História Photography( kwon jiyong) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, EXO
Personagens G-Dragon, Personagens Originais
Exibições 53
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


comentem se gostaram s2s2

Capítulo 4 - I really love you


Fanfic / Fanfiction Photography( kwon jiyong) - Capítulo 4 - I really love you

- Stephanie já falei elas não tavam dando em cima de mim. – disse pela decima vez.

- não claro que não estavam. Eu que sou cega. – ela disse com sarcasmo.

- tecnicamente você é cega ne – péssima hora pra faze minhas gracinhas.

- ah agora vai ficar fazendo graça sobre minhas deficiências. Palhaço.

- eu nem cheguei ao fato de que você e um pouco surda também. – ta agora eu pedi pra morrer.

Ela não fez nada oque será que aconteceu?

- vou tomar banho.

 

“3 meses atrás”

 

- como assim? Eu vou ter que fingir namorar com ele? – steh disse um tanto... Indignada.

- e so por um tempo eu estou tentando resolver o escândalo. Depois de um tempo é só vocês falarem que acabou, ou não deu certo. – ele disse tentando amenizar a situação.

- mas que escândalo?

- ontem vocês foram vistos entrando em um prédio. E um dos tópicos mais falados da Ásia e da América. eu  proponho isso vi  fama de vocês crescem.

- nem ferrando bebeu foi? Eu nunca namoraria com ele por fama. Você concorda com isso jiyong?

- olha... Eu tenho uma opção melhor. Você me prometeu que nos poderíamos ser amigos. Então pra mídia namorados, mas entre nos amigos.

- tenho outra opçao? – ela pergunta meio pensativa.

- não. Eu não posso fazer muito pra amenizar a situação.

- ok.

 

“agora”

 

Fomos a uma festa, com produtoras e artistas, e eu estava conversando com umas mulheres... Nem preciso dizer que a steh se estressou.

Bom vou ver se consigo falar com ela. Ah e sim... Nos moramos juntos. Yang disse que deveria ser bem convincente.·.

- steh posso entrar?

- pode.

- ainda ta com raiva?

- não. Eu quero dormir só entrou aqui pra me perguntar isso? – ela nem olhou na minha cara.

- vamos assistir a um filme?

- não, toda vez que nos vai assistir um filme você dorme. – ela disse me olhando com um bico.

- eu juro que não durmo.

- você vai dormir tenho absoluta certeza. Mas eu aceito o convite o Gaho, assiste comigo. – ela disse saindo correndo pra pegar o cachorro.

- quantas vezes vou ter que falar que não vou dormir?

- eu so acredito vendo. – ela disse rindo indo escolher o filme.

- eu deixo você fazer oque quiser se eu dormir

- vou colocar o gaho pra faze xixi na tua boca. – ela disse dando osorriso maléfico de sempre.

- claro que não voc – fui interrompido por um telefone tocando.

- ixixx vai dar problema. – ela disse ainda ouvindo o toque.

 - por quê?

- eu sei quem ta ligando. E não deve ser boa coisa. Eu to ferrada. – ela diz com cara de desespero.

- vai conta outra. Ate parece que e sua mãe, que mora no Brasil, te ligando querendo te matar, porque você ano contou sobre nossa amizade diferenciada.

- e se eu falar que e quase isso?

- ai eu , você, o gaho, geral si ferrou. Mas e quem?

- minha prima que ta mais pra irma ne. – ela disse pegando o celular no sofá.

Ela começou a falar umas coisas estranhas. Acho que era português.

- não e nada de mais.

- serio?

- só planejaram me matar, matar você, rouba o gaho e ir pra fora do país. - ela disse rindo.

- planejaram? Você não falou que era uma prima sua?

- na verdade eram minhas duas primas. Elas disseram que em dois dias tão aqui, então eu acho que temos sábado e domingo de paz.

- que reconfortante. Mas elas vão mesmo matar nois?

- não claro que não. – ela disse sorrindo pra mim – voltando ao assunto coloca um filme vai.

- pode ser de terror?

