História Pièce - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT 127
Personagens Jaehyun, Taeyong
Tags Jaetae, Jaeyong, Não Sei Oq É Isso
Exibições 46
Palavras 280
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Shonen-Ai
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


aqueles plots meio estranhos da madrugada...
Taeyong narrando

Capítulo 1 - Uniq


Eu sempre fui um bom ator, minha vida era como uma peça, aquelas entediantes e mal trabalhadas, aquelas de enredos ruins que tinham tudo para dar errado no final. No entanto, no meio do fracasso que minha peça era, eu, o ator protagonista era uma estrela, que convencia a qualquer um de que os sorrisos eram reais, que a felicidade era real, que a bondade em mim também era. Quem acompanhava se surpreendia com o meu talento, meu talento que mantinha a peça de pé e viva.

Atuei tão bem, quando ele tomou parte da cena, bagunçou tudo no meu teatro, desarrumando cada pequeno detalhe que eu tive trabalho para manter intacto, empoeirado. Fingi não ligar, fingi não me importar com a bagunça que meu cenário havia se tornado.

Atuei ainda melhor quando ele insistiu em fazer parte do elenco, ele queria ficar, talvez sua função fosse deixar aquela peça um pouco mais interessante, ou talvez piorar o desastre que já era.

Atuei ainda melhor quando fingi que seus beijos não eram nada, que seus toques não me importavam, que o modo como ele mexia com minhas estruturas não mudava a o enredo da minha peça.

Atuei bem demais quando fiz parecer que era tão desinteressado quanto ele naquilo que costumavam chamar de relacionamento.

Atuei divinamente bem quando ele me deixou, com cada pedacinho do meu cenário quebrado, desarrumado e fora do lugar, e fui bem ao fingir que não ligava para sua partida. Que não sentia sua falta, que não o queria de volta, loucamente destruindo meu teatro inteiro.

Porque eu sempre fui um bom ator de uma peça ruim, pena que era só no meu ponto de vista.


Notas Finais


é isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...