, os meninos dando risada e então em três, dois, um... Que negócio apimentado.

- Oh My God! Coke! Coke! Coke!

Parecia que eu tinha arrancado a língua. E eles riram, claro. Justin um pouco mais contido, ainda sentado á mesa, já o Ed saiu da mesa tropeçando e sentou no sofá, ele ria quase chorando com os pés para cima.

- Tudo bem. Quero só ver se vocês são bons mesmo. Topam comer o extra e depois um shot de tequila?

Ed levantou animado:

- Agora!

Justin olhou meio na dúvida, mas continuou sentado me vendo servir os shots. Cortei uns pedaços de frango e colocamos no prato com o shot logo do lado.

- Primeiro as damas!

- Ah Ed, tão fofinho esse seu cavalheirismo. – Sorri debochada para ele que sorriu de volta.

Comi o frango e um pouco mais acostumada com a pimenta, acabei por bebei bebendo as doses dos meninos.

- Calma aí! Eu quem tenho tolerância com isso aí! – Ed pegou os copos da minha mão e encheu novamente.

Era vez do Ed, que cumpriu o desafio sem problemas. Justin que não falou nada até então, pegou um pedaço do frango e acabou por beber da garrafa mesmo, em vez de usar o copo. Repetimos algumas vezes.


Notas Finais


Comentem plis.
Favoritem plis.
Deem nota plis.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...