História Pinóquio - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camreng!p, Drama, Laureng!p, Romance
Exibições 99
Palavras 1.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Visual Novel, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Capítulo 5.


"Nove anos antes"

- Veja Alejandro é uma garota. - Um velho homem fala para seu filho onde vê a pequena Lauren boiando na margem do rio.

- Sim papa, de onde será que ela veio? - O homem mais novo pergunta é seu pai que da de ombros.

- Vá pegue ela e à leve para dentro. - Alejandro assentiu e pegou Lauren no colo onde a mesma se encontra mole como um peixe.

Quando Alejandro entreou em casa sua filha veio logo ao seu alcance.

- Papa, papa deixa eu vê a televisão? -Pergunta na esperança de seu velho deixar mais logo ela se arrepende.

- Quantas vezes vou ter que dizer que não! Você não pode vê a televisão e nunca irá! - Ele grita com a menor que não se intimidou apenas deu de ombros e ficou na pontas dos pés tentando olhar quem era a pessoa nos braços do pai.

- Quem é essa garota papa? - Pergunta e Alejandro logo acomoda o corpo branco no sofá.

- Eu não sei, eu seu avô estávamos pescando quando olhamos ela na margem. - A garotinha ainda curiosa com a história chegar perto de Lauren ainda desacordada.

- Ela é linda papa! - Supresa com a beleza de Lauren a garotinha leva suas mãos até o rosto da mais velha que logo desperta. - olha papa ela acordou. - Ela olha para o lado e por outro e vê que seu pai não está mais ali. - Olá.

- Oi. - Lauren diz no despertar, olha o local que está fazendo a pequena latina ficar deslumbrada com cada gesto de Lauren.

- Você está bem? Sente alguma coisa?

- Estou bem o obrigada, você poderia me dar um pouco d'água? - A latina assente e sai de seu ponto de vista.

- Oh vejo que acordou. - Alejandro diz é Lauren se encolhe. - Não vou machucar você, o que aconteceu para você está boiando no rio?

- Não sei senhor. -Alejandro assente. - gostaria de saber onde estou, poderia me dizer?

- Você está no Doral. - Diz e Lauren assente. - de onde veio?

- Miami.

- Miami! - Arregala os olhos surpreso.- e como você veio parar aqui?

- Eu não sei senhor. - Menti ela, ela sabia sim o que aconteceu só não queria falar seu passado, e o mesmo está enterrado em miami. - Sinto muito.

- Tudo bem, venha eu vou prepará um banho para você. - Lauren assente quando foi se levantar uma latina apareceu outra vez com um copo d'água.

- Aqui sua água...

- Meu nome é Lauren.

- Sua água Lauren. - A latina diz entregando o copo para Lauren que toma em um só gole.

- Agora vamos Lauren, vou prepará um banho pra você. - Outra vez Lauren assenti. - E Camila vai comer!

- Não estou com fome! - *Soluço*.

- Vai comer agora! - Diz o homem, e conduz Lauren até o banheiro. - Você prefere banho de banheiro ou uma ducha?

- Uma ducha senhor.

- Certo! Não me chame de senhor me sinto mais velhos. - Brinca fazendo Lauren rir pela primeira vez naquele dia ou até mesmo meses. - Vou lhe dar privacidade vou separa umas roupas de minha filha que ela não use mais.

- Senhor... - Lauren estava precupada com sua roupa íntima, ou até mesmo com medo de ser rejeitada pelo homem por sua condição.

- Fale Lauren.

- É... Obrigada por me ajudar, devólverei o favor. - Diz e o homem fica fascinado com o jeito que Lauren usa as palavras.

- De nada querida, não me chame de senhor já falei... Que tal de Alê hum? - Pergunta e Lauren assente. - Bom agora tome seu banho.

Quando Alejandro saiu do banheiro Lauren, caiu em lágrimas mil coisas passava por sua cabeça, como será que está sua mãe? Será que ela está viva? Ela secou as lágrimas e entrou no box.

(...)

- Venha Lauren vamos jantar. - Diz Carlos o pai de Alejandro. ( N/a: Eu não sei o nome do pai do Alejandro então eu inventei! ). - Você gosta de peixe?

- Gosto sim. - Diz educada e se Senta à mesa.

- Então Lauren veio de miami através do rio? Muita sorte. - Diz Carlos. - a mão de Deus a salvou.

- Sim foi muita sorte. - Diz Alejandro e Camila assente.

- Você lembra o que aconteceu Lauren. - Camila pergunta é Lauren nega.

- Você tem algum famíliar? Eles podem está preocupados com você. - Novamente Alejandro pergunta é a mesma nega.

- Eu não tenho família... Não mas. - Sussurra a última frase é todos se calam e começam a comer em um silêncio confortante.

Depois da janta Alejandro levou Camila para dormi já que a mesma fazia manha todos os dias, Carlos preparou um quarto para Lauren e ela achou muito confortante.

Naquela mesma noite Lauren acordou com um barulho não alto, já ela tinha o sono leve, então a mesma se levantou e vou vê o que acontecia. Chegou na sala e viu a pequena latina mexendo na televisão onde a mesma estava desligada.

- O que está fazendo Camila? - Perguntou e a latina pós as mãos no peito assustada.

- Oh meu Deus Lauren! Que susto garota! - Lauren rir da reação de Camila e senta ao lado dela.

- O que está fazendo? - Pergunta.

- Quero vê minha mãe.

- Sua mãe? - Camila assenti. - e onde ela está?

- Em mora em miami também. - Lauren a baixa a cabeça enquanto Camila tenta mexer nas antenas da televisão. - Então eu posso vê-la pela TV.

- Como assim? - Pergunta Lauren.

- Vou te mostrar... Deixa eu só ligar essa lata velha aqui... Pronto olha. - Diz feliz pelo resultado da TV onde se encontra ligada. - Você tem quantos anos Lolo?

- Lolo? - Camila assenti sorrindo com as língua entre os dentes. - Gostei! Eu tenho dez anos e você?

- Nove. - A latina mostra sua idade aos dedos fazendo Lauren rir negando com a cabeça. - seus olhos são lindo Lolo.

- Obrigada Camz, os seus também são lindos. - A mais velha diz e vira ao perceber ter inventado um apelido para Camila. - Você é muito bonita.

- Você também. - Camila se aproxima de Lauren e lhe dar um beijo na bochecha. - Olha Lolo olha, é minha mãe.

Lauren olha para televisão e não acredita no que vê, ela olha novamente para Camila que olhava deslumbrada olhando sua mãe. Lauren volta seu olhar para TV onde viu a mesma mulher que a perseguia, a mesma mulher que criava boatos sobre seu pai. Lauren se levanta atraindo o olhar de Camila que ergue uma sobrancelha e se levanta também.

- O que houve Lolo? - Camila segura os pulso de Lauren e a mesma se solta da latina com certa força fazendo Camila cair no chão.

- Não encosta em mim. - Lauren anda em direção ao seu quarto mais sem antes bater no quarto do pai da latina, e rapidamente entra no seu. Depois que se deitou em sua cama só escutou sua Camz chorando e os gritos de Alejandro. Lauren chorava, chorava de raiva, chorava por sua família por seu pai e por sua mãe, chorava pela mãe de Camila. Tudo que se passava em sua cabeça era. : Você mentiu para mim mama!
   


Notas Finais


Deculpe os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...