História Pink devil - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Jeon Wonwoo, Lee Jihun "Woozi", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi"
Tags Hozi, Pinkdevils, Soonhoon, Tem Bts Perdido Aqui Sim, Vcs N Sabiam, Yoongi É Pai De Jihoon, Yoonmin
Visualizações 214
Palavras 711
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


demorei mas cheguei

Capítulo 3 - . o demônio criou os bêbados


Fanfic / Fanfiction Pink devil - Capítulo 3 - . o demônio criou os bêbados

Min Yoongi era um péssimo bêbado.

Além disso Lee Jihoon não parecia gostar de aturar seu irmão bêbado.

Ok eu também não estava gostando mas eu não podia simplesmente largá-los no bar e ir embora, porque um dos boatos que rondam Lee Jihoon dizem que a ultima pessoa que lhe deu as costas morreu com uma tampinha de caneta que perfurou seu crânio da nuca até a testa e eu não queria saber se aquele boato era real ou não - embora suspeite que sim e isso justifica o porquê de nenhuma das canetas dele ter tampa. Nenhuma gente, eu sei porque perguntei a ele enquanto Min Yoongi ia meio trôpego tentar jogar sinuca com alguns caras do bar.

Foi bem desinteressante caso queira saber, foi algo como:

— Você tem muitas canetas coloridas. - Ele disse.

— Sim.

— Eu só tenho uma caneta.

— Sim e ela não tem tampa - comentei e ele ergueu as sobrancelhas. Se algum dia você ler isso, Lee Jihoon, saiba que você fica fofo fazendo isso.

— Você notou uma coisa dessas? Nenhuma das minhas canetas tem tampa.

Como alguém pode não ter nenhuma tampa de caneta? Que agonia, como é que ele dorme a noite?

Uma vez eu perdi uma das minhas canetas - na verdade desconfio que Wonwoo tenha a roubado, já que ele foi a ultima pessoa que a viu e ele simplesmente amava aquela caneta- e eu fiquei noites sem dormir até minha mãe comprar outra igual para mim.

Mamãe diz que eu tenho TOC.

Mamãe também diz que eu não vou ter filhos. Mamãe não sabe de nada.

E depois disso o assunto acabou porque Yoongi se meteu numa briga e Jihoon foi apartar.

Então era esse o resumo da minha noite, as duas da manhã estava indo para o dormitório carregando Min Yoongi por um lado enquanto Lee Jihoon o carregava pelo outro.

— A mãe de vocês não liga dele beber tanto? Minha mãe já teria lavado minhas vísceras com cerveja caso eu chegasse bêbado assim em casa - resmunguei e Jihoon fez uma caretinha.

— Nossa mãe? A mãe dele eu não sei se liga, mas a minha não se importa que eu beba - respondeu meio confuso.

Então eles não tinham a mesma mãe? Era por isso que tinham sobrenomes diferentes? Mas…

— Então vocês são irmãos por parte de pai? - Soltei e Jihoon se calou por um momento.

Achei ter tocado num ponto crítico demais e que era agora que ele mandava seus capangas acabarem comigo, mas Jihoon caiu na gargalhada.

— Nós não somos irmãos! Da onde você tirou isso? - Perguntou gargalhando.

— Não são? Mas todo mundo diz que vocês são e vocês são iguaizinhos! Você está me zuando - acusei apertando os olhos e ele riu, parando por um momento e eu também parei enquanto era obrigado a segurar Yoongi praticamente sozinho para o baixinho se recuperar da crise de riso.

— Juro que não somos irmãos - garantiu ainda gargalhando.

A risada de Lee Jihoon é uma das coisas mais adoráveis que já pude ouvir. Meu deus é tão fofo que nem condiz com a fama de mau que ele tem.

— Mas todo mundo diz que são - resmunguei confuso enquanto Jihoon ria.

— Todo mundo diz que eu sou da máfia também, você também acredita nisso? - Perguntou rindo, mas ficou sério quando eu não respondi. — Céus Soonyoung!

— Você não é mesmo? - Perguntei e o baixinho bufou, voltando a segurar seu amigo e voltamos a andar carregando um Min desacordado pelo campus.

— Claro que não!

— Isso é algo que alguém da máfia diria - acusei e ele revirou os olhos.

— Todo mundo também diz que você é gay - retrucou ele.

— E não é mentira - eu dei de ombros.

Jihoon se calou por um momento e parou de andar para me encarar no fundo dos olhos.

— Você está rindo da minha cara? - Questionou e eu desviei o olhar. Ele estava sério demais, mais que o normal e me incomodava encará-lo assim tão diretamente.

— Você é homofóbico. - Deduzi chateado.

Não estava chateado por Lee Jihoon ser homofóbico, estava chateado por saber que ainda existia esse tipo de pessoa no mundo. Ou era nisso que eu queria acreditar, que a decepção não era por ser ele.


Notas Finais


soonyoung mentindo pra si mesmo cof cof parece eu cof cof
é isso aí #pas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...