História Pink Bird - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Jin, Namjin, Rap Monster
Exibições 36
Palavras 779
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey, gente o/
Bom, eu vou deixar o textão nas notas finais e.e
Boa leitura ^^

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Pink Bird - Capítulo 1 - Capítulo Único

   "Já parou pra pensar no quanto coisas pequenas podem fazer uma diferença enorme? Se não, faça isso agora: As gotas da chuva que lutam contra o vento se tornam parte de um imenso mar, uma pequena semente se torna uma grande árvore um tempo depois e pequenas e distantes estrelas formam uma perfeita constelação.
   Foi por uma coisa pequena como essas que tudo mudou desde aquele dia. Sinto sua falta, Hyung. Não consegui acreditar totalmente no ocorrido ainda, mas sei que você deve estar melhor agora.
   Tudo parece mais vazio e monótono sem você. É solitário chegar em casa e não encontrar aquele sorriso radiante acompanhado por belos cabelos rosados. Sempre chego eufórico, com a esperança inútil de que tudo é um sonho e que você vai estar me esperando pra jantar enquanto me xinga dizendo que eu quebrei alguma coisa sua, mas não recebo nada além de silêncio nos cômodos e uma mente perturbadora que insiste em dizer que a culpa é minha.
   Posso jurar que ainda ouço sua voz de vez em quando. O pessoal diz que é apenas paranóia e eu devia me tratar, mas eu acabo ignorando. Aliás, aprendi a fazer isso muito bem esses últimos tempos.
   Você consegue me ver, Hyung? Se sim, me responda: Você fez isso por minha causa?

   "- Você acha que as nuvens podem cair e enroscar em todo mundo? - Ele dizia sentando na grama, olhando distraído pro nada.
   - Você é estranho.
   - Deve ser legal poder tocar o céu...
   - Tipo andar de avião?
   - Com certeza não. Se eu faço isso, você sente o que? - disse ele dando uma leve cutucada em meu braço.
   - Quase nada.
   - Certo. E se eu fizer isso?
   Ele se jogou em mim, com um jeito brincalhão.
   - Eu praticamente me quebro. - disse, com ele ainda em cima de mim.
   - O céu é a mesma coisa. Existe uma grande diferença entre só encostar os dedos e se jogar de uma vez. A profundidade escolhida só depende de você"

   Me sinto idiota por não ter percebido todos os "sinais" que você sempre costumava citar do nada. Cada vez que você me chamava e fazia perguntas que eu recebia por inúteis e sem sentido eram quase avisos. Sinto muito por não ter percebido enquanto era tempo.
   A casa perdeu a vida é está sem cor. Quem vai cantar pra me distrair agora? Quem vai rir quando eu falar que vou tomar cuidado com a televisão nova, e até mesmo brigar comigo quando eu quebrar a mesma? Nunca mais vou cozinhar sem ouvir você dizendo que estou fazendo errado e de outro jeito é melhor. Nunca mais vou poder andar segurando suas mãos.
   Se eu pudesse te ver apenas mais um minuto, teria me desculpado por ter brigado com você antes de sair aquele dia. Você não é nada daquilo que eu disse, Jin. Você é perfeito.

   "- Você não é o dono da razão, Namjoon. Você tem que entender que nem tudo gira em torno de você.
   - Você não pode dizer nada, Jin! Fica trancado dentro dessa casa, parece até que tem medo de ser uma pessoa normal. Quer saber, você é um inútil, e nada mais que isso!
   - Você... Vai se atrasar"

   Foram as últimas palavras que eu ouvi, e também suas últimas lágrimas.

   Isso se repete várias vezes em minha mente, mas eu não me importo. Eu não devia ter te deixado sozinho sabendo que você não estava tão bem aquele dia. Eu devia ter pedido perdão.
   Ainda lembro da última vez que conversamos antes de dormir, um dia antes disso tudo:

   "- Nam, qual é o seu maior sonho? - Perguntou com uma voz sonolenta, enquanto acariciava meus cabelos
   - Não sei... Talvez ser escritor. - disse depois de um tempo. - E o seu?
   - O meu? Ah, é muito mais impossível que o seu.
   - E qual é?
   - Não ria da minha cara..."

   Conversamos muito aquela noite. Como você podia ser tão perfeito?Como eu te amava...
   Se eu soubesse que seria a última vez, meu beijo seria mais romântico, minhas palavras mais doces, meu coração mais aberto e meu "eu te amo" mais sincero.
   Você consegue me ouvir, Hyung? Se sim, saiba que seu maior sonho se realizou.
   Você está livre, e conseguiu alcançar o céu.
   Como se você fosse um pássaro, um pequeno pássaro rosa...
   ...Você finalmente pode voar.

                          - Kim Namjoon"
  
  


Notas Finais


Enfim, foi bem curto, mas foi o meu melhor.
Minha mente anda uma completa bagunça, e no meio de tantos fios embolados, um pássaro voando contra uma tempestade na janela da minha escola me deu inspiração pra essa pequena fanfic, e particularmente, é a primeira coisa feita por mim que eu gostei do resultado a meses...
Me perdoem por esse longo tempo pra atualizar a minha fanfic principal, e espero que continuem aguardando meu retorno... EU NÃO MORRI :v
Espero que tenham gostado ^^

Não quero deixar de agradecer as minhas amigas por terem me motivado a postar, porque eu só tive a ideia e pensei "nossa, daria uma bela fanfic" e tals, e quando eu falei pra elas na escola mesmo elas ficaram todas animadas, falando "se não postar eu te mato", e são elas que estão me motivando a continuar não desistindo dos meus trabalhos mesmo não estando num momento bom, e sou eternamente grata pela forma que elas tem paciência comigo e etc (sou aquele tipo de amiga que ama mandar textão, desculpa :v)
Bye o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...