História Pictures of Park Jimin - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Kpop, Park Jimin, Romance
Visualizações 258
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me desculpem por qualquer erro, não tive tempo pra revisar.

Capítulo 11 - Ottoke?!


Fanfic / Fanfiction Pictures of Park Jimin - Capítulo 11 - Ottoke?!

 Tae Yuna's POV

Mal havia fechado os olhos e o despertador já “gritava” em meus ouvidos. Pela primeira vez, era eu a indisposta a levantar. Sohye já havia tomado banho e agora secava os cabelos em frente ao espelho.

Sabia que eu atrasei seu alarme 15 minutos só pra você poder dormir um pouco mais? Disse Sohye enquanto ainda secava seus cabelos com o secador.  Ah, eu também já coloquei tudo o que você vai precisar de acessórios na sua mala.

Obrigada, eu te amo amiga. Disse ainda meio sonolenta.

Eu sei, eu sei. Agora vai tomar um banho, Kiwon vem nos buscar.

Sério? Ai, graças! Não vou precisar gastar com metrô e nem andar até a estação carregando malas.

Me agradeça depois, agora vá se arrumar, ele chega daqui à pouco.

Acenti e me dirigi ao banheiro para tomar um banho. A água morna era agradável, optei por não lavar o cabelo, pois já já Kiwon apareceria para nos levar ao aeroporto e não daria tempo de secar meus cabelos longos. Ainda no banho, Park Jimin inundara minha mente. “O que você tem a me dizer, huh?” Por mais que eu tentasse afastar estes pensamentos, eles não iam embora. Desliguei o chuveiro e me enrolei na toalha, em seguida voltei ao meu quarto para me aprontar.

Achei que você tivesse desmaiado dentro daquele banheiro. Disse Sohye.

Eu só... pensei muito enquanto estava no banho.

Então você decidiu trabalhar esses dedos pensando em Park Jimin?

Aigoo! Larga de ser escrota, Sohye. Eu só estava pensando sobre o que ele me disse ontem e... sobre o que ele tem a me dizer hoje.

Sei. Disse Sohye voltando a checar o visual.

Revirei os olhos e fui em direção ao guarda-roupas. Escolhi um short jeans azul claro e uma blusa branca de mangas curtas, fiz algumas ondas nas pontas do cabelo e calcei um de meus milhares de tênis. Tênis são lindos e confortáveis, como não amar? Toda vez que vejo algum bonito, acabo comprando, e isso resultou em um acervo de tênis em meu guarda-roupas. Passei um pouco de maquiagem para esconder minhas enormes olheiras causadas pela noite de sono perdida, por fim um suave perfume. Saímos do apartamento e fomos em direção ao carro de Kiwon, que nos esperava dentro do mesmo.

-Deixa eu te ajudar a pôr as suas aqui dentro. Disse Kiwon referindo-se às malas de Sohye.

“Ótimo, ele vai ajudar ela, mas e a mim?!” Revirei os olhos. “Claro, foda-se a Tae Yuna, ela leva as dela sozinha mesmo.”

Me dê, eu levo pra você. Disse uma voz máscula atrás de mim.

Me virei para averiguar, e lá estava ele, lindo e bem vestido, como sempre.

Kyung! Disse sorrindo e dei um abraço no garoto, que retribuiu.

Eu estava com saudades sabia? Perguntou ele.

Eu também estava, apesar de que nos vimos ontem.

Não parece que você também estava com saudades, por que não me ligou? -Perguntou ele.

Bem... ontem, depois que eu fui pra casa, tive muito o que organizar para a viagem e tudo mais. Menti para esconder o fato de Jimin ter sido dono dos meus pensamentos e o pivô da minha insônia.

Ah... tudo bem, eu deixo essa passar. Brincou ele. Bom, vamos?

Vamos. Concordei e fomos em direção ao carro de Kiwon.

