História Piscopata por amor (imagine Park Jimin) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Hosoek, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Soekjin, Kim Taehyung, Kook, Min Yoongi, Rap Monster, Sugar
Visualizações 50
Palavras 1.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 😘

Capítulo 9 - Por você (parte 3)


Fanfic / Fanfiction Piscopata por amor (imagine Park Jimin) - Capítulo 9 - Por você (parte 3)

P.O.V Jimin

S/N saiu ao encontro de Yang fomos até a sala onde estava o aparelho de gravação (aquela sala onde dá pra escutar quem está com a escuta não sei o nome) ela estava no casa dele é a filha dele veio abri a porta. 

–eu realmente não gosto dessa mulher - disse Jungkook olhando a Victória.

Todos estavam prestando atenção na conversa dos dois derebente escultor um barulho de tiro.

–S/NNNNN NÃO!– Gritei os meninos me olharam assustado 

– Jimin ela está...— Taehyung espirou— de colete cara relaxa.

—Ae esqueci foi mal—todos tiraram da situação então voltei a minha atenção ao televisor. 

P.O.V S/N

Cai no chão com o imbuso do tiro ainda bem que Taehyung insistiu para mim usar o colete me levanto e pego minha arma e vou até Yang que estava de costas para mim morei em sua cabeça e posicionei meu dedo no gatilho.

— que mora ruim essa sua em Yang —ele se virou assustado e levantou as mão juntamente  com a arma — Solta a se não eu te mato — ele sorriu vitorioso.

— Você acha que é fácil assim me mata sua vadia —ele diz apontando a arma pra mim.

— Você me chamou de que ?— Meu sangue ferveu apertei o gatilho e vi seu corpo cai no chão fui até o mesmo colocando uma luva e tirando a bala e quardando em um saco plástico— Nós vemos no inferno desgraçado 

P.O.V Jimin

Ela  havia matado Yang estou muito orgulhoso daminha pequena ela realmente me ama mandamos ela sai o mais rápido possível pois iríamos mandar a polícia para a casa ela nao podia ser presa né.

P.O.V S/N

Estava  saindo da casa do Yang quando sinto me cabelo ser puxado era Victória ela estava chorando 

— SUA PUTA O QUE VOCE FEZ SUA DESCRAÇADA VOCÊ ACABOU COM A VIDA DO MEU APPA POR QUÊ?— Ela puxava me cabelo pequei a arma e dei um tiro em sua barriga ela soltou meu cabelo é sangue saia da sua boca ela me olhava assustada eu não espreçava nem uma reação — SUA PIRANHA EU ESTAVA GRÁVIDA VOCÊ ACABOU COM A VIDA DE UMA PESSOA INOCENTE — Ela caiu no chão — Por quê isso ?— olhei para ela estava com muita raiva.

— Pelo simples fato de você está agindo como uma criança mimada sua vagabunda — falei abaixei e coloquei a luva denovo— posso pegar isso lisença — coloquei dois dedos onde estava a bala ela gritava.

— POR FAVO PARA ESTA DOENDO MUITO —Olhei e sorridente para ela.

— Sério eu não estou sentindo nada — sai da casa e fui até uma floresta próxima e taquei fogo nas balas e luvas esperei virarem cinzas para não desconfiarem da minha presença esculto serenes vou até meu carro e ligo indo na direção contrária das viaturas chegando na delegacia novamente vejo Jungkook.

— Jungkook onde estão todos ?— falei sorrindo.

— Estão na sala do chefe com as provas acabei de sair de lá — ele aponta para a sala espero Jimin sair junto com os outros.— pensei que iria passa o dia inteiro ai dento —falei o beijando — me empresta o carro para eu poder ir pega minhas coisas no hotel?

—Claro tome — ele me entregou as chaves e me beijou novamente — Cuidado doidinha — ele tocou meu nariz e saiu fui até minha casa peguei minhas coisas e arrumei tudo no guarda-roupa fui até a cozinha fiz um lanche e fui assistir TV.

— Foi encontrado hoje morto Yang um dos maiores traficantes de Seul e sua filha a polícia não achou vestígios do assassino.—mudei para um canal de filme assisti a tarde inteira depois fui fazer uma comida para eu e Jimin jantarmos.

—que tal camarão com salada ?— concordo com a cabeça pegando os ingredientes fiz tudo deixei pronto e fui toma banho.

Depois de uns 17 minutos no banheiro sai e visto um short azul e uma blusa branca de pijama logo ouvi a porta da sala ser aberta por Jimin escola correndo e vi Jimin ja na cozinha comendo.

— Nem me espera para comer?

—Desculpa não me controlei está com um cheiro muito bom.

—Ok sei que deve está morando de fome.—comemos e ele foi toma banho depois de uma tempinho vou até o quarto abro a porta e me deparo com Jimin só de toalha não consegui para de olhar seu ABS definido e seu sorriso estremamente sexy.

—Gostou né ?— ele diz sorrindo 

— Não...eu....há.....— não consigo fala nada com nada.

— Eu sei o que você quer baby — ele diz se aproximando de mim sinto algo gelado em minhas costas era a parede não havia escapatória sinto seus lábios doces em minha boca 

Eu levei meus braços até seu pescoço e descendo até suas costas ouvi gemidos do mesmo baixo entre o beijo ele pegou minha cintura colando nossos corpos sua toalha cai eu não consigo processar direito com essa imagem.

— Você tem muito pano escondendo esse seu corpo lindo Baby-Disse e tirou minha blusa e depois muito short eu estava sem langeri — Baby você já estava pronta— ele morde os lábios e volta a me beija sem aviso Jimin penetra dois dedos em minha intimidade me fazendo gemer alto ele fazia movimentos rápidos.

—waw....Jimin m-mais rápido —sinto minha coxa arder por conta do rapaz que Jimin havia dado.

—Não me chame de Jimin eu sou seu daddy agora — ele desce até meu pescoço  fazendo marcas quê ficaram roxas amanhã — corrija sua frase Baby.

—Daddy...m-ma-mais wwwaaaawww rápido —ele aumenta a velocidade me fazendo me contorcer na cama.— Daddy EU VOU waaw—nao deu tempo de terminar a fazer gozei nos dedos de Jimin o mesmo lambeu toda minha intimidade me ajoelhei do ramo sentou na cama.

— Daddy o que e com isso— me fiz de inocente ele sorri maliciosos.

— sua mamadeira Baby 

—mas Daddy vai sai leite?

—claro Baby.

Lambi a glande desceu membro sentindo seu pré gozo olhei e abocanhei uma parte a outra que não consiguia masturbava com a mão ele fez um rabo de calavo bagunçado fazendo os movimentos terem mais intensidade me engasguei algumas vezes mas logo sinto seu "leite" engolir tudo e me levantei e o beijei.

— Gostei Daddy— sorri e fiquei de quatro na cama o mesmo deu outro tapa em minhas nádegas — aí daddy doeu— falei manhosa ele me pegou pela cintura e novamente sem aviso prévio me penetrou com força eu soltei um grunido depois ele começou a penetra com força 1,2,3...10...30....40 estocadas violentas e chegamos ao nosso ápice cai do seu lado e o olhei sorrindo.

— Você e o melhor Daddy 

— Você também Baby —Nos beijamos e logo fomos dormir.


Notas Finais


Oi gente boa madrugada para vocês
Obg pelos favoritos vcs são foda demais
💙Até o próximo capítulo 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...