História Pink Diamond-Return - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Exibições 25
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


desculpem a demora mas eu tive um campeonato que tive de participar

Capítulo 5 - A comfiança dos trêz olhos


Fanfic / Fanfiction Pink Diamond-Return - Capítulo 5 - A comfiança dos trêz olhos

*Ólivin-on*

Oque eu fiz, ataquei a Garnet e fugi para um farol sem proteção e agora ela esta subindo as escadas e provavelmente vai me matar, porque eu fiz isso.

*momentos antes*

- você, é uma cristal gem - falei apontando para Garnet.

- como você sabe disso - perguntou ela ajeitando o óculos.

-sei que é estranho mas - não deixei ela terminar de falar, pois peguei o objeto em minha mão e usei nela, o objeto era uma vara de uma cor amarelada que soutava umas faíscas, mas quando encostei em Garnet uma chuva de faíscas saiu de sua ponta deixando Garnet caída no chão, olhei para meu pai.

- vocês não vão me quebrar - gritei enquanto coria, cori um tempo pela cidade, estava em desespero e em minha mente vinham muitas lembranças dela me avisando que as cristal gems aviam quebrado muitas gems durante a gerra e provavelmente me quebrariam, depois de um tempo cheguei em um farol subi as escadas até o topo e me sentei la.

*Garnet on*

O objeto que o garoto avia usado avia me inutilizado por um tempo, Steven e o Sr Crey me ajudarão a levantar.

- me desculpe senhora - disse ele se desculpando.

- tudo bem, mas senhor tenho um pedido - avia visto o futuro e vi que essa era a melhor opção.

- senhor peço que vá para casa - ele me olhou com uma cara de espanto.

- mas oque você fara com meu filho - 

- ele vai compreender, saiba que fez uma boa escolha em nos procurar -

- tudo bem, eu não podia ficar aqui muito tempo mesmo, só me prometa que ele vai ficar bem -

- sim eu prometo - e ele saiu sem problemas ou resistência.

- bom vamos atras deles - falou Steven já com o escudo em mãos.

- desculpe Steven, mas eu vou sozinha - 

- que, mas você viu oque ele fez - disse referindo se ao que avia acontecido.

- sim mas preciso que fique aqui casso ele volte - falei me dirigindo a porta.

NO FAROL

Olhei a estrutura de cima a baixo e entrei devagar sabia onde o garoto estava então não avia porque ter pressa, fui subindo a escada até o topo, ao entrar na sala na sala da luz giratória, o vi sentado em um canto ele olhou para mim com um olhar de quem já avia desistido, ele simplesmente me encarou e disse.

- porque - fiquei em silencio.

- porque querem me quebrar - tirei meus óculos e o encarei de volta.

- não queremos quebrar você, poque pensou isso -

- porque, porque vocês já fizeram isso antes - sera que ele sabe - vocês quebraram muitas gems no passado -

- não não é assim -

- não, é oque todas falaram, aquela Jasper, aquelas Turmalinas, todas queriam mas uma a uma todas cairão, mas dessa vez eu to sozinho e eu não vo conseguir te derrubar nem se eu tentar -

- você sabe muito sobre as gems não é - disse sentando ao seu lado.

- me diga quem foi que te ensinou - ele me olhou com os olhos cheios de lagrimas, parecia não chorar por orgulho.

- as gems que me treinam a algum tempo, elas eram amigas da minha mãe e, elas sempre cuidarão de mim quando eu ma sentia sozinho elas me faziam companhia, me ensinarão a me defender, me falarão da gera gem, das perdas dos dois lados, de Rose Quartz e de como ela quebrou sua Diamond, que a ajudou tanto -

- olha eu não sei oque aconteceu mas eram outros tempos e Rose sempre foi contra quebrar qualquer gem que fosse mas aquilo foi necessário - ele olhou para mim de novo parecia mais calmo .

- onde esta meu pai -

- pedi para ele ir, precisava falar com você a sós -

- covarde, ele queria se livrar de mim já faz tempo -

- não fale assim, ele quer seu bem, por isso te trouce aqui, para que pudéssemos te treinar, mas não quero fazer nada contra sua vontade, então oque acha - ele olhou para mim seus olhos não tinhão medo e sim determinação.

- se for para eu nunca mais me sentir impotente assim, para eu nunca depender dos outros eu aceito - estendi minha mão para ajuda lo a se levantar, mas um grito agudo atraiu minha atenção.

- Perola -


Notas Finais


e eu escrevendo a noite de novo né mas terminei e um spoiler vai te treta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...