O percurso de carro é muito mais rápido do que de metrô, considerando os atalhos que pegamos, e em cerca de 20 minutos já estávamos todos no aeroporto. Antes de sair do carro eu pude ver Yoongi e Taehyung, os dois andavam apressados em direção ao avião, ambos sendo perseguidos por um amontoado de fotógrafos, que disparavam flashes de todas direções. Saí do carro junto a Sohye e os meninos, que nos ajudaram com as malas.

Bom, acho que devemos ir agora, não? Perguntou Kiwon.

É... vamos partir em poucos minutos. Disse Sohye. Os dois se abraçaram e trocaram carícias antes de finalmente se largarem.

Kyung me abraçou forte por um tempo, olhou em meus olhos e disse que sentiria minha falta.

Também irei sentir sua falta, Kyung.

Me prometa que vai me ligar assim que chegar. Pediu ele.

Tá, eu prometo. Concordei. Ele estendeu o mindinho e sorriu.

Jura de dedinho?

Juro, seu bobo. Sorri de volta. Ele entrelaçou nossos mindinhos e colou nossos polegares.

Agora é promessa, tem que cumprir.

Irei. Assenti.

Kyung colocou uma de minhas mechas de cabelo atrás da orelha e segurou meu rosto com a mão. Meu rosto pequeno cabia perfeitamente em sua mão, o garoto sorria para mim, seu sorriso era sincero e de alguma forma carinhoso, havia sentimento por trás de sua expressão.

Posso? -Perguntou ele. Eu apenas assenti, e ele deu um único beijo macio e quente em meus lábios. O garoto pausou o momento e me encarou por alguns segundos, passou seu polegar em minha bochecha e me trouxe para mais um beijo sem língua.

Tae Yuna...

Sim?

Eu sei que é cedo, muito cedo ainda, mas... eu... eu te amo, Tae Yuna. Disse Kyung olhando em meus olhos, e eu pude ver que o mesmo estava sendo sincero.

Eu... Kyung... Eu simplesmente não sabia o que responder, estava surpresa de mais para pensar nas palavras certas a se dizer. Estava certa de que sentia algo por ele, mas não se compara ao que sinto por Jimin, e tudo o que eu menos quero é machucá-lo.  “Aish, Ottoke?!”

Shhh... você não precisa dizer nada. Eu sei que não sente o mesmo, mas eu apenas quero que esteja ciente dos meus sentimentos por você. Eu te amo, boa viagem. Disse ele me dando um beijo na testa, em seguida entrou no carro com seu irmão e desapareceu do aeroporto.

Taeyu? Vamos, ou você vai ficar no aeroporto? Perguntou Sohye. Eu apenas a segui e entramos dentro do avião.

Eu procurava onde me sentar com Sohye, nunca tinha visto avião mais luxuoso, estava encantada com tudo aquilo.

-Taeyu! -Gritou Hoseok vindo em minha direção.

Hobi! O abracei. -Eai, preparado pra viagem? -Perguntei.

Bom, eu estou, já o Jimin... ele não parece nada bem desde que chegou aqui.

O-o quê?! Ele ainda se sente mal? Perguntei preocupada.

Não exatamente. Na verdade ele estava bem até chegarmos aqui.

É grave?

Não, não. Não se preocupe, ele vai ficar de boa logo logo, parece ser algo... emocional, como ansiedade ou sei lá o quê.

Aish, mesmo assim eu fico preocupada. Hoseok me acalmou e conversamos por mais alguns minutos, até que o resto dos meninos entrou no avião e ele foi se sentar.

Jimin foi o penúltimo a entrar, seguido por Jungkook, os dois provavelmente se sentariam juntos. Eles vieram em nossa direção, Jungkook sorriu para nós e nos cumprimentou, porém Jimin apenas passou reto, ele nem sequer olhou para mim. Aquilo me magoou, ele estava muito diferente do Jimin de ontem, o Jimin que elogiou minha voz, o Jimin que tinha algo a me dizer.


Notas Finais


Comentem❤
Próximo cap hoje de madrugada, quem vai madrugar pra esperar???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...