História Pink Umbrella - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, Monsta X
Personagens BamBam, Hyung Won, I'M, Jackson, JB, Joo Heon, JR, Ki Hyun, Mark, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho, Youngjae, Yugyeom
Tags Changki, Guarda-chuva, Hyungwonho, Jackheon, Pinkawaii, Stillcute
Exibições 73
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mais uma fic, help sadkfsadf
essa fic é uma das minhas melhores ideias, so... deem amoor <3
eu vi que changki é um shipp meio caído, por isso, estou panfletando <3
betagem: @wonshik

Boa leitura ^^

Capítulo 1 - I - Prologue


Fanfic / Fanfiction Pink Umbrella - Capítulo 1 - I - Prologue

Poor pretty boy, he's f*cked up.

 

Então o garoto alto mirou na garrafa de vidro de Soju que estava no asfalto sujo. Respirou fundo tentando conter sua frustração e jogou seu pé com toda a força que encontrou, já esperando ouvir o maravilhoso som do vidro se estilhaçando... Isso se ele não tivesse acertado á parede ao seu lado.

Changkyun mordeu o lábio inferior, tentando não soltar uma high note estilo de Mariah Carey quando sentiu seu dedo mindinho se chocar violentamente na parede de concreto.

"É isso, até as paredes me odeiam?! Desde quando muros se teletransportam?" Pensou, mancando para fora do alcance daquele empecilho infeliz que deslocou seu imaculado pé.

Com um grito mudo e um grunhido de frustração, alcançou o bolso traseiro, pegando seu telefone móvel. Discou rapidamente o número salvo como "Cabaré Coreano" e levou o aparelho até seu ouvido, torcendo de olhos fechados para que seu hyung atendesse... Dessa vez.

Sua mensagem está sendo direcionada para a caixa postal, deixe um recado depois do sinal. 

Assim que o barulho irritante soou, Changkyun soltou um suspiro de alívio.

— Hyungs... Já é a décima quinta vez que eu ligo pra vocês, e-eu não sei o que fazer! Estou á ponto de ser despedido, despejado e não tenho nenhum lugar pra onde ir... — Soltou de uma vez só, parando para respirar e mordendo o lábio inferior outra vez. — Quando ouvirem o recado, me liguem, é ur... — Antes de terminar, o tempo acabou. Apenas deu de ombros e continuou pulando de um pé só para junto do ponto de ônibus que ficava perto. Ao se sentar, checou o seu tênis e logo em seguida seu próprio pé - não doía tanto, apenas era um tanto incômodo.

Sentiu seu bolso vibrar, e sorriu feliz ao ver quem era no visor; "AegyoMonster".

 

AegyoMonster
O que você aprontou?

Peste2
Dessa vez nada Jooheon-ie.

AegyoMonster
Vou fingir que acredito porque 'tó com pressa.

Peste2
Preciso de dinheiro, e que alguém venha me buscar.

AegyoMonster
Não fez nada? Risos.

Peste2
Não dá pra conversar com você, cade o Minhyuk hyung? E o appa?

 

AegyoMonster
Sinceramente, o Minhyuk está com a boca muito ocupada agora... Com o hyung.

 

Peste2
Ele e o Hyunwoo hyung...?

 

AegyoMonster
E não estão poupando vocais, só ouço os gritos da sala.

Peste2
Sabe? Esquece. Tenho dinheiro o bastante para pegar um ônibus.

 

AegyoMonster
Vai lá homenzinho...
E a Eun? Porque não pede pra noona?

Peste2
Isso é um assunto delicado.

 

AegyoMonster
Saquei...
Que você passe na porta.

 

Changkyun responderia, se não tivesse com o seu delicado ego machucado.

O assunto delicado consistia entre a traição da sua ex-namorada Kim Eun-Ah - que era três anos mais velha que ele -, com sua ex-melhor amiga Chae Mina.

Caso você, cara leitora, não saiba, o orgulho de um homem é tão frágil do que um papel molhado. E isso, é como se rasgassem o próprio papel ao meio.

O pior foi a surra que quase levou de Mina depois que ameaçou contar para a mãe de Eun que ela não gostava de pepinos. O porte da garota era ridiculamente forte, além dela ser super alta - até mais que ele próprio.

"Maldita Eun e seu aegyo feio que eu tive que aturar!"

Changkyun rola os olhos quando percebe que está lacrimejando. 

— Hoje, nada pode ficar pior... — Assim que ele termina de ditar as palavras, ouviu um eco estranho, como se algo tivesse pingado no teto do ponto de ônibus. E depois veio outro, e mais outro, até virem milhares. — Eu e minha boca grande... — Revirou os olhos.

Seus pensamentos foram interrompidos com um grande rojão reluzente cortando o céu... Um trovão.

Viu milhares de pessoas com guarda-chuva correr pela rua antes deserta, enquanto ele se desesperava, tentado ligar para o seus hyungs. De algum jeito, o celular que tentava fazer discar, caiu em uma poça de água que havia se formada no chão. Arriscou colocar a mão, pegando o aparelho e... Perda total.

Sem nenhuma opção, sentou-se novamente, apoiando os pés na cadeira e encolhendo-se totalmente em seus joelhos. O frio já estava se tornando extremo e algumas lágrimas do garotinho já rolavam silenciosamente.

Viu um flash de celular ser mirado em sua direção pela brecha de seu braço, o obrigando a fechar os olhos pela luminosidade.

— O-olá?! — Uma voz se fez presente. Era alta, rouca e melodiosa, o tipo de voz que você ouviria pela sua vida inteira. Se recompôs, olhando para figura em sua frente; ele era baixo, não duvidava que era maior que o garoto, cabelos de um rosa pasta, alguns rastros de água de chuva pela testa, lábios vermelhos e olhos de esquilo, fora o sorrisinho adorável de um bebê, o maxilar não era tão definido, mas era sútil e doce.

O que um modelo anão está fazendo no meio da rua?

 

Mas, não fora nenhum desses detalhes gritantes que o tirou sua atenção... E sim o gigante guarda-chuva cor-de-rosa que o mesmo segurava.

 

 


Notas Finais


Saranghaeyo <3
~Chu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...