- nem fudendo. – ela disse me encarando super hard achei que ia morrer.

Nem liguei coloquei um filme de terror enquanto, ela fazia pipoca. Eu acho que ela vai ter um troço, mas nada eu e o gaho não contenhamos.

Nesses três meses eu desenvolvi um sentimento diferente pela Stephanie. Não sei se posso dizer que e amor, mas... Não e de amizade também. Eu fico com raiva quando ela fala com os outros idols da empresa. Mas incomodado ainda quando são os membros do BIGBANG.

Será que ela também se sente assim? Ou será que ela só faz isso por conta do acordo?

- STEPHANIE VEM LOGO!!!!!!!!!!!!!

- SE VOCE GRITAR COMIGO DENOVO EU TE ENVENENO!

Ta ela não deve gostar de mim. Ela chega senta do meu lado do sofá e olha pra mim.

- faz um favor pra mim? – ela disse me olhando com cara de cachorro sem dono.

- qui foi meu nenenzinho?

- pega minha coberta?

- ta aso porque sou uma pessoa muito boa.

- cheguei ao quarto dela e peguei a primeira que eu vi. Se ela sentir frio ela me abraça.

OQUE E QUE EU ESTOU PENSANDO?

- Toma – disse dando pra ela e me sentando no sofá

Ela ajeitou a coberta em cima de nois dois e começou a comer pipoca. Tao fofa nem parece que e agressiva.

Assim que eu dei play no filme ela já começou a espernear.

- não quero esse filme. – ela disse me olhando com raiva.

- por quê?

- eu vou ficar com medo. Vamo assistir outra coisa.

- tipo dorama. Vamo assistir Pinocchio. – ela disse dando aquele sorrisinho interesseiro.

- ta bom.

- por isso que eu te amo. – aquelas palavras aceleraram meu coração ela só ta falando como amigos ne?

- vou te dar um apelido... Que tal baby?

- e pode ser vou ver um pra você... Que tal... little bird?

- por quê? – ela se virou pra mim me encarando.

- pensa, você canta bem, e bonito, vive pintando o cabelo e os passarinhos são tudo isso so não pintam as penas. – ela disse me olhando.

- e pra uma pessoa louca você pensa.

- jiyong ta insinuando oque sua peste? Que eu não penso porque sou louca nada haver. - Ela disse rindo com cara de indignação.

- ta bom. Não ta mais aqui quem falou.

Depois disso ela continuou as palhaçadas, assistindo o dorama rindo da cara das pessoas, mexendo com o cachorro. Ate que ela cansou e eu a mandei ir dormir.

Amanha eu acho que vou contar pra ela sobre meus sentimento. Mas só se eu tiver coragem.

“Dia seguinte – 10:00”

Steh pov’s

Acordei e fui pra cozinha comer. Eu só acho que comer e vida. Vou fazer alguma coisa pra mim e pro passarinho.

Enquanto eu fazia as panquecas eu me peguei pensando no porque toda aquela raiva desnecessária. Na verdade desnecessário foi ele ficar de conversa com aquelas coisas.

Mas eu acho que eu estou com ciúmes. Porque de umas semanas pra cá eu venho me sentindo estranha.

A primeira coisa que eu quero quando vou pra empresa e esperar a hora de ir embora pra ele me chamar e nos irmos cantando no carro.  

Ain esses pensamentos que me petubam. Vou logo acordar ele .

Assim que chego no quarto vejo ele dormindo. Todo encolhido que coisa bunitinha. Ain que do de corda o passarinho.

-passarinho? Passarinhooooo.

- hum? – ele me olha com o fio de olho aberto.

- vem tomar café comigo... não quero tomar sozinha.

- to indo – ele diz se levantando. – steh ontem quando você disse que me amava era verdade?

Aquela pergunta me partiu ao meio. Como vou responder com coerência nem raciocinando eu to. Mas vamos la talvez se ser ruim eu ate acabo logo com essa mentira.

- e verdade.

- mas como amigos ? – ele diz se aproximando de mim.

- não eu realmente te amo.


Notas Finais


obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...