História Pior que isso não fica! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Tags Zorobin
Exibições 67
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - You want to bet?


Nami estava sentada na cama, de joelhos. Olhava de forma tensa para as duas mulheres a frente. 

Ao lado direito, estava Robin, com seu sorriso malicioso e desafiador, do lado esquerdo, um Roronoa Zoro transformado em Roronoa Ryuu, respondendo o desaforo a altura. 

- Vamos apostar, Kenshi-san... -a voz rouca, doce e sensual tamborilou pelos ouvidos da espadashin- Eu concordo com a Nami que você não pode ficar usando cuecas por baixo dos vestidos, mas se as calcinhas te deixam desconfortável, façamos o seguinte: Se você ganhar de mim num jogo de cartas ou de tabuleiro, deixo você continuar usando suas cuecas e ainda, fico duas semanas inteiras sem usar minhas calcinhas, caso contrário, vai ter que usar calcinhas no lugar das cuecas, tudo bem? 

- Espera aí! -Ryuu pediu- vale qualquer jogo, qualquer jogo mesmo? 

- Sim, mas tem que ser de cartas ou tabuleiro. 

- Por quê? 

- Porque nesses dois modos, não é desvantajoso para nenhuma de nós. -Robin explicou calma- quer que eu troque para jogo de estratégia? 

- Nem fodendo! 

- Pra uma mulher você fala muito palavrão... -Nami comentou com tédio- 

- Tsc, como se eu me importasse... -deu de ombros- Muito bem -olhou a Nico- Vamos melhorar isso! 

- Hm? 

- Se eu ganhar, continuo usando minhas cuecas, mas se você ganhar, pode fazer o que quiser comigo e eu não vou poder reclamar, se isso acontecer, você pode me punir da forma que quiser! 

- Uh, você tem certeza absoluta do que está me dizendo? -Robin sorriu com muita maldade e olhou-a de cima abaixo- 

- Claro! 

- Pois bem... -suspirou- aceito o desafio. 

*

*

*

Estavam todos na sala de convivência, Luffy já dormia todo jogado no sofá enquanto Robin e Ryuu estavam frente a frente, concentradas na mesa com um bolo de cartas. 

- Royal Flush... -Robin botou suas cartas na mesa, esperando a vez da jovem- 

- Dubble Royal -sorriu de canto a adversária, para a surpresa da arqueóloga- E agora... -pegou mais uma carta no bolo de compra- um baralho completo de Copas. 

- Impressionante... -a morena dissera, avaliando suas cartas e próximas jogadas, não era algo tão simples quando se tratava de baralho e seu adversário é Roronoa Zoro. Ele entende bem de possibilidades e sequência de cartas, pode muito bem dizer quantas chances e quantas mais poderia conseguir fazer uma jogada como esta na próxima rodada. Nem mesmo como mulher, isso lhe abalara. 

- Estou torcendo para você perder! 

- Ah, bem, dessa vez eu admito que também quero perder. -sorriu de canto, causando surpresa nele- eu não tenho a intenção de me tornar uma pessoa competitiva por causa de uma aposta. 

- Então não tem graça apostar com você! -Zoro se irritou, cruzando os braços e fazendo bico, logo depois, se arrependendo de ter deixado sua guarda baixa. 

- Mas isto não que dizer que eu pretendo perder. -sorriu a mulher, jogando três sequências diferentes e finalmente, acabando com as cartas em suas mãos- Baralho completo de Espadas, Copas e Ouros. 

- EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHH?! 

- Parece que ganhei! -sorriu Robin, com simpatia e doçura. 

- Só parece... -ele sorriu simples, revelando suas cartas, deixando Robin muito surpresa- Quatro naipes completos, dubble royal e um suffle com coringa de brinde... 

- EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHH?! -todos gritaram sem acreditar- 

- Z-Zoro ganhou da Robin num jogo de cartas?! -Nami ficou pasma demais-

*

*

*

*

Na biblioteca, Robin tentava se manter numa postura na qual não lhe trouxesse incômodo ou constrangimento, estar sem calcinha por baixo das roupas era como estar totalmente nua na frente dos outros, era frustrante, de certa forma. 

O pior é que o calor da Grand Line não ajudava-lhe em muita coisa, como poderia ficar com saia se ao menos pode pensar em uma brisa qualquer lhe atingindo as pernas?

- Robin... -Zoro chamou-lhe com um sorriso grande e maldoso- por que não estica as pernas no sofá, vai ser divertido! 

- Olha só, a aposta foi você continuar usando cuecas e eu ficar sem as minhas calcinhas durante duas semanas, mas isso não significa que pode brincar de "Seu Mestre Mandou" comigo. Não aceitei esses termos. 

- Não estou dizendo para fazê-lo, só disse que pode ser divertido, mas em todo caso, se não quer, não vou te obrigar a sentar do meu lado. 

- Zoro... -a morena bufou pensativa, sabia que ele estava feliz por ganhar dela em algo, só pra variar- 

- Mesmo que eu tenha concordado com essa aposta idiota, não vou deixar ninguém tocar em você até que a sua parte esteja cumprida. -o rosto da Roronoa estava vermelho como pimenta, a arqueóloga piscou bem os olhos e por fim, sorriu alegre- 

- Obrigada... -sentou-se calmamente ao lado da esverdeada- quer saber de uma coisa, talvez seja divertido andar sem calcinha por alguns dias... -maliciou enquanto encarava-a de frente, extremamente perto- você não acha, Zoro? 

- B-bem... E-eu... 

- Acho inclusive que podemos fazer outra aposta... -sussurrou deliberadamente, roçando seus lábios com delicadeza e afastando-se o suficiente para olhar em seus olhos castanhos- Você quer apostar comigo? 

Zoro... Bem, Ryuu, não sabia exatamente o que dizer, engoliu seco e admirou a beleza estonteante e indiscutível da mulher praticamente jogada em seu colo. Como Roronoa Zoro, admite que ainda é estranho encarar Robin com esta nova aparência, porém, como Roronoa Ryuu, tem considerado a situação bastante divertida e interessante. Nico Robin é mesmo alguém que não mede esforços para encantar quem seja, sua capacidade de atrair olhares e pessoas, é tão incrível que fazia um ciúme possesso brotar. Sem aperceber-se, mordera os lábios após ranger os dentes com certa raiva, odiava ter que dividir o que lhe pertence; Nico Robin é a única de fato que jamais irá emprestar, dividir ou dar para outro... ou outra. 

- Acho que sim... -respondeu depois de muito refletir- quero apostar com você, Robin... -Ryuu lhe puxara para um beijo demorado e cheio de carinho e segundas intenções, sabia bem o que iria apostar contra ela. Sabia bem demais.

A biblioteca nunca fora tão barulhenta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...